Advogados de Mário Jardel querem remover Corregedor da Assembléia

Os advogados Amadeu Weinmann e Fernando Smnaniotto pediram hoje o afastamento do Corregedor da Assembléia do RS, deputado Marlon Santos, que vai produzir relatório pela cassação do deputado Mário Jardel, PSD.

O deputado Jardel foi acusado pela prática de grossas patifarias no exercício do cargo, tudo registrado em consistente acusação do Ministério Público Estadual.

Os advogados alegam que o Corregedor violou o Código de Ética ao não agir com discrição e não garantir direito de defesa.

Não se sabe o que a Assembléia espera para afastar Mário Jardel.

O presidente da Assembléia, Edson Brum, mandará arquivar o pedido.

6 comentários:

Anônimo disse...

Jardel, cai fora.
Que falta de moral e de VERGONHA NA CARA.

F O R A

Emmanuel disse...

Depois do que o STF fez ontem, qualquer delinquente pode pedir qualquer patifaria que a tendência é ver aceito o pedido.

Anônimo disse...

Eta "paisinho" da bandalheira, estamos cultivando o hábito dos bons serem conformados... enquanto a "corja" do vale-tudo vai à feira locupletar-se...

Anônimo disse...

Depois de ontem, e as MP assinados hoje, tudo é válido, menos ser honesto.

Anônimo disse...

Não afasta porque senão ele conta pq votou a favor o aumento de imposto.

Anônimo disse...

A classe política de nosso país, cheia de recur$o$, está oferecendo grande chance de trabalho aos advogados... especialmente os políticos em Brasília.
Advogado não tem do que se queixar, infelizmente!