Brasil coloca-se contra Constituinte e teme banho de sangue na Venezuela

Foram cem mortos em quatro meses de protestos contra Maduro

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, voltou a atacar o governo ditatorial de Nicolás Maduro e a convocação da Constituinte. Ele disse à Folha que a solução para a crise na Venezuela "é a negociação":

- Há um equilíbrio extremamente instável. Há uma oposição com grande apoio popular e existe o chavismo, que tem como protagonista um homem que perdeu o limite, que é o [Nicolás] Maduro. Debaixo disso, há uma economia desorganizada, desabastecimento, insegurança. Uma situação que não pode perdurar.

Para Nunes, a negociação deve ser concluída "antes do banho de sangue":

- Maduro aponta para uma saída revolucionária, de ruptura da ordem democrática, inviável. A tendência é que a democracia prevaleça. Fora isso, há o quê? Guerra civil, a vitória de um e a derrota de outro."

10 comentários:

Anônimo disse...

O olhar deste homem da foto não engana ninguém. Elle também é simpatizante e acobertador dos crimes do governo Maduro na Venezuela. Gente do Psdb não engana mais ninguém.

Aluizio, devolve meu voto para senador. Psdb, capacho do Pt, nunca mais.

Anônimo disse...

Está correto a decisão brasileira.

Anônimo disse...

Os venezuelanos votaram varias vezes nos esquerdistas. Tal como os gauchos, acharam bonito o blablabla socialista de justica social, um outro caminho eh possivel, uzamericanu sao inimigo etc.

Agora resolvam essa pendenga sozinhos. Eliminem esses chavistas, destruam seus simbolos e livrem o pais da influencia cubana.

Anônimo disse...

FOLHA RIFA TEMER E PEDE QUE ELE SEJA INVESTIGADO

Depois de arcar com o ônus de apoiar o golpe que solapou a democracia brasileira e um governo apoiado por apenas 5% dos brasileiros, a Folha de S. Paulo reviu sua posição e pediu neste domingo, num longo editorial, que Michel Temer seja investigado por corrupção, o que levaria ao seu afastamento do cargo; "Deixar de investigar indícios tão fortes de irregularidade seria votar a favor de uma política, um sistema e uma visão de país que não podem continuar a ser o que são. Mudá-los, dentro da democracia, do direito à defesa e do equilíbrio institucional, tem um custo de incertezas e eventuais injustiças. Mas não há como não enfrentá-lo, e já", diz o texto do jornal de Otávio Frias Filho.

30 DE JULHO DE 2017

247 – Depois de arcar com o ônus de apoiar o golpe que solapou a democracia brasileira e um governo apoiado por apenas 5% dos brasileiros, a Folha de S. Paulo reviu sua posição e pediu neste domingo, num longo editorial, que Michel Temer seja investigado por corrupção, o que levaria ao seu afastamento do cargo.

"Deixar de investigar indícios tão fortes de irregularidade seria votar a favor de uma política, um sistema e uma visão de país que não podem continuar a ser o que são. Mudá-los, dentro da democracia, do direito à defesa e do equilíbrio institucional, tem um custo de incertezas e eventuais injustiças. Mas não há como não enfrentá-lo, e já", diz o texto do jornal de Otávio Frias Filho.

Leia, abaixo, a íntegra: A decisão que urge

Experimentando índices elevadíssimos de impopularidade, o presidente Michel Temer (PMDB) se aproxima de mais um difícil teste político-institucional com a votação na Câmara dos Deputados, marcada para esta semana, da denúncia contra ele apresentada pela Procuradoria-Geral da República.

Os fatos que fundamentam a peça acusatória são, a esta altura, largamente conhecidos.

Numa conversa estranha agenda oficial, em 7 de março, o presidente da República indicou ao empresário Joesley Batista, da JBS, o nome de seu assessor de confiança Rodrigo Rocha Loures como interlocutor nos diversos assuntos e pendências que o grupo empresarial mantinha com o poder público.

Semanas depois, em 28 de abril, flagrou-se Rocha Loures com mala contendo R$ 500 mil, que lhe havia sido entregue por um executivo da JBS. Conforme a denúncia, o próprio Temer seria o destinatário da propina, a caracterizar o crime de corrupção passiva. (...)

Anônimo disse...

kkk, o motorista de mariguela, poxa ele fala em guerra civil? como? se so um lado esta armado nao tem guerra e sim genocidio

Anônimo disse...

TEMER TORROU R$ 4,1 BI EM EMENDAS PARA SE SAFAR:

Para conseguir o apoio parlamentar necessário para barrar a denúncia de corrupção apresentada por Rodrigo Janot, Michel Temer torrou R$ 4,1 bilhões em emendas parlamentares apenas em junho e julho – o equivalente a 97% do total liberado o ano inteiro –, e direcionou o foco do Executivo para projetos destinados às prefeituras, como o programa de regularização fundiária; Temer montou ainda uma verdadeira maratona de reuniões: recebeu mais de 160 deputados e senadores; o peemedebista, no entanto, não deve ter muito tempo para comemorar; antes de deixar o cargo, Janot apresentará uma nova acusação de obstrução da Justiça e organização criminosa.

30 DE JULHO DE 2017

247 - Michel Temer tanto manobrou que deve conseguir escapar da primeira denúncia da Procuradoria-Geral da República feita contra ele.

O peemedebista recebeu mais de 160 deputados e senadores, acelerou emendas parlamentares, lançou “pacotes de bondades”, manteve como aliado Rodrigo Maia (DEM-RJ), seu eventual sucessor, e se beneficiou das “ruas vazias”.

Desde 17 de maio, quando veio à tona o conteúdo da delação premiada do empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, Temer recebeu em seu gabinete no Palácio do Planalto 133 deputados federais e 30 senadores. Após a denúncia chegar à Câmara em 29 de junho, Temer iniciou uma verdadeira “blitze política” para receber deputados e convencê-los a votar contra a abertura de investigação no Supremo Tribunal Federal. Em um único dia, recebeu 30 parlamentares.

O peemedebista atendeu a interesses da base, como a liberação de R$ 4,1 bilhões em emendas parlamentares apenas em junho e julho – o equivalente a 97% do total liberado o ano inteiro –, e direcionou o foco do Executivo para projetos destinados às prefeituras, como o programa de regularização fundiária. A pouco mais de um ano das eleições de 2018, a oferta de recursos para obras em municípios tem como objetivo ajudar deputados e senadores a colher dividendos em suas bases eleitorais.

No entanto, uma nova denúncia contra Temer, com a acusação de obstrução da Justiça e organização criminosa, deve ser apresentada por Janot, que vai deixar o comando do Ministério Público Federal no dia 17 de setembro. Novas delações também podem voltar a conturbar o ambiente político.

As informações são de reportagem de Isadora Peron e Carla Araújo no Estado de S.Paulo.

PS: Farra do boi?

Anônimo disse...

O argumento de Temer:

30.07.17 - O antagonista

Nas conversas com 133 deputados e 30 senadores sobre a denúncia por corrupção passiva, Michel Temer, segundo o Estadão, "usou o argumento de que, se nem mesmo ele está seguro contra o avanço da Operação Lava Jato, imagine como ficaria o destino dos parlamentares que também são alvo de investigações".
É o argumento mais convincente em Brasília.

PS: O traira/PMDB/PSDB não brinca em serviço.

Anônimo disse...

Negociar com Maduro? Em que mundo vive o Aluízio/ kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Devolva o meu voto, comunista de merda!
Esther

Anônimo disse...

Políbio, vou deixar de acessar teu blog. Os petralhas tomaram conta dele. Elles dão Ctrl-C Ctrl-V, em textos do blog Brasil 247, blog do PT. Tu tá dando espaço prá essa quadrilha se manifestarem.

- Tô fora...!!!

Anônimo disse...


Muitas Explosões e mortes - Cenário de Guerra Civil na Venezuela.
https://maduradas.com/sorpresivo-un-pnb-resulto-herido-tras-explosion-en-altamira-este-30jul/

"O Plano Zamora, uma operação de contingência de regime, autoriza o governo venezuelano a armar milícias em caso de golpe ou guerra civil. A Rússia vendeu dezenas de milhares de rifles Kalashnikov aos militares venezuelanos nos últimos anos."
https://warisboring.com/how-russia-could-intervene-in-a-venezuelan-civil-war/

A oposição diz que há guerra
http://confirmado.com.ve/opinan/venezuela-la-guerra-que-apenas-comienza/

O site de notícias do governo diz que há guerra
http://mv.com.ve/la-guerra-en-venezuela

Canal com vídeos de Altamira
https://www.youtube.com/channel/UCrbKAoB6eG67s2HVycsLzIg

Canal com vídeos de Caracas
https://www.youtube.com/channel/UCXXCx6AIJRY2NoHnC9p14pg

Exército Bolivariano ataca "Força Paramilitar" com 10 guerrilheiros
https://www.noticiafinal.com.ve/index.php/2017/07/31/incursion-del-ejercito-dejo-8-muertos-en-mina-del-estado-bolivar/

Oposição registra 17 mortes nos protestos
http://eltiempo.com.ve/venezuela/protesta/oposicion-venezolana-registra-14-muertos-en-protestas-contra-la-constituyente/241585