Governo Dilma e PT sofrem derrota humilhante na Câmara

O governo acaba de sofrer uma derrota humilhante na Câmara dos Deputados. Eis os resultados:

Eduardo Cunha, PMDB, apoiado pelos adversários do PT e de Dilma - 267 votos
Arlindo Chinaglia, PT, candidato chapa branca - 136 votos
Júlio Delgado, PSB, apoiado pelo PSDB e oposição - 100 votos

Não foi nem preciso dois turnos.

Somando-se os votos de Cunha e de Delgado, o governo, hoje, amealhou 367 votos contra seu candidato, que obteve apenas 138, muito menos do que imaginava.

Eduardo Cunha, apesar do PMDB, é adversário ferrenho de Dilma e do PT, que usaram de calúnias, difamações, pressões e compra de votos contra ele. A partir de agora, CPIs terão livre trânsito e, caso o povo vá para as ruas, terá um presidente da Câmara que ficará ao seu lado, até mesmo para impedir Dilma.

16 comentários:

Altamir Silva disse...

Um pequeno passo para uma grande queda... te cuida Dilma....

Anônimo disse...

Esperamos que realmente nos proximos 4 anos o Congresso trabalhe mais afinado com o povo.

Anônimo disse...

Acho que agora terminou o cabresto.A pistoleira vai piar fino.

Anônimo disse...

Essa vitória deu uma amenizada neste sofrer que se tornou a política, para nós cidadãos brasileiros. E olha que esse Cunha é uma porquera, nada confiável.

Anônimo disse...

O "coisa ruim", alcunha do Eduardo Cunha, ta chegando...vai meter a faca no pescoço de Dilma com a questão do impeachment... certeza é que isso vai custar bem caro pra todos nós... vem aí o Mensalão II

Anônimo disse...

Qual "derrota humilhante"? Eles continuam a controlar as duas casas!!! Derrota seria, se a oposição tivesse emplacado pelo menos a presidência de uma das casas do Congresso!!! Por isso, não esperem êxito numa eventual tentativa de instaurar um processo de impeachment contra Dilma ou algum parlamentar do PT ou da base!! Eventual CPI, então, será totalmente INÚTIL!!!!

Anônimo disse...

Políbio, só nos resta torcer para que novos ventos soprem lá pela Câmara dos Deputados, e o Eduardo Cunha trabalhe à favor do Brasil e dos cidadãos de bem, impedido o avanço do totalitarismo bolivariano aqui no nosso país!

Anônimo disse...

1aNÔNIMO
Sai o aroma de pizzaria e começa a surgir um cheiro de "impeachment"...
Lá no Senado Renan ganhou "sozinho", sem a ajuda do Palácio.
Sarney, outro líder do PMDB rompeu com Dilma. Os governadores na míngua, a economia derretendo, secas e apagões...
O Titanic do Palácio do Planalto encontrou o seu iceberg?

o vingador disse...

Näo entendo o editor o Renam no senado a corrupção que ganha e com Cunha na camara ê derrota do governo mas os dois são da mesma pipa ou estou ficando louco PMDB e respondem a diversos processos e olha que a lava jato ainda näo chegou neles por enquanto e so disque me disque mas cachorro comedor de ovelha so matando.

FAÇANHA disse...

A Câmara é o tambor do legislativo; o Senado é mais lento.

Anônimo disse...

Políbio, que maravilha, se a Dilma for impichada junto com o seu vice que também está metido na corrupção, o presidente do Brasil será o Eduardo Cunha, que já demonstrou ser um político com mais sensatez que grande parte dos seus colegas!

fred oliveira disse...

Polibio, que a justiça brasileira cumpra seu papel e o congresso nacional faça o mesmo. Impeachment ja'.

Rigor Crítico disse...

Raciocínio sobre "Partido feito gêlo no sol a pino": 1. O PT do Lula atingiu coesão máxima na data da vitória/2002 (Carta Aos Brasileiros era às brincas p/ esfriar mercado); 2. Designação de Meireles desesperançou muitos petes; abandono do Fome Zero incomodou muitos petes: mensalão abalou muitos petes; 3. Programa Bolsa Família e vitória/2006 reavivou coesão PT sem que recuperasse incomodados e abalados; 4. Arenga PACPACPAC de Lula acabou com cega adesão/aprovação de muitos petes; candidatura de Dilma/2010 indignou/afastou muitos petes; 5. Julgamento/condenação pelo STF dos mensaleiros atemorizou/afastou muitos petes; 6. Rebelião dos black blocs/2013 e repúdios pelas multidões no entoar “ei Dilma vtnc” afugentou muitos petes; Dilma/2015 com sua herança maldita (petrolão incluso) está a provocar repúdio de muitos petes; chegada de Cunha na presidência da Câmara certamente porá a correr muitos petes; 7. Neste início de 2015 a petezada está bastante diminuída e, o que resta está muito confundida entre petes sem Dilma, petes sem Lula e petes sem Dilma nem Lula; 8. Caso diferenças/disparates a distanciar Lula e Dilma se tornarem definitivas então haverá PT da Dilma/2015 e PT do Lula/2018; 9. Reparar que dá de colocar o PT de “gelo” e para “sol” colocar a vontade de acertar/melhorar do brasileiro; 10. A única chance de o PT não desaparecer - “gêlo a derreter/escorrer” – será de se tornar partido de arregos p/ cair fora dos cargos executivos.

Anônimo disse...

O Diabo está cansado de tanto ser usado. A Dilma disse que ia fazer o Diabo nas eleições e tantas mais fez contando sempre com o auxilio dele e sempre querendo mais e sem dar descanso ao demo que ele começa a ficar baqueado pela sobrecarga de trabalho e horas extras. Além disso o capeta
consultou a legislação e constatou que estava sendo usado
como mão-de-obra escrava, ficando
revoltado, porque antes ninguém
debochou dele desta maneira.
Avisou que quer receber tudo,
inclusive insalubridade e recebeu
uma PROMESSA de que receberia, mais até agora nada.Depois disso
o Diabo começou a fazer corpo mole e trabalhar menos e os resultados negativos já estão aparecendo.
O pior pode vir por aí, com o
Demo cobrando a conta, ele até
já informou que se não receber o que pede para hontem, com o diabo no corpo poderá pintar o sete, soltar os capetinhas, fazer o diabo a quatro e mostrar o que é bom para a tosse, fazer uma revolta dos infernos.

Anônimo disse...

Lá vem mais um mensalão, PF e MP, olho vivo nos corruPTos!

Anônimo disse...

Não tenho esperança. Infelizmente, pelo que vimos até agora na nossa política, as coisas mudam para ficarem iguais!