Inflação do IPC-Fipe registrou alta de apenas 0,46% em janeiro. É a menor variação desde 1999.

O IPC-Fipe registrou alta de 0,46% em janeiro, conforme os dados divulgados nesta manhã. Esse resultado ficou abaixo do esperado (0,58%) e é inferior ao registrado em dezembro (0,55%). 

A taxa foi influenciada pela aceleração dos preços de alimentação (1,15% em janeiro ante 0,31% em dezembro), de educação(3,02%, ante 0,08%) e de transportes (1,63% ante 0,76%). Contudo, esse movimento foi mais do que compensado pela deflação observada em habitação (de 0,73% para -0,17%), despesas pessoais (de 0,70% para -0,79%) e vestuário (de 0,11% para -0,18%), além da desaceleração em saúde (de 0,45% para 0,31%). Vale registrar que a alta de preços de educação foi o menor para o mês desde 1999 (1,27%). 

O cenário para a inflação deve continuar favorável ao longo de 2018.

Um comentário:

Anônimo disse...

Inflação muito baixa, como a apresentada, significa recessão braba.