Solidariedade move Adin no STF contra MP que libera R$ 180 milhões para nova orgia de publicidade do governo Dilma

O Partido Solidariedade irá entrar hoje com Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no STF (Supremo Tribunal Federal), com pedido de liminar cautelar,  contra a MP (Medida Provisória) 772,  de 28 de abril, que abre crédito extraordinário de R$ 180 milhões que serão destinados à publicidade do governo federal.


7 comentários:

Alberto disse...

Querem torrar mais $$$ público? Vão p/ Cuba golpistas safados ladrões!

Cap Caverna disse...

Que gentalha maia desgraçada , esta do PT. Gastar uma fortuna dessas em "publicidade", diga-se propaganda comunista e populista, enquanto não temos as necessidades básicas atendidas, principalmente, saúde e segurança!!!! Coisa de mentes doentias e atrofiadas pelo vírus da incompetência! PT, foi a pior peste que já assolou o Brasil, pior que a peste negra(gripe espanhola) na Europa no século passado!

Anônimo disse...

O PT e seus cegos seguidores são a coisa mais nefasta que o país já produziu! Para os hospitais, estradas, portos, transporte e a verdadeira educação não tem dinheiro. Só para citar um exemplo: para vacinar contra a gripe toda a população não tem dinheiro! Para propaganda de governo moribundo: R$ 180.000.000,00

Anônimo disse...

PT é pior que lixo radioativo. Depois de enterrado ainda consegue ser danoso e causar muito estrago. Oh gentalha dos infernos. Não tem um só que presta nessa m3rd4 de ajuntamento criminoso!

Anônimo disse...

Eu não assisto TV, mas de vez em quando dou uma ligadinha no rádio, e o que eu estou ouvindo de propaganda deste governo criminoso neste momento não tem cabimento, deve estar tentando comprar o silêncio dos meios das mídias!

FORA DILMA, FORA LULA, FORA RENAN, FORA PT E FORA PDT!

Carlos Mota disse...

Até a Rede Pampa entrou na "vaquinha publicitária do PT". Programas que não tinham intervalos comerciais, como o Atualidades Pampa, por exemplo, estão com janelas comerciais, sendo uma delas bolsa familia e outra minha casa minha vida. E o incrível também é que depois que estas veiculações comerciais, um dia tem Sofia Cavedon e no outro tem a Senhora Leitão(aquela que processa a médica), ambas do PT.
Será que levar estas duas coisas para o programa foi condição sine qua non para levar a verba publicitária??
"Mistérios de dona Bilú...", como diziam numa antiga novela.

Anônimo disse...

A partir do momento em que entra em suspeição... a pessoa no cargo deveria ter seus atos cessados... até resolvida a questão. Se não, como está acontecendo, a pessoa que sabe estar próximo do fim... aproveita-se da situação e procura de maneira imoral tirar proveito da situação... e sabe-se que o caso é de ética... e ética nada tem a ver com o PT.