Mais da metade dos eleitores não vê diferença alguma entre PT e PSDB

A pergunta do Instituto Paraná Pesquisas foi a seguinte:

Atualmente o Sr(a) vê alguma diferença entre o PT e o PSDB? 

A sequência de números, nacional e por região, apresenta respostas dos seguintes teores: 
Não vê diferença
Vê diferença
Não sabe ou não opinou

Nacional -  70,1% 26,9% 3,0% 
Norte + Centro-Oeste 68,7% 28,6% 2,6% 
Nordeste 63,9% 31,7% 4,5% 
Sudeste 73,4% 24,3% 2,3% 
Sul 73,6% 24,0% 2,4%

29 comentários:

Unknown disse...

Mudam só as moscas... a merda continua a mesma... e o mesmo vale para os governos(três esferas e três poderes) e instituições!!!

Anônimo disse...

Mais uma VITÓRIA DE LULA E DO PT!

Conseguiram convencer o POVO que foi Aécio e o PSDB que ROUBARAM o Erário nos últimos 15 anos!!

Com isso, Lula tornou-se IMBATÍVEL para 2018!!

Vitória, também,da mídia, que morre de saudades do PT no poder!!

Anônimo disse...

A diferença é que o Perda Total tem os grandes chefões da corrupção e seus asseclas que fizeram do Brasil terra arrasada.

Anônimo disse...

Mais um recorde de Temer

Brasil 09.10.17 09:21 - O Antagonista

O maior eleitor de Lula é Michel Temer.

A pesquisa do Ibope encomendada pela FGV confirma a impopularidade recordista do presidente (83,2%):

Anônimo disse...

EMPRESA PORTUÁRIA DA NOVA INVESTIGAÇÃO CONTRA TEMER ATUA SEM CONTRATO

Protagonista da mais recente investigação aberta contra Michel Temer, o grupo Rodrimar ocupa uma área no porto de Santos "sem respaldo" de contrato com o poder público, segundo o governo federal, e tem autorização apenas de liminares para atuar em outros dois terminais; o grupo teve sua concessão prorrogada por 35 anos, em maio, graças a uma canetada presidencial; o Ministério Público Federal suspeita que dois dirigentes da companhia tenham operado propina para Temer; o ex-assessor de Temer e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foi gravado em interceptações telefônicas defendendo a ampliação de alcance do decreto presidencial que beneficiaria empresas portuárias com contratos antigos, firmados até o início dos anos 1990
9 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 05:37 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

CORRUPÇÃO AUMENTOU NO BRASIL PÓS-GOLPE, DIZ TRANSPARÊNCIA INTERNACIONAL
Beto Barata/PR
Para 78% dos brasileiros, o nível de corrupção aumentou no País, diz um novo relatório da ONG Transparência Internacional divulgado nesta segunda-feira (9); levantamento foi realizado em 20 países da América Latina e do Caribe com mais de 22 mil pessoas e conclui ainda que os governos da região estão falhando em atender às demandas da população no combate à corrupção, apesar dos protestos registrados em alguns países

9 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 06:09 // 247 NO TELEGRAM Telegram // 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

A conta do golpe é no lombo dos pobres:

FERNANDO BRITO · 09/10/2017 - O Tijolaço

contapobres

Do insuspeitíssimo Valor, sobre como os pobres estão pagando a conta da crise e dos “cortes”:

Antes usado como vitrine em campanhas eleitorais, programas sociais como Luz para Todos, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Minha Casa, Minha Vida estão praticamente desaparecendo em meio à restrição fiscal. Diante do sucessivo aumento das despesas obrigatórias, puxado pela Previdência Social, há cada vez menos espaço no orçamento para essas ações.

No caso do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, os pagamentos chegaram à marca de R$ 20,7 bilhões em 2015, recuaram para R$ 7,9 bilhões em 2016 e somam apenas R$ 1,8 bilhão de janeiro a agosto deste ano. O PAA, que permite a compra de produtos da agricultura familiar pelo governo federal, teve desembolsos de R$ 41 milhões neste ano (até junho), uma redução de 91% nos pagamentos contra 2016 todo.

Já o Luz Para Todos, que dá acesso à energia elétrica para a população rural, tem recuo de 79% no período (para apenas R$ 44 milhões neste ano). Os números foram compilados pelo Valor a partir de dados do governo e do Congresso.

O gráfico é do jornal, ao qual acrescentei os números contidos na matéria sobre o “Minha Casa, Minha Vida”.

Claro, a “culpa” é sempre da previdência, este nababesco valor de um salário mínimo pago à imensa maioria.

Anônimo disse...

Só não vê diferença os mal intencionados, míopes, interesseiros,incautos,com segundas intenções ou matreiros.Vejam se não houve diferença entre Tarso Genro e Yeda Cruzios, Geraldo Alckimin ou Pimentel.Pt/Lula/Dilma foram desgovernos durante 13,5 anos, quebraram Brasil, PSDB FHC colocou as bases para derrubar inflação, valorizar a moeda brasileira e desenvolver o país. Querem misturar alhos com bugalhos é ser muito sem noção.

Anônimo disse...

Tudo a mesma bosta

Anônimo disse...

O PSDB é o PT que toma banho e sabe conjugar verbos.

Anônimo disse...

Os índices econômicos do governo Temer são animadores e sinalizam a retomada do crescimento e do emprego. Parabéns Temer!

Anônimo disse...

Temer tem feito um governo surpreendente, acabando com privilégios, implantando as reformas necessárias e trazendo de volta o emprego.

Anônimo disse...

Faz sentido. É que muitos crimes dos desgovernos corruptos de Lula e Dilma só agora vem sendo apurados.

Anônimo disse...

Kkkkkkkk. LULADRAO disse que tiraria milhões da pobreza, realmente tirou. Tirou milhões e milhões, ele é seis asseclas.

Anônimo disse...

Até um tempo atrás, o PSDB conseguia enganar com seu viés mais centro. Com a Lava-Jato deu para ver que o PT como articuladores da roubalheira, cooptou tanto os tucanos como o PP e PMDB para se juntar e depenar a nação. Resumo da ópera, estamos todos f...

Anônimo disse...

Pergunta bobinha. Ate o tiririca sabe que no brasil o voto e personalista. As pessoas pobres miseraveis do pais nao votam no PT mas sim no Lula.
Sobre o PSDB, depois que o aecio caiu na bacia das almas, o pobre ve tudo igual, e igual por igual, emerge o lula como inocente injusticado ganhando o sorriso dos pobres coisa que o animador de auditorio de sao paulo nao entende

Anônimo disse...

O que isto demonstra? Que mais da metade dos eleitores, infelizmente, são ignorantes, pelo menos, politicamente. É claro que neste meio há os mal intencionados, como, por exemplo, o Sr. Olavo de Carvalho, pois claro que não se pode dizer que ele é ignorante, né?

Anônimo disse...

Youssef tentou usar acordo com Moro para anular condenação em Maringá:

09/10/2017 - Cíntia Alves

Jornal GGN - O acordo de delação premiada que Sergio Moro fez com Alberto Youssef em meados dos anos 2000, no âmbito do caso Banestado, foi usado pelo doleiro como argumento contrário a uma nova condenação, agora pelo desvio de R$ 15 milhões da Prefeitura de Maringá. A sentença, proferida pelo juiz Joaquim Pereira Alves, da 3ª Vara Criminal de Maringá, saiu em agosto passado, e estabelece mais de cinco anos de regime fechado a Youssef, sem nenhuma das regalias que ele recebeu na Lava Jato.

O julgamento do esquema de corrupção já se arrastava há mais de 10 anos. O Ministério Público ofereceu em 2002 a denúncia relativa aos desvios praticados na Prefeitura entre 1993 e 1996. Mas o caso só foi aceito em 2009. De lá para cá, dois dos principais acusados (o então prefeito Said Felício Ferreira e seu secretário de finanças, Luis Antonio Paolicchi) já faleceram.

Na sentença, o juiz Joaquim Alves anotou que Youssef citou o acordo com Moro na tentativa de evitar mais uma condenação. O doleiro afirmou "que quando fez o acordo com o Sérgio Moro, em 2003, acabou englobando um acordo geral, englobando municípios e governo do estado." Youssef alegou que já havia colaborado com a Justiça e, inclusive, cumprido pena relativa aos desvios em Maringá.

Moro, à época do Banestado, concedeu benefícios a Youssef mesmo com o doleiro declarando que movimentou "cerca de R$ 245 milhões" em recursos ilícitos em apenas um ano, destacou Alves.

"O acusado Alberto Youssef, em sede de alegações, pleiteou alternativamente pela: a) suspensão da presente ação penal, pelo prazo de 10 (dez) anos, nos termos de colaboração premiada; b) declaração judicial de que o acusado já está cumprindo a pena, e de consequência a extinção da punibilidade; c) reconhecimento da atenuante da confissão espontânea."

Mas o juiz decidiu que o acordo de Youssef com Moro não acrescentou nada ao processo em tela.

Além disso, o juiz entendeu que Youssef não cumpriu pena nenhuma em relação aos crimes praticados em Maringá. E não só isso: "(...) conforme afirma o Ministério Público, o acordo foi rescindido com a reiteração delituosa do acusado Alberto Youssef na denominada Operação Lava Jato."

Segundo a denúncia, uma auditoria na Prefeitura mostrou que empréstimos eram tomados junto à Caixa Econômica Federal e declarados ao Tribunal de Contas do Estado de maneira fraudulenta.

Enquanto isso, os recursos eram desviados com ajuda da equipe que controlava a secretaria de finanças. O titular da pasta usava empresas ligadas a Youssef para lavar o dinheiro. Em três anos (1993-1996), R$ 15,4 milhões sairam dos cofres públicos - o equivalente a 21% da arrecadação anual do município. (...)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Esse é outro que achava que ia sair de "lombo liso" porque fez acordo de delação premiada com a República de Curitiba. Não avisaram o elemento que não existe hierarquia entre Justiça Federal e Estadual.

Anônimo disse...

Quer reconhecer um petista aqui? Se ele disser que "é tudo a mesma bosta", ELE É DO PT!!!
Mas isso é culpa do Aécio e seus rolos com o Joesley!

Aliás, o quê foi que Aécio deu em troca daqueles 2 milhões, a Joesley?

Anônimo disse...

Bom mesmo é a quadrilha barbuda e milionária que se faz de operária, né não? O lavo de Carvalho denúncia esse socialismo canalha há anos. Tudo que desagrada vocês, jumentos encantados, é o que há de melhor para o Brasil.

Anônimo disse...

NOS PERMITAM AO MENOS ODIAR
O petismo está para o Brasil, como o Nazismo esteve para a Alemanha. São tropas estrangeiras destruindo o País. Tropas que não querem nada para o Brasil e sim para o PARTIDO. Palocci - agora mesmo - escreveu o que já sabíamos: o PT não é partido, é seita. Odiar ao inimigo é o mínimo que podem nos permitir. É a nossa reação à ação agressiva do lulopetismo ao Brasil, fazendo o discurso do NÓS-E-ELES. Pois estamos sim, com muito ódio destes pilantras malditos, que nos roubaram por 14 anos de Planalto. Estamos com ódio sim, por criarem o racismo que não existia. Estamos com ódio sim, por infiltrarem-se na educação e manipularem nossos filhos. Estamos com ódio sim, por terem nos desarmado e armado o narcotráfico que é seu comparsa. Estamos com ódio sim, por terem remetido bilhões e bilhões para Cuba, Venezuela, Argentina, África, enquanto aqui morríamos nos chãos frios dos hospitais desprovidos. Estamos com ódio sim, pela política de desmoralização de nossas polícias e pelo discurso de coitadismo de bandido. Estamos com ódio sim, por nos mentirem, nos enganarem, atrasando este País por muitas décadas. O que mata o Brasil é o lulopetismo, é o PT. Enquanto não extirparmos este cancro maldito do País, não haverá crescimento algum. E estamos começando a vencê-los. E estamos os colocando nas prisões, mesmo contra um judiciário infiltrado de petistas. NOSSO INIMIGO É O PT. EXTINÇÃO DA SIGLA, PROIBIÇÃO DE SEUS SÍMBOLOS MALDITOS. SOCIALISMO NUNCA!

Anônimo disse...

Vamos aos fatos....

EM VÍDEO, EX-ASSESSOR DE TEMER ADMITE TER RECEBIDO R$ 1 MI A PEDIDO DE PADILHA
Divulgação / Yacht Club Ilhabela | Reuters
O advogado José Yunes confessou ter recebido o pacote com o montante em seu escritório em São Paulo das mãos do doleiro Lúcio Funaro, a pedido do hoje ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; ele disse não saber que se tratava de dinheiro; segundo um delator da Lava Jato, o dinheiro era parte de uma propina de R$ 10 milhões que a Odebrecht repassou a Michel Temer durante a campanha de 2014
9 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 16:00 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

Cesar Maia mostra pesquisa em que PT supera todos os partidos:

FERNANDO BRITO · 09/10/2017 - O Tijolaço

cesarmaia

Meu amigo Antonio Mello, em seu blog, dá os números que o ex-prefeito César Maia – pai do presidente da Câmara, Rodrigo – divulga hoje em seu “ex-blog”.

Teria sido feita pelo portal IG, mês passado

Três quartos não tem simpatia especial por qualquer partido. Mas, entre os que têm, o PT dispara, com folga: PT – 15,6%; PSDB – 3%; PMDB – 2,4%; PSOL – 1,5%; DEM – 0,7%; PV – 0,7% e outros – 2,9%.

As avaliações positivas e negativas de cada um estão na tabela e deixa claro que são os petistas que têm a melhor taxa entre positivo e negativo. Mesmo em número absoluto de rejeição, ente os partidos que Maia menciona, só não fica em melhor situação que o PSB, assim mesmo por muito pouco.

Considerando os anos a fio de bombardeio de mídia, dá para dizer que o estrago na imagem foi muito menor do que pretendiam.

Mas tucanos e peemedebistas quase chegam a três quarto dos entrevistados tendo avaliação negativa.

Na pesquisa há ampla maioria entre os que acham que a democracia é o melhor regime para o Brasil, (72%).

Anônimo disse...

Só existem dois partidos políticos no país, o pt e a rede globo. E o tse acha que o pt não presta. Inclusive anulou uns 54 milhões de votos por que do pt.
Depois do golpe, o caos.

Anônimo disse...

TCU ESCONDE FARRA DAS VIAGENS COM ATOS SECRETOS

Brasil 09.10.17 14:42 - O Antagonista

O Antagonista apurou que ministros do TCU adotam atos secretos para esconder o quanto recebem em diárias e, assim, descumprir o determinado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

A LDO proíbe a compra de passagens em classe executiva ou primeira classe e limita as diárias nacionais a 700 reais. No entanto, os valores dos pagamentos de diárias nacionais ou internacionais dos ministros não são mais publicados em lugar nenhum. Antes constavam no boletim interno do tribunal, como os demais atos relativos aos servidores e procuradores.
O resultado é uma farra sem precedentes, mesmo para o histórico do TCU.

Como existem ministros-substitutos, os titulares só querem saber de viajar, de preferência para o exterior.

Com a farra correndo solta, tem até auditor procurando evento em Las Vegas e na Flórida.

Ninguém controla as contas do Tribunal de Contas da União.

Anônimo disse...

Merval Pereira foi o palestrante mais bem pago pelo Senac-RJ, suspeito de irregularidades que podem levá-lo à intervenção:

Kiko Nogueira - 9 out 2017 - DCM

Merval: R$ 25 mil por palestra para o Senac

A notícia é do Intercept.

Uma auditoria no Senac do Rio de Janeiro apontou diversas irregularidades na gestão de Orlando Diniz, amigo e ex-vizinho do ex-governador Sérgio Cabral, condenado na Lava Jato a 45 anos de prisão.

(A relação era muito boa. A governanta de Sérgio Cabral, Sônia Baptista contou em depoimento à Justiça Federal que os gastos pessoais do ex-governador que ficavam sob sua responsabilidade giravam em torno de R$ 120 mil a R$ 150 mil por mês. Sônia era lotada no Senac, mas não aparecia para trabalhar: “Era como se eu estivesse cedida”.)

O documento, diz o Intercept, está sendo analisado pelo Conselho Fiscal do Senac Nacional. Se tudo for comprovado, pode ser pedida intervenção na entidade.

O Senac já demitiu mais de mil pessoas entre janeiro e maio. No ano passado, o orçamento era de mais de 450 milhões de reais.

O dinheiro, escrevem os repórteres George Marques e Ruben Berta, é advindo de contribuições parafiscais, porcentagem obrigatória que as empresas têm que recolher em suas folhas de pagamento. Basicamente recursos públicos, portanto.

Não há transparência nos gastos, como manda a lei: “Não foram disponibilizadas, por exemplo, prestações de contas de dez contratos de patrocínio realizados em 2016, que somaram quase R$ 9 milhões, envolvendo as empresas Open Brasil, Backstage Empreendimentos, CE Produções e Eventos, Infoglobo (responsável pelos jornais ‘O Globo e ‘Extra’), além da Fundação Roberto Marinho”.

Um das principais fontes de custos era com palestras, especialmente de profissionais da Globo. Em 2016, R$ 2,979 milhões foram desembolsados para jornalistas, colunistas e comentaristas.

“Verificamos que a ligação dos prestadores de serviços com as Organizações Globo é uma das características singulares apresentadas com vistas a justificar a não observância do dever de licitar”, lê-se no relatório.

Quem mais lucrou com essas conferências foi Merval Pereira. Sua participação num colóquio chamado “Mapa do Comércio” valeu R$ 375 mil. Notas fiscais que o Intercept obteve mostram que Merval faturou R$ 25 mil por palestra — sem licitação.

O tema era “Perspectivas para o Brasil”, uma “análise prospectiva sobre o que o Governo Dilma pode fazer para evitar o impeachment no Congresso e avaliação do que seria um novo governo de união nacional com a derrubada da presidente e a chegada de Michel Temer”.

Merval é crítico contumaz das palestras de Lula. Em julho, defendeu que o ex-presidente “precisa explicar” a renda oriunda delas.

“Lula tinha toda condição de ser milionário, diante do preço que cobrava pelas palestras que diz ter feito a partir de 2010”, diz.

“A explicação fica complicada porque um dos diretores da Odebrecht afirmou ter sido preparado um esquema, com as palestras, para que o ex-presidente tivesse uma boa aposentadoria”.

Em abril, Merval lembrou que “os negócios pessoais de Lula se confundiam com as decisões do governo”.

Para Merval, as palestras serviam para compensar “os favores que Lula fez para a empreiteira [Odebrecht] nos anos em que foi presidente.”

Esse raciocínio vale para as organizações Globo, o Senac e o próprio Merval? O solerte colunista nunca soube de nada sobre seu contratante? Nunca lhe interessou saber?

Anônimo disse...

Sai fora líder de fã clube do corrupto. PMDBosta sócio do PT, inclusive na corrupção.

Anônimo disse...

Meu amigo, sou anitipetista, mas não lamba as botas do Temer. Ele fez um governo de ladrões.

Anônimo disse...

AnônimoS, preparem-se.

LULA + FHC ou FHC + LULA em 2018. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.