Taurus diz que já tem fila de 2 mil clientes para comprar seu fuzil


O novo decreto firmado pelo prsidente Jair Bolsonaro que regulamenta uso e porte de armas no país, libera compra de fuzil por qualquer cidadão

O documento permite que as pessoas consigam comprar arma produzida pela Taurus. Fuzil T4 (ao lado) foi criado em 2017 e se enquadra em novas especificações.


A Taurus revelou que já tem 2 mil clientes interessados em comprar a arma.


"O T4 é um fuzil de assalto, de uso militar policial. A versão que vai estar disponível para o civil não tem essa opção de rajada. É tiro a tiro. E essa, sim, se o cidadão cumprir todos os quesitos legais vai poder ter um desse em casa", explicou Benê Barbosa, especialista em armas e integrante do Movimento Brasil Livre.

26 comentários:

Anônimo disse...

2001 Também vou comprar.

Anônimo disse...

Tô na fila.

Anônimo disse...

É verdade então.

Pelo amor de deus o que uma pessoa comum vai fazer com um fuzil dentro de casa? Uma arma de guerra que custa perto de 10 mil reais?

Sou a favor de 'quem realmente precisa' e tem condição financeira e mental de ter a posse dentro de casa.

SÓ!

Anônimo disse...

vou comprar um para ter em casa. O vagabundo que botar o pé no pátio vai falar com o amigo diabo do lula no inferno.Todo o cidadão de bem tem que se defender e ter uma arma. O lula desarmou a população porque que ele é bandido ladrão.O PT sempre deu força para bandidos,assassinos,traficantes e ladrões.

Anônimo disse...

Sergio Moro não vai à marcha:

Brasil 21.05.19 - O Antagonista

Os atos convocados por apoiadores do governo Bolsonaro são para defender também o pacote anticrime de Sergio Moro, diz a Crusoé.

E para protestar contra a possibilidade de sua pasta ficar sem o Coaf.

Mas Moro já decidiu que não vai aderir às manifestações.

Anônimo disse...

Pelo que eu li a respeito, o fuzil liberado não pode ter rajada, tem que ser tiro a tiro. É destinado a praticantes de tiro e colecionadores

Anônimo disse...

Isso derruba "pesquisa" que 70% da população NÃO quer armas !

Anônimo disse...

É uma loucura comprar arma dessa marca. Vc vai se arriscar a morrer por causa de acidente de mau funcionamento. Deviam permitir a venda somente para às quadrilhas. 1

Anônimo disse...

Polibio, a cotação do MBL-Movimento Bum-Bum Livre como referência de algo sério está em queda livre! Outros heróis nacionais como os Antagonistas seguem pelo mesmo caminho. É duro, complicado demais ser comunista fabiano, pois chega a hora em que a máscara cai! E esta semana
é chegada a hora da verdade, já cairam e cairão máscaras em profusão!

Anônimo disse...

Da Taurus?Obrigado.Prefiro uma HK33.

Anônimo disse...

tu não sai mesmo na mão né editor? curte uma arminha então? ehehe

#Karambit disse...

Filtrem bem no psicotécnico pois vai ter bastante babaca se achando o Rambo de fuzil!

Luciano disse...

Se não me engano, a munição 5.56, mesmo que em determinadas armas fique abaixo do limiar definido no decreto para caracterizar armas permitidas, continua restrita por outras características definidas no próprio decreto. O t4 da taurus e similares provavelmente continuarão restritos. Talvez CACs possam vir a comprá-los mas ainda não foi definido nas portarias que irão implementar o decreto.

ganhatudo disse...

É só uma espingarda modernizada.

Anônimo disse...

Deus criou o homem, e Samuel COLT TORNOU TODOS IGUAIS...

Anônimo disse...

Finalmente...quero só ver não dar pisca na curva, ou colocar musica sertaneja alta, e os cobradores então, nunca mais vão bater na porta e por nisso, quero os testemunhas de jeová se afinado nas pernas quando olharem pra uma dessas.... Segundo meu presidente, tudo em atividade suspeita. Ali na Ipiranga tem um abrigo bom pra praticar.

Anônimo disse...

Guerrilha urbana e rural. Carnificina à vista. Pobre Brasil.

Anônimo disse...

Sou plenamente a favor da "liberdade" de escolher se quero, ou não, a posse e o porte de armas. Restringir calibres, como se faz até o momento, é idiotice.
O decreto foi muito feliz em condicionar o armamento à energia liberada pela munição.

Entretanto, na minha opinião, poderiam ter estipulado um limite que deixa-se o "T4" de fora, mesmo que para CACs.
Por uma razão bem simples: o termo "fuzil", na mente do brasileiro, está vinculado aos debates da violência das favelas, das balas perdidas, contrabando e etc.
E isso pode contaminar o entendimento, tramitação e aprovação do decreto.

Creio que seria mais apropriado, numa próxima etapa.

Cap Caverna disse...

Para os lunáticos esquerdistas, que são uns asnos homossexuais , isso os deixa em crise neurológica, mas para homens, é uma boa noticia. Aviso: entre estes 2 mil clientes que querem um Fuzil T4, estou inscrito.

Anônimo disse...

Faltou a Taurus informar o preço do fuzil.

Anônimo disse...

O pré-histórico das 15:07 precisa de um fuzil pra ser machão...

Anônimo disse...


Vai usar essa arma na guerra da insegurança que o PT criou ao incentivar vagabundos assaltantes a nada fazer e receber dinheiro de graça do governo !!

S Ó !

Anônimo disse...

Mais de 60% da população rejeita ter arma em casa:

Mais de 60% da população brasileira rejeita ter arma de fogo em casa; é o que revela pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo Instituto Paraná Pesquisas; 60,9% dos entrevistados responderam negativamente à pergunta: "O Sr(a) gostaria de ter uma arma de fogo em casa?". 36,7% disseram que sim. A oposição maior é das mulheres (70,6%), jovens e pessoas das camadas mais pobres...

21/05/2019 - Brasil 247

Anônimo disse...

Maravilha! Também quero.

Anônimo disse...

Será que os Donos dos morros e/a fatima Bernardes, vão aceitar esse "rebaixamento" ?

Anônimo disse...

Miliciano não???