Pedidos de falência sobem 10,3% em janeiro

Os pedidos de falência no País tiveram queda de 14,5% no acumulado de 12 meses até janeiro, conforme dados da Boa Vista. Já as falências decretadas registraram alta de 1,3%, enquanto os pedidos de recuperação judicial subiram 2,8% e as recuperações judiciais deferidas, 3,5%, no período.

Contudo, na comparação mensal os pedidos de falência avançaram 10,3% e as falências decretadas cresceram 46,9% em janeiro no confronto com dezembro. Em contrapartida, registraram quedas os pedidos de recuperação judicial, de 43,7%, e recuperações judiciais deferidas, de 56,8%.

7 comentários:

Anônimo disse...

Quem está falindo são os comerciantes nas mediações da Riachuelo e Mal.Floriano por causa da maldita casa azul que não passa de um escombro escorado. Que a população aprenda que não basta não votar no PT.Tem que saber escolher os candidatos.Pela ordem natural das coisas,era o Mello que tinha que ser o prefeito e não o incompetente Marchezan.Nada aqui em Porto Alegre é resolvido.Esta história da casa azul é uma vergonha.É apenas uma parede caindo aos pedaços.Nada mais que isso.Aí cercaram o lixão,e todas as ruas na volta sofreram modificações no trânsito.Os clientes sumiram das lojas.Ontem teve protesto na rua dos comerciantes.Estão fechando as portas e mandando funcionário embora porque tudo ali na volta parou. A prefeitura é mal administrada.A pior administração da história.Casa azul que não passa de uma parede podre.A famosa ex confeitaria Rocco, um símbolo dos belos tempos de Porto Alegre,está atirada,faltando a iniciativa da Prefeitura para abrir as portas novamente.O pior prefeito da história.

Anônimo disse...

Com todos esses Impostos cobrados pelo governo mais os inúmeros direitos do trabalhador alguém ainda se habilita ter algum investimento aqui no Brasil? Claro que não ninguém é louco.

Anônimo disse...

Vemos que está virando moda, sugar, endividar, e cair fora com o bolso cheio, ainda mais se tiver aporte de financiamento público no meio oriunda de uma suposta reestruturação ou expansão. Pra quê ficar se estressando todos os dias com um negócio que só dá dor de cabeça, funcionários, processos trabalhistas, agendas, compromissos, etc... e o imposto levanto os lucros.

Anônimo disse...

Esse é o impacto da iniciativa privada espremida pelo setor público corrupto e sugador de impostos.

O povo brasileiro não aguenta mais a caga tributária e a roubalheira e mal uso do dinheiro público.

Anônimo disse...

A corrupção quebrou o país. A economia está na bancarrota. Isso é só o começo, e vai piorar ainda mais.

Anônimo disse...

O governo federal devendo mais de 4 Trilhões de Reais, e não tem como pagar. A economia a mingua por causa da corrupção generalizada, principalmente no setor público. A falência do Setor público é o inicio do fim da economia brasileira. O povo e a iniciativa privada não suporta mais a carga tributária, somada as taxas e a indústria das multas. A esquerda queria acabar com o capitalismo, que sustenta tudo, e parece que conseguiram, pois roubaram a vontade para esse propósito, deixando essa conta impagável e crescente. A quebradeira será geral, estamos no início de tempos difíceis, e o modelo de empobrecimento generalizado está chegando. O governo Bolsonaro "salvador da pátria", já provou que é um engodo, que vai arrochar o povo ainda mais por conta do rombo nas contas públicas que não tem solução. Se tivesse ganho a esquerda, apenas seria acelerado o que é inevitável, e o rombo seria ainda maior.

Anônimo disse...

herança maldita ? nova cuba? que ?