Fale hoje, dr. Bassegio, ou cale-se para sempre

Fale hoje, deputado Diógenes Bassegio: conte o que sabe, inclusive o que o repórter Giovani Griazottti apurou e a RBS TV não informou, fazendo cortes cirúrgicos.

Não vá sozinho para o altar onde mais gente deve ser imolada.

Segunda-feira, dia da votação do pedido de impeachment, pode ser tarde demais.

Fim de semana a mídia não sabe o que fazer com a falta de notícias e terá com o que trabalhar.

Esta pode ser a pauta-bomba para sexta-feira, sábado, domingo e segunda.

7 comentários:

Anônimo disse...

E mais um que vai preservar os petistas.

Anônimo disse...

Não deve ser pequena a lista dos deputados que achacam o salário dos assessores, que metem nota fria para justificar gastos e fraudam a quilometragem rodada nas suas andanças pelo interior.

Anônimo disse...

Prezado Políbio! Que este pilantra e todos os que, como ele, denegriram a imagem do parlamento gaúcho, vá para o lixo da história. E o que é pior: esse gatuno é mais denegri a imagem da categoria médica e deve também ser rechaçado pela mesma. Cadeia para esse pulha!

Anônimo disse...

É o fim da varzea o que faz a RBS para proteger a petralhada.
Os leopoldenses esperaram ansiosamente,se obrigando a ver aquela porcaria do fantástico porque seria veiculada uma reportagem do Grizoti sobre as mazelas do Ary vanazzi na administracào municipal,a operacão COSA NOSTRA.
Nada.Foi arquivada,como tantas outras.
Depois se queixam que não tem credibilidade.

Anônimo disse...

O deputado vai abrir a boca se for cassado ?
Que piada, né ? Isso mostra o caráter dele.....
Se ele sabe que existe mais casos semelhantes é obrigação dele ...trazer a público !!

Estaremos de olho nos deputados, que porventura, votarem a favor desse deputado.
*no minimo são suspeitos;

Uma perguntinha:
Pq a midia não fala mais em fantasmas no poder público ?
*O Tribunal de contas do estado ficou em silencio de uma hora pra outra.....estranho !!
Ou vão dizer que não existe mais isso no poder público !!!


Anônimo disse...

Naquela semana após a vinculação da matéria no fantástico, nunca na história na assembleia teve tantas exonerações de CC's. Foi aí que os deputados tomaram essas medidas no mínimo "suspeita" para identificarem os fantasmas do estado. Buuuuu!

Anônimo disse...

Os CC's estão migrando aos poucos para a prefeitura de Porto Alegre. Nem os cargos de estagiários "amigos dos políticos" estão escapando. Este assunto já foi encaminhado ao MPRS e nada acontece. Estranho?!