As 14h, tem Joaquim Barbosa x Lewandowski. Chegou a hora da verdade para o STF.

Todos os holofotes estão voltados para a atitude que Joaquim Barbosa adotará a partir das 14h, ao reabrir a sessão de julgamento dos recursos do julgamento do Mensalão

. O que todo mundo aguarda com ansiedade é o seguinte?
- Joaquim Barbosa pedirá desculpas por ter acusado seu colega Lewandowski de chicaneiro?
- Se não pedir desculpas, Lewandowski deixará por isto mesmo?
- Joaquim Barbosa não só não pedirá desculpas, como continuará radicalizando para forçar os demais ministros alinhados com Lewandowski a se comportarem como manda a lei e enfiarem logo na cadeia os mensaleiros?

. O presidente do STF compreende bem o cenário em que atua neste momento e sabe que se não jogar duro com os chicaneiros claros ou ocultos, o julgamento do Mensalão poderá virar aquela imensa pizza que todos esperavam que acontecesse em algum momento. Joaquim Barbosa já deixou vazar que não aceitará pizzas, porque antes disso fará um gesto teatral para a história: jogará a toga sobre a mesa, renunciará e irá embora para casa - ou para as ruas. 

.Chegou a hora da verdade para o STF: cumpre sua função republicana dentro do estado democrático de direito ou abre caminho para se transformar num tribunal de justiça bolivariano. 

7 comentários:

Anônimo disse...

Não se faz omelete sem quebrar os ovos.
Infelizmente Barbosa teve que quebrar alguns ovos e pisar noutros para, pelo menos tentar, moralizar esta bandalheira generalizada que ocorre não só no governo como no judiciário.

Anônimo disse...

Manda logo os vagabundos para a cadeia e depois deixa os advogados deles tentando alguma coisa.
Tá mais do que na hora de acabar com essa lenga lenga : cadeia já pro Zé e sua quadrilha !

Anônimo disse...

Barbosão- coloca a gorduchinha na marca de cal e chuta de bico.

Anônimo disse...

Esta historia de chicana nos tribunais ocorre não apenas no STF. Lá, por exemplo, o julgamento da "desaposentação" está dormitando em alguma gaveta, parece que um ministro pediu vistas, e o processo não anda. Não há interesse do executivo.

Anônimo disse...

Estou ouvindo agora o Polêmica sobre o assunto. A maioria dos convidados é simpatizante dos mensaleiros e estão descambando em cima do Barbosão e, incrível, eles conseguem argumentos para elogiar o incompetente e salafra Merdalhowsky

Anônimo disse...

O que se deseja da justiça é que os culpados sejam condenados e os inocentes, inocentados, independente da opinião pública ou publicada. E serenidade ao Presidente do STF.

Anônimo disse...

De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver properar as injustiças,
etc... tudo isso ainda hoje, até lá, está ocorrendo, hoje infelizmente no STF. MENSALÃO, DESAPOSENTAÇÃO, REPERCUSÃO GERAL, NADA MAIS ANDA. E OLHA QUE ESTÃO DEVORANDO UMA GRANDE, SEM DECIDIR NADA, É UM ROLA ENRROLA.