Ex-secretário do PCdoB recebia propinas a prestação para campanha do PCdoB

- O PCdoB prometeu falar esta tarde, 15h,
na sua sede, sobre o caso, numa entrevista coletiva.


É constrangedora a humilhação pública a que está sendo submetido o PCdoB do RS. Vale a pena relembrar duas informações liberadas neste final de semana sobre o Partido:

Manchete (título principal em 5 colunas) de Zero Hora, sábado – Tarso põe em dúvida PCdoB no Ambiente.
Título em duas colunas, Zero Hora desta segunda-feira - Dinheiro seria para campanha do PCdoB.

. Nesta última matéria, o jornal transcreve diálogo entre o ex-secretário Carlos Fernando Niedersberg, PCdoB, com Giancarlo Tusi Pinto, diretor do Instituto Biosenso, no qual pede dinheiro (R$ 15 mil) para a campanha de Jussara Cony (ex-secretária do Meio Ambiente, ainda no governo Tarso). O grampo feito pela Polícia Federal, cuja transcrição foi para ZH, traduz esta fala do secretário:

- Vixê, nossa, é gratidão eterna, é óbvio que pode (ele se referia ao desejo do Biosenso de pagar a propina em três vezes).

- As CPIs da Câmara de Vereadores e da Assembléia poderiam investigar melhor e punir melhor, caso os Partidos não estivessem interessados em botar uma pedra em cima do assunto. Na Assembléia, PMDB e PP evitam assinar o requerimento de CPI feito pelos tucanos, que precisam mais 11 nomes (PP e PMDB possuem 15 deputados), enquanto que na Câmara tudo depende de uma assinatura, mas ninguém da base, de onde poderia sair um nome, quer assinar. Aliás, um dos signatários da CPI na Câmara é a vereadora Jussara Cony. 

7 comentários:

Anônimo disse...

Onde anda o ético Carrion?

Anônimo disse...

se não querem apurar o fato é porque tem seus rabos presos. a quem interessa que não se apure nada?

Anônimo disse...

Manu será candidata a vice-governadora de Ana Amélia "RBS" Lemos?

Justiniano disse...

Esse decrépito partido que preconiza políticas que foram enterradas no século passado tem mesmo que constar somente nos livros de história. Espero que esses "alegados democratas" das ditaduras totalitárias sejam varridos da política.

Anônimo disse...

Está com dó do PC do B leva para casa, Sr editor.

Anônimo disse...

Se apologia ao nazismo é crime.
Por quê apologia ao comunismo não é crime?
O comunismo matou muito mais gente do que o nazismo.
Tanto um como o outro são ditaduras sanguinárias.
Alguém quer mais apologia ao comunismo do que permitir a existência de partidos comunistas?

Anônimo disse...

Risivel a nota do PCdoB, atraves do seu presidente, Dep Raul Carrion, individuo que SEMPRE foi o primeiro a atirar pedra na janela dos adversarios, por qualquer suspeita ou insinuação.