Artigo, Fernando Collor, Folha - O Senado deu um golpe de estado ao violar a Constituição para ajudar Dilma Roussef

Nas redes sociais, o golpe baixo foi percebido claramente.


Escreve o senador no seu artigo, cujo título é "Vilipêndio à razão",  baseado na sua própria cassação: "O parágrafo único do artigo 52 da Constituição traz a penalização literalmente conjugada ("perda do cargo com inabilitação, por oito anos, para o exercício de função pública"). O mesmo artigo diz "a condenação" e não "as condenações". A inabilitação é consequência da perda do mandato.O senado atentou contra o vernáculo, reescreveu a Constituição. Criou insegurança jurídica, e praticamente, decretou a inexistência de lei no Brasil".

Escrevo este artigo em 1º de setembro. É um dia simbólico para os dois processos de impeachment vividos pelo país e separados por quase 25 anos. A data é o único ponto em comum entre eles.

Em 1992, nesse dia, duas entidades entraram com uma representação contra mim. Em 1º de setembro de 2015, renomados juristas apresentaram denúncia (aditada em outubro) contra a ex-presidente por crime de responsabilidade.

Aqui acaba a semelhança e aqui começam as disparidades, desde os primeiros aos últimos atos de duas peças que beiram a ficção.

O cotejamento entre os números dos dois processos mostra que, sob a mesma Constituição, sob a mesma lei e sob o mesmo rito, adotaram-se dois pesos, duas medidas.


Basta verificar: o processo da ex-presidente dispôs do triplo do tempo gasto em 1992 -um ano versus quatro meses. A apresentação da denúncia e seu acolhimento pelo presidente da Câmara, naquele ano, deram-se no mesmo dia, 1º de setembro. Dois dias depois, a comissão especial foi instalada.

CLIQUE AQUI para ler mais.

17 comentários:

Mordaz disse...

Lewandowski foi artífice de inúmeras bobajadas naquele dia. Até mesmo afirmando que o Senado era a primeira corte de interpretação da constitucionalidade. Mas a inexistência das leis já tinha sido decretada pelo STF ao aprovar o casamento homossexual contra o que consta textualmente na Carta Magna. Nenhum dos Ministros deu a mínima bola para o que estava explicitamente escrito. Foram unânimes em patrocinar a aberração.

Anônimo disse...

CONSTITUIÇÃO,ORDEM,PROGRESSO OU MORTE!!

ESTE É O BRADO ATUAL!!!

CONSTITUIÇÃO OU MORTE!

JUSTIÇA OU MORTE!

CHEGA DE MARACUTAIA!

SE ACEITARMOS AGORA, SOMOS SEM VERGONHA E BUNDA MOLE,NÃO MERECEMOS GENTE MELHOR COMO JUIZ,FAREMOS JUS A ESSA GENTALHA FALCATRUA DE CAPA PRETA, O QUE PODEMOS AFIRMAR DIANTE DA INDIGNIDADE PRATICADA.

UNS BANDIDOS NOS MATAM NA RUA,EM CASA, DE DIA,DE NOITE, EM QUALQUER LUGAR, E OUTROS NAS ALTAS CORTES , ONDE DEVERIAM TER DECORO,RECATO E NÃO DEBOCHE COMO FIZERAM.

HASTEIA ESTA BANDEIRA POLIBIO, JUSTIÇA OU MORTE!

COMO VAMOS ESCOLHER?

PELAS MÃOS DE DELINQUENTES DE RUA, OU PELAS MAOS DOS HOMES DE CAPA PRETA QUE DEVERIAM SE DAR RESPEITO E DECORO!

TANTO OS BANDIDOS DE RUA COMO OS BANDIDOS MOLEQUES DAS ALTAS CORTES QUE FAZEM O QUE FIZERAM!

NÃO É ACEITAVEL,NÃO,NÃO, AINDA DÁ TEMPO POLIBIO!

É HORA DE FAZER BAFO, CHAMAR QUEM É PAGO POR NÓS,PARA BOTAR RESPEITO NO PAÍS, É HORA"

VAMOS EVOCÁ-LOS,AS FORÇAS QUE FAZEM VALER O QUE ESTA ESCRITO PARA SER CUMPRIDO,PRECISAM SER EVOCADOS, NÃO VIRÃO AUTOMATICAMANTE.

OS RESPONSAVEIS POR USAR A CARTA MAGNA,URINAM E DEFECAM EM CIMA, TRIPUDIANDO,E SE ACEITARMOS NUNCA MAIS, EM BREVE O TEU BLOG POLIBIO NÃO ESTARA MAIS FUNCIONANDO.A ÚNICA VOZ SERÁ DO PETRALHISMO INSTITUIDO ATÉ NAS ESFERAS DOS CAPA PRETA.

NÃO PODEMOS ACEITAR.QUEM ACHAR ISSO DEVE SE MANIFESTAR, MILHÕES FORAM A RUA, POR NADA,POR NADA,AGORA FICA CLARO.

QUEM FOI A RUA DEVE IR DE NOVO E LEVAR QUEM PUDER.

O MOMENTO E DECISIVO,DECISIVO!

CONSTITUIÇÃO,ORDEM, PROGRESSO, OU MORTE!!!



Anônimo disse...

Pergunto a petralhada da quadrilha de ladrões do dinheiro público, se em 1992 contra o pres.Collor, tb foi golpe...???? responde petralhada, responde leticia sabatella...!!!!!!!!

Anônimo disse...

A hermenêutica "criativa" do Lewandowiski lembra muito a contabilidade "criativa" do Arno Augustin. Seriam elas gestadas no mesmo ventre, por acaso?

Unknown disse...

O ilustre jornalista Políbio Braga é geminiano (18/06).
http://blogdosgeminianos.blogspot.com.br/
Não é astrologia, é diversão, informação, cultura, humor e variedades.

ATENTO disse...

CONSTITUIÇÃO NACIONAL=PROSTITUIÇÃO NACIONAL

AS CORTES AGORA SÃO PROSTÍBULOS ONDE CAPAS PRETAS SE DIVERTEM NEGOCIAM

STF LEMBRA O TEMPLO EM QUE JESUS(PROVOU QUE TINHA CULHÃO ROXO) PEGOU UM RELHO E TOCOU PATIFES DO TEMPLO.

JESUS SE FOI, E AGORA,

FICOU LULA COM CAPA PRETA,DIZ TUDO,MOSTRA O TAMANHO DA DESGRAÇA.

JESUS MOSTROU E FEZ O QUE TINHA QUE SER FEITO

A MERDA CHEGOU NA CORTE,CONCHAVARAM,NEGOCIARAM,COMPRARAM,VENDERAM.

CAGARAM DEFECARAM E URINARAM NA CONSTITUIÇÃO!!!

O QUE VAMOS DIZER E FAZER?

BASEADO NO QUE DECIDIRMOS SERÁ O BRASIL DE AMANHÃ

DOS BRASILEIROS OU DOS CAPA PRETAS E CORRUPTOS.

O FUTURO ESTA EM NOSSAS MÃOS.

JESUS ENSINOU FEZ O QUE TINHA QUE FAZER.

NÃO VOLTARÁ, POIS JÁ MOSTROU E ENSINOU.AGORA É COM NÓS.

SE FORMOS OMISSOS ACEITAREMOS SER ESCRAVOS

E ?CHAMAR NOSSOS FUNCIONÁRIOS DE VERDE E QUE PÕE RESPEITO?

SERÁ QUE NEM ISSO? SERÁ QUE DECAÍMOS TANTO?

NOS SERVE A ESCRAVIDÃO?

FALTA BRIZOLA, FALTA LACERDA...

OBS,: SE NÃO PEDIRMOS E SOLICITARMOS OS DE QUEPE VERDE NÃO ENTRARAÃO EM CAMPO. QUANDO EM 64, PEDIMOS E ELES VIERAM,ACUDIRAM, RECONSTRUIRAM E BOTARAM RESPEITO NO PAIS; FORAM CALUNIADOS,FORAM VILIPENDIADOS,POR ESTA GENTALHA PORCA COMUNISTA QUE NÃO FOI DESATIVADA.
AGORA É HORA DE SOLICITARMOS SEM ESSSA BOBAGEM DE DITADURA,ETC, POIS É PREFERIVEL A DITADURA QUE RESPEITA OS SERES HUMANOS DO QUE ESTA DITADURA SOCIALISTA COMUNISTA ASSASSINA DISFARÇADA, QUE NOS ROUBA O PRESENTE E O FUTURO.

BOCA NO MUNDO GENTE!!!!

Anônimo disse...

Se eu fosse Collor entraria na justiça pedindo indenização por ter sido condenado à revelia da lei e exigia uma verba milionária como reparação.

Anônimo disse...

Lewandowski junto com Renan,foi hábil,como toda raposa felpuda.
Antes de mais nada,ele,para introduzir o assunto,o do fatiamento,ameaçou o plenário com possíveis recursos no STF se não seguissem aquele caminho,por
conseguinte,com possível anulação do próprio impichi.
Foi quando Collor interviu,mas foi palavra isolada;recebeu solidariedade de uns poucos,mas fato é que a grande maioria já avisada,e tudo de antes combinado,calaram-se e votaram a favor de rasgar a constituição.
Para isso buscaram uma palavra muito usada na Química Orgânica:Dosimetria.
Posto que,a essas alturas dos acontecimentos,estavam já,na verdade trabalhando num laboratório de química.

frederico menezes disse...

A carta magna que debería ser respeitada por todos foi violentada pelo presiddente do supremo e por senadores nao confiaveis.

Anônimo disse...

Me lembro bem do Fernando Collor deixando o palacio com a primeira dama quando foi impichado, saiu com dignidade e cabeça erguida,nao é o que se ve hoje,parecem ienas brigando pelo pouco que restou da carcaça da vitima, no caso, o Brasil.

Anônimo disse...

NÃO FOI SOMENTE O SENADO, JUNTAMENTE ESTÁ O STF, SEMPRE ACOBERTANDO OS CRIMES PRATICADOS PELOS POLÍTICOS.
A QUEM SERVE O STF? AOS CRIMINOSOS.
PORQUE AO POVO NÃO SERVE, SE SERVE.

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2016/09/reportagem-bomba-de-istoe-revela-os.html?m=1

Anônimo disse...

DCM: O que levou Lauro Jardim a fazer o papel de alcagueta no endereço de Dilma?

04 Sep 2016 - Paulo Nogueira

Conheço Lauro Jardim. Levei-o para a revista Exame, de onde ele saiu para a Veja, e depois para a Globo. É um bom cara. Não fosse, não o teria contratado. Lauro está longe de ser um canalha fundamental, como Diogo Mainardi ou Reinaldo Azevedo.

Tudo isso dito, pergunto: o que teria acontecido com o bom, sorridente Lauro para cometer uma barbaridade como a publicação do endereço em que Dilma vai morar no Rio de Janeiro? É um legítimo caso de estudo. ...

Tornou-se ignóbil, sem ser isso por natureza. Se ele em algum momento despertará para a miséria moral do que faz hoje a serviço da plutocracia, e particularmente para os Marinhos, é algo que só se saberá no futuro. Lauro é um caso típico no mundo das redações desde que Globo, Abril e Folha adotaram o jornalismo de guerra. Não cabem nas redações jornalistas de ética irredutível.

Os barões da mídia não querem pessoas de caráter. São tipos difíceis, que se recusam a fazer jogo sujo. Marinhos, Frias, Civitas desejam fâmulos que não questionem. Que topem qualquer missão. O caráter foi senso progressivado expurgado das redações. Isso retirou qualquer traço de nobreza que a imprensa poderia ter. O jornalista é, classicamente, um indivíduo que se ergue contra os abusos dos poderosos, dos plutocratas. No Brasil, o jornalista é hoje um aliado, um soldado dos poderosos e dos plutocratas...

Nas redes sociais, o gesto de Lauro Jardim provocou repulsa. Muita gente, em retaliação, publicou o endereço dele. Em situações de ódio como a que vivemos, jornalista nenhum gosta que sua rua e seu número se tornem conhecidos. Militantes mais exaltados podem aparecer e esculachar. Ou pichar frases ásperas que serão vistas por todos os vizinhos.

Mas Lauro teve o que mereceu. Lauro, repito, não era assim. Não nasceu com índole de delator, de alcagueta. Porque foi isso que ele fez: esticou o dedo para o endereço de Dilma. Qual o valor disso como interesse público? Zero. Na destruição do caráter a que homens como Lauro Jardim são submetidos, a noção disso é perdida. Ele pode achar que deu um grande furo quando foi apenas um alcagueta baixo. A revelação de Lauro foi seguida de outras aberrações nas grandes na mídia plutocrata. A Folha deu que Dilma vai morar num apartamento de luxo no Rio.

Luxo? No meio do texto, aparece a metragem: 125 metros quadrados. Nem um corretor imobiliário desonesto é capaz de tentar convencer um cliente de que um imóvel de 125 metros quadrados é de luxo. Apenas a título de comparação, o apartamento de Aécio no Rio tem o dobro daquilo, e jamais alguém na imprensa afirmou que se trata de um apartamento de luxo. Se você classifica como luxuoso um imóvel de 125 metros quadrados, o que vai dizer das casas e apartamentos dos Marinhos, dos Civitas, dos Frias?

Estive algumas vezes no apartamento de Roberto Civita perto do Clube Pinheiros. Aquilo sim era um apartamento de luxo. Uma estátua de uma jovem numa dominava a ante-sala. Perguntei a RC onde ele a comprara. Ele contou que, numa viagem à Europa, vira a estátua num restaurante. Chamou a dona e perguntou a ela a história da estátua. O modelo era a filha da dona do restaurante. ...

Estive, em minha passagem pela Globo, na sala que fora de Roberto Marinho. Imediatamente me dei conta de que você poderia disputar uma partida de futebol nela, tamanhas as dimensões.....

Mesmo a quebrada família Mesquita jamais abriu mão de seus apartamentos de luxo. Uma amiga minha me contou que foi chamada, anos atrás, para uma reunião jornalística na casa de Fernão Mesquita. Com a graça de quem sabe contar histórias, ela me contou que foi recebida, à porta, por um mordomo em trajes completos, como nos filmes que mostram a aristocracia inglesa no início do século passado.

Mas, em meio a estas coisas, o que jornalistas das companhias de mídia fazem é sublinhar o “apartamento de luxo” de Dilma ou o “Triplex” de Lula. É a dissolução dos costumes e do caráter nas redações. Lauro não era assim. Tornou-se assim.

Unknown disse...

Não foi por falta de aviso... o PT passou todo processo dizendo que seria um golpe... só que eles mentiram que era o impeachment... o golpe era uma grande pizza portuguesa... e os adversários, ingênuos, mais uma vez caíram no conto da petralha!!!

Anônimo disse...

Canalhas! Nojentos! Safados! Até quando o povo burro vai continuar votando e permitindo que esses velhos malandros, raposas maquiavélicas, continuem no poder??????

Anônimo disse...

PAULO NOJEIRA,OS FRIAS E OUTROS NÃO TOMARAM DINHEIRO PUBLICO

Rocco disse...

A grande burrada de Collor na época foi congelar as poupanças e saldos em conta corrente... Mas com ações na justiça conseguimos ir liberando os valores...
Agora não temos como reaver todo o produto de roubo dos dois últimos períodos de governo, São valores colossais distribuídos em ramificações aos milhares e que ainda alimentam essa organização criminosa ... Nunca o país verá esses recursos de volta...