Artigo, Aod Cunha, Zero Hora - Um projeto de futuro para o Rio Grande do Sul

A crise fiscal do Rio Grande do Sul virou o novo normal na vida dos gaúchos. Qualquer perspectiva de um futuro melhor passará pela capacidade deste e do próximo governo resolverem esta crise. Não há projeto de futuro para um Estado que não consegue financiar políticas básicas de educação, saúde e segurança. Mas será somente o ajuste fiscal que nos trará um futuro melhor?


Precisamos também de um projeto de futuro que recupere o dinamismo econômico perdido pelo Rio Grande do Sul nas últimas décadas. Um projeto que traga esperança e una os gaúchos. As elites gaúchas (empresários, sindicatos de trabalhadores, políticos e acadêmicos) fracassaram nas últimas décadas frente à visível deterioração do desenvolvimento econômico e social no Rio Grande do Sul.  Sobraram protestos e faltou articulação para união.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

12 comentários:

Anônimo disse...

De que adianta ter um projeto de o corporativismo dos sindicatos, funcionalismo público e partidos de esquerda vão inviabilizar?

Anônimo disse...

Adoro: precisa projeto de desenvolvimento. Ai o gringo quer fechar a agência de fomento e a fundação de estatística. É esperto esse gringo SQN.

Anônimo disse...

Ou seja cresceremos para baixo. Infelizmente.

Anônimo disse...

Esse " mágico " das contas qdo tá sumido sempre da um jeitinho de se aparecer ehehe

Anônimo disse...

Concordo, ajuste fiscal agora somente incentivará que tudo fique na mesma.

Anônimo disse...

O que esse arigó fala é o que qualquer um mais ou menos conclui, entretanto a vida real é diferente e querer não é poder, veja nosso prefeito marquesan.

Anônimo disse...

De que forma pensar em um projeto de futuro, se governo hoje usa do parcelamento de salários para forçar passar projetos na assembleia ?

Quanto realmente cair a ficha, várias categorias vão entrar em greve.

Anônimo disse...

Para que isso acontece é necessário que o Estado não caia novamente nas mãos desta esquerda gaudéria atrasada que acha que dinheiro dá em árvore, ou melhor, brota nos campos pampeanos!
FORA PT/PSOL/PCdoB/PCB/PSTU/PDT E OUTRAS MERDAS ESQUERDISTAS!

Unknown disse...

Neste eu acredito!!! Tem currículo!!!
Com Yeda, implementou as ações do déficit zero!!!

Anônimo disse...

A eleição de 2018 é chave para fazer uma limpa na assembleia.

Polibio e Manucomunista contra o 45 disse...

O RS só vai melhorar quando a esquerda e os sindicatos pelegos diminuirem sua participação no dia dia gaucho e os deputados que não são de esquerda enfrentarem a realidade! Chega de corporativismo! Chega de servidor irresponsável! #REFORMAJÁ

Justiniano disse...


Uma empresa tem que enxugar o que puder de despesas e maximizar a produtividade, tudo aquilo que um estado perdulário e ineficiente não faz.

A maioria está contra Temer porque está obrigando as estatais a gerir com seus recursos, mas com tamanho rombo nesses empresas que são grandes cabides de empregos e isso aplica a empresários acostumados a receber financiamentos do BNDES a juros subsidiados, mas acabou a farra.

A Globo está desesperada porque o governo cortou mais de 60% de propagandas em todas as TV abertas, de mais de 800 milhões que a Globo recebia na era do PT, agora mal chega aos 400 milhões. Isso explica o ódio ao Temer porque se Temer resistir a Globo sabe que virá chumbo grosso no lombo deles.