Ex-dono da Petroquímica Triunfo (Pólo do RS): "A entrega da Triunfo para a Odebrecht compromete Dilma mais do que Pasadena"

O vídeo do link a seguir traz uma fala devastadora do empresário paulista Caio Gorentzvaig, filho de Boris, o homem que criou a Petroquímica Triunfo e que acabou sendo apunhalado pelas costas por seus dois sócios, a Petroquisa e a Odebrecht.

. O editor conheceu Boris em Triunfo, no Polo Petroquímico, numa das vezes em que ele assumiu o comando, depois de dobrar seus sócios em juízo. Ele não durou ali. 

. No vídeo, Caio denuncia Dilma pela expropriação da sua companhia, numa ação inesperada de privatização decidida em 2009.

. As denúncias são espantosas.

. Personagens como Sérgio Gabrielli e Paulo Costa são tratados com crueza na fala. Ele revela que ambos foram até a casa dele com ameaças.

CLIQUE AQUI para ler.

13 comentários:

Anônimo disse...

Fala-se por aí que a dívida da Odebrecht é de 80 bilhões! Mas então esta empresa já quebrou, é uma dívida impagável, mas isso é muito estranho, pois esta empresa é a maior parceira dos PeTralhas, e por esse motivo deve haver maracutaia.
É preciso saber para onde está sendo drenada esta grana toda, o calote é questão de tempo, e provavelmente o BNDES é o maior credor!

Anônimo disse...

é interessante ter mais números, pois trata-se de uma transação de empresas importantes, em um segmento que prima pela governança , sem um aprofundamento fica uma simples denúncia ou apenas um desabafo de alguém que em uma relação não ficou satisfeito. não conheço os senhores, não conheço a empresa mas não sou um público que engole qual quer coisa.

Anônimo disse...

Faz vinte anos que ouvi de funcionários da ODEBRECHT a sua forma de atuação.

Anônimo disse...

Assisti o filme, é coisa de mafiosos.
A que ponto chegamos !

Anônimo disse...

Políbio,

A Petrobras sempre foi cruel com a iniciativa privada.

Elles apenas suportam os empresários porque necessitam deles, mas na primeira oportunidade que surge vão a forra!!

Essa é a Petrobras, este é o Brasil!!

Privatização já!!!

JulioK

Anônimo disse...

Complementando JulioK.

A PTROBRAS smpre foi boazinha para quem contribui com as campanhas politicas do PT.

Raul Carlos disse...

Foi essa empresa Odebresht que financiou a estadia de Lurian na frança quando lá morou?

Anônimo disse...

A declaração de ódio do PT aos brasileiros

https://www.youtube.com/watch?v=FpSO-pWoTr0

Hernane Genu disse...

INFELIZMENTE A CANALHADA DO PT DESCOBRIU NA PETROBRAS UMA DAS MAIORES LOJAS DE NEGOCIOS ONDE OS VALORES ERAM TÃO ALTOS QUE OS MILHOES NAO ROUBADOS ERAM TAO NOTADOS MAS A GANANCIA EXTRAPOLOU SO LIMITES DO RAZOAVEL (PARA A MENTE DE LADRÃO) E AGORA ESTA VINDO AA TONA UMA DAS MAIORES FALCATRUAS DESTA CORJA QU EDEVIA ESTAR PRESA FAZ TEMPO

Gerson disse...

Por favor senhor Jornalista, investigue melhor antes de sair publicando qualquer denúncia fajuta. Fiz uma pesquisa básica na internet e me deparei com o seguinte sobre esse senhor e seu pai (já falecido). A briga deles com os outros sócios da empresa começaram em 1985; depois em 2001, portanto em pleno governo FHC, o pai desse senhor foi retirado do comando da empresa por descontrole. Por causa dessa questão do controle da empresa, ele está pedindo uma indenização de 1 bilhão para sair de cena, após ter perdido em todas as instâncias na Justiça. Esse senhor do vídeo foi candidato pelo PPS em São Paulo em 2010 para deputado federal (coligação PSDB/PPS/DEM), portanto tem todo o interesse em prejudicar o governo Dilma. Ser jornalista hoje é fácil hein, não precisa conferir nada, é só sair enxovalhando todos em nome da dita Liberdade de Imprensa. Em nome dessa liberdade de imprensa já sei que não vai publicar meu comentário.

Anônimo disse...

Tá explicado a briga:
No final quem leva é a Odebrecht (sócia no planalto), via Braskem.
Fonte: Fabio Portela - Veja.com
"Será duro para a oposição furar o bloqueio erguido pelo governo contra as investigações da CPI da Petrobras. Se isso ocorrer, os senadores deveriam incluir na lista de questionamentos à direção da estatal o caso da Petroquímica Triunfo, uma gigantesca planta industrial, localizada no interior gaúcho, que produz matéria-prima para a produção de plásticos. A Petrobras detinha 85% do capital da Triunfo. Os outros 15% estavam nas mãos da família Gorentzvaig, cujo patriarca, Boris, foi um dos pioneiros da implantação do Polo Petroquímico do Sul, no fim da década de 70. Logo que a Triunfo começou a operar, nos anos 80, a Petrobras e os Gorentzvaig se desentenderam. Desde então, digladiam-se na Justiça para saber quem deve dar as cartas na Triunfo. Para encerrar o litígio, o juiz Mauro Gonçalves propôs em junho do ano passado que a estatal vendesse sua parte aos Gorentzvaig por 250 milhões de reais. A Petrobras topou sair do negócio, mas cobrou um valor maior por sua participação: 355 milhões de reais. Os Gorentzvaig concordaram com o novo preço. O negócio deveria ser sacramentado em outubro, durante uma audiência de conciliação judicial. Mas a advogada da Petrobras, Andréia Damiani, foi ao tribunal para dizer que a empresa não queria mais acordo. Alegou que já havia passado muito tempo desde que a empresa fizera a contraproposta e "razões estratégicas" impediam a conclusão do negócio. A advogada reclamou, também, do pedido de due diligence, investigação contábil, jurídica e econômica feita antes do fechamento de grandes negócios. Para ela, a due diligence iria "embolar o meio de campo".

No mês passado – e é aí que o caso se torna curioso –, a Petrobras decidiu repassar a Triunfo para outra empresa, a Braskem, da qual é sócia minoritária, por 250 milhões de reais, pagos em ações. Preferiu receber 250 milhões de reais em ações por 100% da Triunfo a 355 milhões de reais em dinheiro por 85% da mesma empresa. Os Gorentzvaig, minoritários na petroquímica, foram obrigados a sair do negócio e a também aceitar ações da Braskem em troca de sua participação. "Entregaram a Triunfo para a Braskem", diz Caio Gorentzvaig. A Petrobras alega que o negócio é lícito e contribuiu para a "consolidação da indústria petroquímica nacional". Controlada pela Odebrecht, a Braskem já era dona do polo petroquímico da Bahia e da refinaria paulista de Paulínia. Diz Gorentzvaig: "Vamos à Justiça para tentar derrubar essa transação"."

Anônimo disse...

Gerson,
Você critica o jornalista por falta de investigar, você parece mais um a DEFENDER tudo o que fazem de errado por ai.

Então vamos seguir teu raciocinio e PENSAR UM POUQUINHO (tudo entre aspas é teu) :

- A briga
"A briga deles com os outros sócios da empresa começaram em 1985;"

Faltou você colocar que a coisa só teve fim em 2014 com a transferência da Triunfo para uma dita cuja e já muito conhecida ODEBRECH (Detentora da BRASKEN, do Porto de Mariel, de obras da copa, das obras na África, das obras na Venezuela...tudo via BNDS), pior que isso, nesse caso SEM USAR UM CENTAVO SEQUER, foi uma transação de TITULOS.
Ele e o pai queriam pagar em DINHEIRO VIVO, a Petrobras não aceita dinheiro, mas aceita TITULOS num valor menor? Esquisito não acha?

";depois em 2001, portanto em pleno governo FHC,"
Muito bem, começa portanto em 1985, depois chega a 2001, vara pelo governo FHC todinho, passa o de Lula e só chega a uma finalização em 2014 no governo Dilma:
Isso só mostra o seguinte:
Fernando Henrique não se intrometia na Petrobras, Lula também não se meteu, e como as coisas estão, talvez as coisas ainda não estivessem com esse aparelhamento todo que vemos hoje. Talvez ainda não fosse a hora. VEJA BEM, TALVEZ, só estou estranhando... não estou afirmando nada.

- A Candidatura
"Esse senhor do vídeo foi candidato pelo PPS em São Paulo em 2010"

Esse senhor, no mínimo não deve mais acreditar nos Tribunais desse país. Deve acha-los POUCO CONFIÁVEIS.
Ameaçado por pessoas ligadas à essa HISTÓRINHA MACABRA e sabendo que QUEIMA de ARQUIVOS não é uma coisa muito incomum nesse país ( veja caso PC FARIAS, Prefeito Toninho de Campinas, Prefeito Celso Daniel, só para citar os casos mais famosos E NÃO MUITO BEM RESOLVIDOS ...) o que o homem faz?

Lança um vídeo na internet - Lógico, assim mostra seu rosto ao público (Eu nunca tinha visto nem ouvido falar nesse senhor, e você ... o conhecia?)
E para completar (porque de burro ele não tem nada) se coliga com algum partido politico para se canditar à Deputado Federal.
Lógico que pelo PT é que ele não iria se candidatar certo? Esquece que ele diz ter sido ameaçado?
No lugar dele eu também iria ficar longe, mas muuuito longe daqueles que o ameaçam. Queima de arquivo por Decreto? Quer morrer?

- As Críticas e a liberdade de imprensa.
"Ser jornalista hoje é fácil"
Criticar também é fácil, perder tudo e ficar na pele desse homem é que deve ser difícil.

"em nome da dita Liberdade de Imprensa"
MOOOÇO !!!! DITA LIBERDADE? Assim você está praticamente se colocando a favor e impondo UMA CENSURA da imprensa.

"Em nome dessa liberdade de imprensa já sei que não vai publicar meu comentário"
Ta vendo? PUBLICARAM - tua liberdade foi garantida.

- Finalizando

Gerson, que bom que você foi verificar, muitas pessoas nem isso fazem.
Pena que você voltou já com uma idéia formada - CRITICAR O JORNALISTA - e esqueceu que as coisas acontecem muitas vezes por muitos e muitos motivos. Variáveis existem, coisas estranhas também podem acontecer.
Seria melhor que você passasse a se colocar como CRITICO não de uma visão simplificada (levantada só na internet) ou dita por outros, mas CRITICO mais aberto às inúmeras possibilidades.

Ao contrário de sairmos criticando jornalistas, seria melhor incentivarmos a publicar as coisas que não são fofocas
Exemplos?: Bêbados - Aécios , TRÊBADOS - LULAS... País está dividido entre Norte e Sul ... Marina Silva é amiga de banqueiros
O que vimos aí são fatos reais, são fatos não muito bem resolvidos, e para NÃO VARIAR, mais um da PETROBRÁS. Imagine as outras.

O Jornalista fez seu papel, divulgou. O caso ficou mais conhecido.
Que tal cobrarmos, que tal os políticos Investigarem? QUE TAL A POLICIA INVESTIGAR e que tal A JUSTIÇA (agora com o povo sabendo) fazer o seu papel DIREITO.

JORNALISTA - Se souber de algum outro caso, SEJA DE QUAL PARTIDO FOR, por favor, NÃO DEIXE DE FAZER O TEU TRABALHO - IMPRENSA e JUSTIÇA LIVRES.

Anônimo disse...

Verdadeira humilhação para a sociedade comum de pessoas trabalhadoras e de bem, que banca tudo no fim das contas.

País com maioria de homens comuns de verdade e honestos com nada de poder, indefesa e minoria sem honestidade e poder absurdamente incompreensível no seu gigantismo.

executivo, legislativo judiciário sem poder e ou sem condições de tempo hábil, sem vontade , sem desejo, sem vergonha suficiente e ou qualquer outra coisa... Em maioria ou minoria... Faltando homens e mulheres de verdade nesse país pra combater as injustiças e práticas anti-éticas.

Preciso voltar ao trabalho pra poder sustentar o "sistema".