Copom decidirá, hoje, nova redução da taxa básica. Ela cairá para 7,75%.

O Comitê de Política Monetária (Copom) deve anunciar, na noite de hoje, o oitavo corte consecutivo da Selic - a taxa básica de juros, atualmente em 8,50% ao ano - como mais um incentivo para reaquecer a economia. Caso isso se confirme, a Selic atingirá novo recorde de baixa. Apesar de a inflação estar em queda e de a atividade econômica continuar muito fraca, a maior parte dos analistas não espera um corte mais ousado, para 7,75%.

7 comentários:

Anônimo disse...

Políbio, tem um segmento que aposta numa taxa de 8%.

Anônimo disse...

Melhor resultado seria implantar o "Cadastro Positivo".

Anônimo disse...

Bom mesmo era no tempo em que você era secretário do Britto, apoiando do FHC, e aumentando os juros em 0,25% cada reunião. Ah, tempo bom, né?

Mario Rangel disse...

Que horror!!!

Anônimo disse...

Vai faltar dinheiro para pagar a folha e também o Mario Rangel. Taí o "horror" dele.

Anônimo disse...

A direita deve estar feliz "juros baixos".

Vão reclamar de que agora!!!!!!!

Felipe Lima disse...

ô Rangel, tu não tem nem idéia do que se está falando né??? Não saiu ainda o procedimento a seguir na cartilha do sindicato e aí a única coisa que tu tem pra dizer é "Que horror".
Cara, deixa de ser mais um otário útil e te manca pra roubalheira que o PT está fazendo neste país !
A propósito, malufastes hoje ???