Artigo, Marco Antonio Costa Souza - Tributo a Paulo Renato: Enem e Fies

Paulo Renato Souza. 



Neste artigo publicado hoje no jornal Zero Hora, Marco Antonio lembra o ensinamento criminoso de Goebbels, o “marqueteiro” de Hitler: “Uma mentira repetida mil vezes torna-se uma verdade.” Ele se refere à prática da presidente Dilma durante os debates com Aécio Neves, nos quais mentiu desbragadamente. Um dos casos que ele lembra são os do Enem e do Fies, que Dilma assumiu como obras do PT, quando na verdade foram obras do PSDB. Vale a pena ler:

Durante o último debate presidencial (Rede Globo), a candidata reeleita afirmou:”Nós somos a favor do Enem, que é uma forma de acesso democrático à universidade. Ao mesmo tempo, criamos o Prouni, criamos o ProUni que é o acesso à universidade privada e à faculdade privada para as pessoas que não têm renda para pagá-la, e também fizemos o Fies. Candidato, por que vocês foram contra o Enem, foram contra o ProUni, entraram até na Justiça contrário a ele?” (grifei)
A primeira e grosseira inverdade dita pela candidata reeleita refere-se ao Fies, pois o mesmo foi criado em 1999, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, sob comando e inspiração de Paulo Renato Souza, então Ministro da Educação.
Adiante, Dilma Rousseff novamente faltou com a verdade, pois afirmou que “vocês”, referindo-se ao PSDB, “foram contra o Enem” (sic).  A assertiva presidencial conduz inequivocamente à ideia de que o Enem foi uma criação do PT.  Nada mais falso e mentiroso.  O Enem foi igualmente criado durante o governo FHC, também sob a batuta, comando e inspiração de Paulo Renato.
Ao tentar adonar-se indevidamente da criação do Enem (através de uma falácia grotesca) e do Fies, a candidata reeleita concedeu ao ex-ministro Paulo Renato o reconhecimento que lhe faltava. Caso não fosse uma ideia brilhante, Dilma Rousseff não correria o risco de reivindicar falsa e direta ou indiretamente a paternidade dos projetos que passaram muito longe do seu partido, que, aliás, fez uma oposição ferrenha à aprovação dos mesmos.
Neste caso, Dilma Rousseff não poderá dizer que não sabia ou que não disse, pois suas palavras foram ouvidas e testemunhadas por milhões de brasileiros que não mereciam ser brindados com falsidades tão grosseiramente mesquinhas, especialmente porque aquele que realmente criou o Fies e o Enem não está mais entre nós para defender sua paternidade.
E mais, Paulo Renato também criou com FHC o “Bolsa Escola”, origem legal do “Bolsa Família” (Lei nº 10.2019/2001 combinada com a Lei nº 10.836/2004).

Paulo Renato merece este tributo.

14 comentários:

Anônimo disse...

Agora não adianta os bois falarem, deveriam ter dados estas informações a época.

Anônimo disse...

resumo da ópera...

o PSDB é extremamente incompetente em fazer propaganda das suas iniciativas...

se não fosse dar tanto na vista, não tenho duvidas de que a petralhada tentaria também gatunar o Plano Real...

acho que ate tentaram, mas essa não colou...

é urgente que o PSDB se aprimore nessa área de gestão de marketing...

Luiz Vargas disse...

Quem mentiu que tinha mestrado e doutorado e também sobre um dossiê sobre Ruth Cardoso ser um "banco de dados" é capaz de MENTIR SOBRE QUALQUER COISA.
Tem um certo povo bovino que prefere ouvir e acreditar em mentiras ao invés de escutar uma só verdade que seja.

FAÇANHA, o advogado do povo disse...

Dilma é cidadã honorária de Nova Bréscia e irmã gêmea do Pinocchio.

Anônimo disse...

A história já está sendo reescrita, esse é o fato.
Inclusive ela que era defensora da democracia na década de 60/70, injustamente presa, coração valente.
Esse país caminha a passos largos para o buraco.

Anônimo disse...

Falta vergonha,carater e dignidade para essa senhora.
Que belo exemplo ela dá ao neto,mentindo e mentindo.
Não adianta dizer a uma crianca que não se deve mentir quando os pais mentem.
Não adianta dizer para serem honestos quando eles próprios não são.
Então fica mais feio ainda essa senhora,presidente da republica,mentir e mentir e mentir.
Que credibilidade ela tem?
Parabens ao articulista que fez justica ao brilhante ministro e educador Paulo Roberto de Souza

Anônimo disse...

Concordo com o comentario das 9:44.
Falta a coragem de mostrar o que fez:Controlou a inflacão do que o PT se aproveitou,criou o Enem,que o incompetente do Fernando Hadad conseguiu baguncar,criou o Fies,criou os programas sociais que unificados deu o bolsa familia,que hoje está totalmente desvirtuado porque a miséria extrema aumentou no Brasil e virou bolsa voto.
A política externa,que era modelar,hoje é uma coisa.
Que país vão deixar quando nào tiverem mais nada para saquear?

Anônimo disse...

SEMPRE foi OBJETIVO dos SOCIALISTAS arrasar o PAÍS. Isto ouvi da boca de um destes.

Para os socialistas o que MAO fez é o exemplo a ser seguido. Eles querem fazer o mesmo aqui, COM APOIO dos Bolivianos, Venezuela, Cubanos e possivelmente Uruguai, colocar a população brasileira aos seus pés.


Anônimo disse...

Petistas nunca produziram um prego, como pensar que eles possam criar algo? Como disse Roberto Campos: O PT e o partido do trabalhador que nao trabalha, do estudante que nao estuda e do intelectual que nao pensa.Foi a melhor e mais realista definicao que alguem, poderia fazer.

Anônimo disse...

Outro nome que pode ser patenteado pelo PSDB e o PAC, servico dos Correios criado no governo FHC, e so pesqisar no Google.

Anônimo disse...

PTISTA ou PTRALHA? Anonimo que bostou texto as 15:03.

Continuas em campanha para 2018, mas nós também não lhes daremos trégua aqui, seu nojento!

Anônimo disse...

É lamentável afirmar que essa mentira em eleições funciona e sempre vai funcionar em razão do direito de voto ao analfabeto. Pessoas instruídas não caem nessa conversa enganosa de políticos. Tudo leva a crer que os políticos em geral adoram o direito de voto dos analfabetos e é por este motivo que fica difícil acreditar que farão algo sério para instrução dessas pessoas, quer hoje, quer amanhã.

Anônimo disse...

Mas tchê, mentir faz parte da doutrina comunista, assim ensinava Lenin...::

"Os comunistas deve lembrar-se de que falar a verdade é um preconceito pequeno-burguês; uma mentira por outro lado, é muitas vezes justificada pelo fim".

Ingo Maximo disse...

Tem que agradecer é a Unesco quem patrocinou tudo isso. Tem até o nome dele no site oficial da Unesco.