BNDES manda sub do sub conversar com Badesul

O BNDES não quis receber esta semana a presidente do Badesul, Suzana Kakuta, nem o secretário do Desenvolvimento, Fábio Branco, que tentariam reverter o descredenciamento do banco gaúcho, o que o inviabiliza.

A reunião com os gaúchos foi agendada para o dia 28 e sairá com o sub do sub da presidente do BNDES, Maria Sílvia Bastos Marques, que pensa como banqueiro.

Ou seja: não sairá acerto algum.

3 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, esse é o Prestigio do tiririca da serra junto a governo Temer, do PMDB, ambos do mesmo partido?

Anônimo disse...

Não, essa é a realidade deixada pelos " competentes" Tarso Genro e o sumido "Presidente do Badesul" Marcelo Lopes. Esse gostava muito de aparecer naquela época, mas agora anda bem escondido para explicar empréstimo s sem qualquer garantia, a não ser o terreno das empresas falidas...quanta incompetência para gerir uma Instituição como o Badesul. Ficou o legado desse enorme fracasso!

Anônimo disse...

Eita que a perda do cargo no Badesul tá rendendo uma dorzinha até hoje. Sábia que o Políbio já tentou ser um dos funcionários do Badesul? Naquela época o Badesul prestava?