Greve do Cpers paralisa escolas estaduais há 46 dias

A greve dos professores públicos estaduais gaúchos entra hoje no seu 46o dia.

5 comentários:

Anônimo disse...

Os pais destes alunos são coniventes? Não reclamam? Então gostam de ver os filhos sem estudar, vão virar um Lula na vida.

Anônimo disse...

Fosse o Brasil um país sério com um governo mais responsável e leis mais severas estes que se dizem professores seria presos e condenados por crime contra uma geração de crianças e adolescentes pobres e sem condição de pagar por escola particular.
Cadeia para estes asquerosos é a única proposta.

Anônimo disse...

Lembro de lá nos anos 80 quando após uma greve eu e meus colegas tivemos de nos reapresentar à professora e uns aos outros, como o período foi longo ninguém mais lembrava da turma. Os pais são coniventes e desorganizados, e quem se organiza só está interessado no seu salário e vantagens.

Anônimo disse...

Os filhos dos professores que estão em Greve, estudam em Escolas Públicas?

Anônimo disse...

GREVE POLITICA- POR QUE NAO VAO FAZER CONCURSO EM OUTROS ESTADOS , OU MUDAM DE PROFISSAO, OU VAO PARA O MUNICIPIO OU PARA A REDE PARTDCUALR- ESTE CEPERS VERMELHINHO JA ENCCHEU, EM PAISES DSENVOLVIDOS NAO TEMEM ESTA FRESCURA DE GREVE- QUEM NAO TRABALHA NAO GANHA