Intenções de consumo caem ao menor nível da série histórica da CNC

O índice de Intenção de Consumo das Famílias, medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), caiu 6,9% em abril e atingiu o menor nível da série histórica. A CNC divulgou nesta segunda o indicador, que recuou 17,8% em relação ao mesmo mês do ano passado.

De acordo com a assessora econômica da CNC, Juliana Serapio, o indicador deste mês foi o primeiro da série histórica em que todos os componentes atingiram o menor patamar já registrado

Um comentário:

Anônimo disse...

ESPERAMOS QUE SEJA VERDADE, E QUE A POPULAÇÃO REALMENTE DEIXE DE CONSUMIR O QUE NÃO PRECISA.

JÁ QUE OS POLÍTICOS, PODERES TODOS ESTÃO COMPROMETIDOS, DE UMA MANEIRA OU DE OUTRA É O POVO QUE VAI TER QUE FAZER ALGUMA COISA.

VAMOS POUPAR, GUARDAR O DINHEIRO PARA NÃO SER ROUBADO > MAS CUIDADO ONDE GUARDAR > BANCO NÃO > PAGA IMPOSTOS E MANDA PRA FORA.

NÃO IMPORTA VALOR, CEM DÓLARES, CEM EUROS, NÃO IMPORTA.