Dagoberto Godoy saúda resistentes venezuelanos que disputaram a eleição de domingo

A mensagem a seguir foi enviada para a Fedecâmaras, a CNI da Venezuela, pelo expresidente da Fiergs, Dagoberto Godoy, que prossegue coerente com o que sempre pensou e sempre fez como líder empresarial brasileiro:

Estimados y valerosos amigos venezolanos:
Como ha dicho Henrique Capriles:
“EL PUEBLO CONTRIBUYÓ A ABRIR UN CAMINO Y ESE CAMINO ESTÁ ALLÍ”
Casi la mitad del pueblo de Venezuela se ha manifestado por la democracia y el respecto al libre pensar y a la libre iniciativa. ! Continúen en la lucha!

CLIQUE AQUI para saber dos resultados eleitorais na Venezuela.

7 comentários:

Daniel disse...

O tal Godoy deveria perguntar para os empresarios, colegas, que vendem, e muito, para o Ditador Chavez, o que eles acham? E me surpreende que o Godoy tambem nao foi votar em Caracas, ne? Mas ele, como o jornaleiro Polibio, terao nova oportunidade, agora em 2018, pra derrotar o Chavez. Ate la, caros democratas, os miseraveis continuarao pegando algum daquele volume de recursos produzidos pelo petroleo. Diferente dos tempos em que os governntes eram democratas com quem o Godoy simpatizava. Naquela epoca a dinheirama era toda roubada e depositada em contas bencarias bem longe da Venezuela. Mas isto nao é importante, ne? Importante mesmo, para o Godoy, é derrotar o Chavez. Que diga-se, ta cag... e and... pro Godoy.

Anônimo disse...

acreditar em eleições na Venezuela eh como acreditar em Papai Noel...

francamente, quem acreditava que Chavez iria "perder"?

em um pais onde vigora um sistema totalitário como o implantado por Chavez nunca pode-se confiar em resultados de eleições...

Biriva do Cerro do Tigre disse...

Lá como aqui tem 45% que não aprovam os métodos estalinistas de Chavez, mas o risco de saúde do Coronel ainda inspira cuidados. Logo, logo ele vai viver mais em Cuba do na Venezuela.
Ao contrário de Chavez, Simon Bolívar pregava o mérito e a concorrência e sempre apoiava as áreas técnicas, tanto que há uma frase sua dizendo que: "Gostaria que seu sobrinho (Bolívar não teve filhos) fizesse engenharia em vez de direito, pois segundo ele o país precisa muito mais de engenheiros para construir do que advogados".

Luiz disse...

Mas, como, assim, eleição na Venezuela?
Vocês da extrema direita raivosa vivem dizendo que lá existe uma ditadura sanguinária? Então não deve ser verdade que teve eleição.

Anônimo disse...

Ó o Daniel de volta ... desta vez defendendo o venezuelano Chavez, porque aqui pelo Brasil não tem mais quem ele possa defender ... rsrsrs...

Daniel, se existia corrupção na Venezuela, a eleição de Chavez pode ter dado um fim nela, mas nada justifica que ele queira se perpetuar no poder, ainda mais bancando o fanfarrão, negociando com as FARC, e sufocando o desenvolvimento de seu país..

A Venezuela trocou um modelo corrupto por uma ditadura..

E Daniel, ja que não tem mais nada para fazer por aqui, te muda pra Venezuela ou pra Cuba pra ir la beijar os pés de teus amados ditadores!

Anônimo disse...

Esse Daniel, sempre dá as caras, tentando atacar o Políbio e o editor mto democrata, posta o comentário desse petralha ladrão do dinheiro público. MENSALÃO....!!!

Anônimo disse...

A posição lutou e lutou, mas como sempre morreu na praia na Venezuela.

Esse tal de Godoy é um empresário por sinal muito fraco, fala até pelos cotovelos e não investe um centavco para o crescimento do Brasil, mesmo se o governo der incentivos para ele e vai ficar insatisfeito, é um empresário em franca decadencia e partidário.