Sarney passa mal, vai para o hospital de Lula e será operado domingo do coração

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deu entrada no final da tarde deste sábado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para a realização de exames de rotina. Segundo nota divulgada pelo hospital, os exames estavam agendados para a semana que vem, mas foram antecipados porque o senador se sentiu mal na noite de ontem (13). O porta-voz do Senado, Fernando Mesquita, confirmou a informação.

Sarney passou pelas primeiras avaliações (ecocardiograma e eletrocardiograma), que detectaram alterações compatíveis com o quadro de insuficiência coronária. Por isso, o paciente deverá ser submetido a cineangiocoronariografia (cateterismo) na manhã deste domingo, segundo a nota.

O senador será acompanhado por uma equipe coordenada pelo cardiologista Roberto Kalil Filho, que também trata o ex-presidente Lula.

*Clipping www.uol.com.br

8 comentários:

Anônimo disse...

Este Kalil teve ter pacto com o demonio.

Só trata de salvar e remendar tranqueiras e porcarias políticas.

Anônimo disse...

O fim destes dois seria um favor para o Brasil.

Anônimo disse...

Mas não tem um hospital em Brasilia so para os senadores.
Porque não foi pra là ??

Anônimo disse...

nem no primeiro mundo ha tratamento como esse...

jatinho, hospital de primeira, exames complexos e caríssimos feitos de imediato, medico de ponta a disposição...

e tudo mais rápido do que o tempo pra se cozinhar um bolo...

Nélio disse...

Sabem qual foi o motivo do quase infarto? Também foi gravado em conversas suspeitas...

Anônimo disse...

Mas, peraí, desde quando vampiro tem coração? Nestes casos tem que chamar o Van Helsing.

Anônimo disse...

Este não irá fazer falta para o Brasil, somente para os seus "cumpanheiros".

Anônimo disse...

Sírio-Libanes é ? !

E o SUS hein ?