Sartori volta a Brasília para empurrar Plano de Recuperação Fiscal dos Estados

O governador gaúcho José Ivo Sartori está em Brasília desde o meio da manhã. Ele atua junto aos deputados federais gaúchos para que votem esta noite o Plano Fiscal de Recuperação dos Estados.

Se o Plano passar, o governo gaúcho adiará por até quatro anos o pagamento de R$ 4 bilhões anuais da dívdida com a União, permitindo que Sartori, além disto, implemente o ajuste fiscal que não consegue levar adiante na Assembléia do RS.

O projeto ainda irá para o Senado, mas imagina-se rápida votação também ali.

Um comentário:

Anônimo disse...

O editor esqueceu de mencionar: Sartori, antes de implementar a Recuperação Fiscal no Estado, deve aprová-la na Assembleia do Estado. E, tanto por ser draconiana - colocando os Estado de joelhos perante a União-, e também por aumentar o total da dívida e jogar o problema para o próximo Governo (bem ao estilo do Tarso, não é editor?), dificilmente será aprovada pela Assembleia Legislativa.
Ainda mais próximo da eleição.
Devagar com andor que o santo é de barro editor.
Não estaria Sartori fazendo o mesmo que Tarso (pois quem voltará a pagar essa dívida é próximo governo)?