MPF diz que RBS e Gerdau são os dois casos mais graves de propinas no Carf

A Polícia Federal liberou informações que revelam que 74 empresas estão na lista dos investigados no âmbito da Operação Zelotes. O caso envolve valores iguais a R$ 19 bilhões, tudo dinheiro de impostos federais devidos e de alguma forma não quitados, a maioria sob suspeita de acertos no Carf, o órgão de recursos da Receita Federal. Os casos mais graves envolvem pagamento de propina para acertos.

Ao lado, ilustração da Folha de hoje sobre os malfeitos.

As empresas com indícios mais fortes de irregularidade, segundo o Ministério Público Federal, são Gerdau e RBS.

Do RS, também Mundial-Eberle integra esta lista menor, mas da relação maior de 74, consta também a Marcopolo.

Os casos considerados mais graves pelo MPF são os seguintes:

RBS,. Gerdau, Mundial-Eberle, Cimento Penha, Boston, JG Rodrigues, Café Irmão Julio, Ford, Mitsubishi, Santander e Safra.

Em nota para a Folha de S.Paulo, esta manhã, a RBS disse que não sabe nada e que confia nas autoridades, dispondo-se a prestar todos os esclarecimentos.

Os casos considerados mais graves de manipulação no Carf:

Gerdau - R$ 1,22 bilhão.
RBS - R$ 671,5 milhõdes

Segundo o MPF, ambas as empresas conseguiram êxito no Carf, depois dos recursos que apresentaram.

17 comentários:

Emmanuel disse...

É ... e novamente o Bradesco liderando a relação de coisas nebulosas!
Eis aí o nosso ministro - letra minúscula - na figura de publicano, a esvaziar nossos bolsos, enquanto defende o antigo e novo empregador.
Que futuro terá esse Brasil enquanto não escapar dessa quadrilha? Dez? Não! Vinte anos de recessão, mantendo a camarilha!

Luiz Vargas disse...

Quem diria que a RB$/ZH um dia provaria seu próprio veneno.
Dá um certo prazer em chamar esta coi$a de suPosTa susPeiTa.

Alberto/NH disse...

Muita coisa começa a ter explicação: porque a RBS nunca faz reportagens mostrando a terrível Administração do PT (Tarcísio & Lauermann) em Novo Hamburgo onde até agora já temos recordes de assaltos, fugas do Presídio, assassinatos, buracos pelas ruas? Quando os Deputados do PP apareceram na lista no Janot não houve nenhuma palavrinha no Jornal do Almoço, apenas uma entrevista com Kátia Abreu. Carolina Bahia mais parece uma porta vóz da Dilma e não faz críticas ao PT. A reportagem sobre 100 mil pessoas protestando dia 15/03 foi muito superficial. Quem diria, hein?

Anônimo disse...

Chupa RBS, Durante 12 anos alinhada com o petebras, agora vão beber do veneno....

Anônimo disse...

Como sempre todos põem a mão na massa, e quando descobertos NÃO SABEM DE NADA e QUE TUDO SERÁ ESCLARECIDO.

Vão esclarecer coisa nenhuma. Pagam advogados, para PROCRASTINAREM o máximo possível, porque as LEIS Brasileiras, já foram feitas, para serem burladas, e é o que fazem quem tem R$R$R$R$R$R$R$.

Anônimo disse...

Ainda estão com saudade da Ford? Hehehe...

Anônimo disse...

Cade o "furo de reportagem" do repórter "furão" da RBS sobre a operação ZELOTES.
Será que o comentário será CENSURADO pelo blog ou pela RBS?

Anônimo disse...

Carolina Bahia, Gioavani Grizotti, onde estão suas opiniões sobre a operação ZELOTES e a participação do grupo RBS nesta operação ZELOTES?
Porque se calam?
Este comentário será censurado? Por quem?

Anônimo disse...

explicados os apartamentos de 7 milhões de dólares em punta e 14 milhões de dólares em NY da famiglia Sirotsky...

Anônimo disse...

Porque te calas RBS?
"Não sei de nada" (já lemos e ouvimos isto antes) é só o que a RBS diz!!
A tesoura da censura voltou editor?

Anônimo disse...

E tem louco que ainda acredita que a RBS é aliada do PT. Morro e não vejo tudo. Esses comentários são uma comédia.

Anônimo disse...

Políbio,

O "seu jorginho" loirinho de olho azul, não fez na entrada, mas fez na saída!!

JulioK

Anônimo disse...

VAMOS com CALMA pessoal, não há ainda condenações!

A complexidade tributária engana juizes e o MP! Sabem quantos REGULAMENTOS devem existir, considerando um para cada imposto?



Anônimo disse...

Parece que o novo membro do Conselho de Administração da RBS é o Davi Coimbra. Ele conseguiu defender o patrão em sua coluna. Deve ter um futuro brilhante o rapaz no seio da famiglia.

Anônimo disse...

Vê se isso é explicação que se apresente: não sabemos de nada. Uma reportagem digna, caso a RBS não tivesse nada a esconder, seria mostrar quantos débitos possui na Receita Federal, quanto foi julgado procedente a favor da RBS pelo CARF e quanto é o valor em que teve decisões contrárias à empresa. Isso para início de conversa. Quanto mais se calar para o assunto, pior ficará para a empresa, e principalmente para os seus jornalistas, que perderão muito da credibilidade que ainda possuem.

Anônimo disse...

Quanto maior a empresa, mais arrecada, mais dinheiro, e DINHEIRO é a palavra mágica para
os desonestos, os vigaristas.

Anônimo disse...

Desculpe o plágio dos comentários acima, mas não dá para segurar:
Por que te Calas RBS?
Faltou a voz Rosane de Oliveira?