Janot confessa que não tem fato novo que incrimine Michel Temer

Janot só tem flechas velhas contra Temer e por isto terá que esperar que ele saia da presidência e perca o foro privilegiado.

A Procuradoria-Geral da República tem trabalhado para incluir fatos novos — e graves — na próxima denúncia contra Michel Temer. 

É o que diz Lauro Jardim, O Globo, o jornalista que deu a exclusiva sobre a delação da JBe que pelo visto possui canais privilegiados com a PGR.

VJanot vai acusá-lo de integrar uma organização criminosa e de tentar obstruir a Justiça dando aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha. Mas, até agora, tudo o que deve ser incluído na nova denúncia se refere a crimes ocorridos antes de Temer assumir a Presidência.

12 comentários:

Anônimo disse...

Isso não anula o fato de Temer, subproduto da cloaca podre do PT, assim como a anta e o PilanTra de nove dedos, de ser CORRUPTO E LADRÃO! (R$ 2000.000,00 por mês durante 25 anos!) Menos editor! Não defenda bandido de estimação com a justificativa de estabilidade da economia! TODOS, SEM EXCEÇÃO, NA CADEIA!

Anônimo disse...

O jornalista Lauro Jardim deve explicação aos brasileiros, não vejo ninguém combrar o coleguinha. Publicado notícia falsa jogou o país na crise, poucos ganharam fortunas no mercado cambial, e até o momento não pediu desculpas aos brasileiros. O jornalista é cumplicidade ou foi enganado pela PGR/Friboi?

Anônimo disse...

Janotão uma BESTA a serviço do PT e das esquerdas... e despreparado juridicamente para a função... não sabe sequer escrever uma peça juridica sem erros crassos...uma besta completa...coisa tipica de militantes que não estudaram quando estavam na faculdade...quem estudou na USP conhece bem esses tipos...e o CARECA e o office BOY de Veneza a serviço da JBS e do BOSTIRICUS.. se vendem por alguns dinheiros e sempre acreditaram na BESTA do janotão...até quem tem conhecimento juridico amador ( sou engenheiro) percebe que janot é fraco e "i"notável no conhecimento juridico....

Anônimo disse...

Aliás, FATOS NOVOS serão as enxurradas de acusações CONTRA O JANOT que ele terá que enfrentar e das quais NÃO TERÁ COMO SE DEFENDER!

Anônimo disse...

JANOT, escória do MP!

Anônimo disse...

JANOT FECHA DENÚNCIAS CONTRA MOREIRA E PADILHA. TEMER QUEBRARÁ PROMESSA:

Antes de deixar o cargo, o procurador-geral Rodrigo Janot pretende apresentar as denúncias contra dois dos ministros mais próximos de Michel Temer: Eliseu Padilha e Moreira Franco; ambos devem ser denunciados por corrupção passiva nos escândalos da Odebrecht; Temer havia prometido afastar temporariamente todos os ministros que fossem denunciados e, de forma definitiva, aqueles que tivessem suas denúncias acolhidas pelo Supremo Tribunal Federal; no entanto, a tendência é que, agora, depois de também ser denunciado e torrar R$ 13,4 bilhões em recursos públicos para se safar, ele quebre a promessa e mantenha nos cargos os ministros denunciados.

6 DE AGOSTO DE 2017

247 – Antes de deixar o cargo, o procurador-geral Rodrigo Janot pretende apresentar as denúncias contra dois dos ministros mais próximos de Michel Temer: Eliseu Padilha e Moreira Franco.

Ambos devem ser denunciados por corrupção passiva nos escândalos da Odebrecht.

Temer havia prometido afastar temporariamente todos os ministros que fossem denunciados e, de forma definitiva, aqueles que tivessem suas denúncias acolhidas pelo Supremo Tribunal Federal.

No entanto, a tendência é que, agora, depois de também ser denunciado e torrar R$ 13,4 bilhões em recursos públicos para se safar, ele quebre a promessa e mantenha nos cargos os ministros denunciados.

Leia, abaixo, nota publicada na coluna de Lauro Jardim:

Rodrigo Janot vai denunciar Eliseu Padilha (na foto, à esquerda) e Moreira Franco antes de deixar o posto de Procurador-Geral da República, em 17 de setembro.

A propósito, será que Temer vai cumprir a promessa de afastar do ministério quem for denunciado?

PS: Se for verdadeira Janot vai comer o bolo pelas beiradas, ou seja, denuncia Padilha e o gato angora (braço direito e esquerdo) do traíra e deixa a Denuncia prontinha para a nova PGR apresentar no STF, se ela não apresentar será taxada de "engavetodora geral da república", reprizando o governo do PSDB de FHC, no caso de Gerando Blindeiro.

Anônimo disse...

Ele q tem q levar uma flechada naquela careta feia dele homem ridiculo provocou uma crise no pais apenas por capricho

Anônimo disse...

Verdade se temer tentou calar cunha foi antes entao q janota espere

Anônimo disse...

ATÉ VEJA RECONHECE: GOVERNO TEMER APODRECEU:

Integrante da campanha midiática que redundou no golpe parlamentar de 2016, a revista Veja reconheceu, neste fim de semana, que o governo Temer, fruto desse processo, hoje governa com a "banda podre" do Congresso, cujo símbolo maior nesta semana foi o deputado Wladimir Costa (SD-PA), o da tatuagem em troca de favores; para a revista, a crise continua com Temer e, segundo a colunista Dora Kramer, a vitória do Palácio do Planalto é de fôlego curto – uma vez que Temer não terá munição para conter as próximas denúncias que virão da Procuradoria-Geral da República.

5 DE AGOSTO DE 2017

247 – O Brasil passou a ser governado pela "banda podre" do Congresso Nacional, ou seja, pelos parlamentares corruptos do chamado Centrão e de outras legendas.

A tese é da própria revista Veja, integrante da campanha midiática que redundou no golpe parlamentar de 2016.

Para a revista, a crise continua com Temer e, segundo a colunista Dora Kramer, a vitória do Palácio do Planalto é de fôlego curto – uma vez que Temer não terá munição para conter as próximas denúncias que virão da Procuradoria-Geral da República.

O colunista Roberto Pompeu de Toledo ironiza ainda o fato de o PSDB ter se misturado com o Centrão e lembra que vários parlamentares dessa "banda podre" fizeram questão de frisar estarem votando no "relatório do PSDB".

Só lembrando, Temer foi salvo por um relatório produzido por um parlamentar subordinado ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

Ou seja: o PSDB também virou Centrão e hoje é parte da banda podre do parlamento.

Anônimo disse...

TEMER JÁ COMEMORA A SAÍDA DE JANOT DA PGR:

Poucos dias depois de se safar da denúncia de corrupção passiva na Câmara dos Deputados, numa operação que custou R$ 13,4 bilhões ao País, entre emendas e outros favores aos parlamentares, Michel Temer já comemora, por antecipação, a saída de Rodrigo Janot da procuradoria-geral da República em setembro; segundo Temer, ao denunciá-lo, assim como a outros integrantes de seu governo, Janot agia como político; "Lamento é que ele, a todo momento, anuncie que vai fazer uma nova denúncia, baseada nos mesmos fatos. É um gestual político, institucionalmente condenável"; Temer também disse que a sucessora de Janot, Raquel Dodge, dará o "rumo correto" à Lava Jato; será que a sangria foi estancada?

5 DE AGOSTO DE 2017

247 – Aparentemente, Michel Temer conseguiu estancar a sangria da Operação Lava Jato. Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, seu mais fiel aliado na mídia, ele já comemora, por antecipação, a saída de Rodrigo Janot da Procuradoria-Geral da República.

Segundo Temer, ao denunciá-lo, assim como a outros integrantes de seu governo, como Eliseu Padilha e Moreira Franco, Janot agia como político.

"Sabe quando o procurador fez isso, embora esse processo esteja correndo há três anos? Às vésperas da votação do Congresso, o que está a significar que, na verdade, ele passou a ter uma atuação muito mais de natureza política, e quase pessoal, do tipo 'quero ver qual é o time que ganha', e não a sua função institucional. Não se trata de disputas pessoais. Nem ele deve ter disputa pessoal com o presidente da República, muito menos eu terei com ele. Jamais lhe daria essa satisfação. Lamento é que ele, a todo momento, anuncie que vai fazer uma nova denúncia, baseada nos mesmos fatos. É um gestual político, institucionalmente condenável", disse Temer.

Janot alega que investiga fatos – e não pessoas – e lembra que as provas do caso JBS, como as malas de dinheiro entregues a Rodrigo Rocha Loures e prepostos do senador Aécio Neves (PSDB-MG), são irrefutáveis. E Temer não menciona que sua salvação custou R$ 13,4 bilhões ao País, em favores aos deputados.

Temer disse ainda que vai seguir com suas reformas, rechaçadas por uma população em que só 4% o apoiam, e prevê que terá o apoio do PSDB. "Mas será que eles votam contra o Brasil? Eu não acredito que eles votem contra o Brasil", afirmou.

Ele também disse não temer as delações de Lúcio Funaro e Eduardo Cunha. "As pessoas estão cansadas disso. Primeiro, não conheço Lúcio Funaro, segundo, não sei o que ele vai dizer. Portanto, não posso falar sobre hipóteses. Não tenho nenhuma preocupação com isso. Eduardo Cunha, sim, foi líder do PMDB, foi presidente da Câmara. Às vezes me perguntam, como é que você falava com ele? Meu Deus, estou falando com o líder do PMDB, com o presidente da Câmara... E eu não devo falar com ele?", questionou. (...)

PS: Se está festejando é porque a Lava Jato Brasilia vai parar, já a Lava Jato "sector Curitiba", no que tange ao PT, lula e dilma continua a mil.

Anônimo disse...

Eu sei o que digo, Michel Temer é inimigo do povo não porque quer reformar a Previdência, mas porque ele pode ser um dos "Reptilianos" infiltrados na política, assim como ele há vários disfarçados de Chefes de Estado, pelo mundo.
Reparem a envergadura dele, o formato da cabeça, a forma de olhar, a forma de se mexer... meio parecido com os lagartos. Eu digo o que já ouvi comentar, e assim como ele quer mudar a previdência e as leis trabalhistas (pra ferrar com o trabalhador é óbvio, plano global), ele pode instituir o Chip humano, que seria o cadeado final pra nova escravidão humana, que será muito mais cruel e impiedosa quanto àquela que vigorou até meados de 1888!

Anônimo disse...

A Rede Globo devedora do BNDES, parasita e ladra do trabalhador brasileiro, faz parte da conspiração contra a democracia e os brasileiros , e Lauro Jardim é um empregadinho vil da Globo.