Dólar sobe com cautela no exterior e risco fiscal no radar

O dólar opera em alta diante da cautela no exterior após a decepção dos investidores com o PIB e a produção industrial na China, que vieram abaixo do esperado e reacendem temores com a recuperação da economia global após os choques da pandemia do vírus chinês e sob impacto da crise energética no país. 

Os ativos locais ajustam-se ao avanço dos retornos dos Treasuries e da moeda americana na manhã desta segunda-feira, e monitoram ainda a alta dos rendimentos do bônus britânico (Gilt) de 10 anos, após o presidente do Banco da Inglaterra (BoE), Andrew Bailey, sinalizar a possibilidade de alta de juros.

Nenhum comentário: