RBS quer agregar matemáticos, economistas e até agrônomos às redações dos seus mil jornalistas

A RBS resolveu encarar discussões em nível de diretoria para agregar profissionais de outras áreas ao seu rol de mil jornalistas contratados. O assunto foi encaminhado formalmente ao comitê editorial a proposta de contratação de matemáticos, economistas, engenheiros, agrônomos, tecnólogos e cientistas, visando encorpar a qualidade dos conteúdos de informação.

. O assunto tem sido tema da plataforma tecnológica que a RBS toca em conjunto com a Tecnopuc, visando estudar a aplicação do jornalismo sob uma ótica tecnológica do consumidor.

. Em redações de jornais europeus e americanos, a participação de profissionais de áreas diferentes do jornalismo é comum. 

Nota do editor
Quando o editor não citar fonte alguma é porque a fonte é ele mesmo, responsabilizando-se integralmente pelo que publica. 

10 comentários:

Anônimo disse...

Fonte?

Mordaz disse...

A exigência de diploma para jornalista na época do regime militar nos atrasou tremendamente nesta área. Vamos ver se esta pluralidade resgata o baixo nível desenvolvido pelos "diplomados" em coisa nenhuma.

Gilrikardo disse...

Não seria mais inteligente e de grande valia implementar cadeiras exclusivas de jornalismo em outros cursos e assim teríamos a qualificação da matéria garantida.

Surfista Prateado disse...

Tá precisando urgentemente é de professores de português... Não há dia em que não se ouça "câmera" onde deveria ouvir "câmara" e coisas do tipo "ministro dicano" quando era para ser "ministro decano"... De DOER!

Anônimo disse...

Eles precisam antes é de um curso de ética e coerência com a verdade na comunicação!

Anônimo disse...

Não mandou currículo ainda?

Anônimo disse...

Ja era tempo. O que dizem de besteiras esses jornalistas... Nao entendem de nada e falam de tudo.
Na cabeça deles estar numa Zero Hora da credenciais para opinar sobre tudo.

Mario Rangel disse...

Bah!!!! este Políbio tem muita bala na agulha:

"Nota do editor
Quando o editor não citar fonte alguma é porque a fonte é ele mesmo, responsabilizando-se integralmente pelo que publica."

Mas a bala é de festim...

Aquiles disse...

É BOM MESMO QUE COLOQUEM ECONOMISTAS E ENGENHEIROS NAS REDAÇÕES.

ESPECIALMENTE DA RB$.

AS FACULDADES SUPERIORES DA COGNIÇÃO E DA INTELIGÊNCIA HUMANA SÓ SE DESENVOLVEM MEDIANTE ESTUDO APLICADO E DISCIPLINADO DE CÁLCULO E GEOMETRIA, COISA QUE CURSOS COMO JORNALISMO, DIREITO, HISTÓRIA E "CIÊNCIAS HUMANAS" NEM PASSAM PERTO.

Anônimo disse...

O editor novamente poZando de mae diná e/ou oráculo de pretropolis.