Assembléia continua negando o estribo a Sartori. Com isto, perpetua desajuste fiscal do governo do RS.

A Assembléia do RS continua negando o estribo para que o governador Sartori conclua o ajuste das contas públicas e possa aderir ao Regime de Ajuste Fiscal dos Estados, que representaria a salvação da lavoura.

Sem dinheiro nem para pagar a folha dos funcionários, o governo do Estado investiu com recursos próprios apenas R$ 483,5 milhões em diversas áreas em 2016. Obras vultosas em escolas e em rodovias anunciadas pelo governador José Ivo Sartori são realizadas com dinheiro de empréstimos conquistados por antecessores.

Os serviços públicos relacionados com saúde, segurança e educação perderam qualidade e são mantidos de forma apenas razoável, graças sobretudo a gestores de qualidade no comando das três secretarias.

E o governo atrasa pagamentos de salários dos servidores do Executivo por falta de dinheiro.

7 comentários:

Anônimo disse...

Que bando de vagabundos e canalhas estes deputados que não querem ajudar a salvar o RGS. É preciso listar os nomes destes anti- RGS para que nunca mais sejam eleitos.

Chico Valente disse...

Esquerdista, o portador da doença infantil do comunismo - conforme Lênin, acha que dinheiro cresce em árvore e tem orgulho da fome que causa às outras pessoas.

Anônimo disse...

Esse ajuste fiscal pode ser representado da seguinte forma: o RS tem um pênis de circunferencia media cravada no seu ânus. Ao entrar no programa de ahuste fiscal do gov. Federal esse pênis se afastara do anus do RS por um tempo mas quando chegar novamente terá uma circunferencia o triplo da anterior. Claro que tu nao vai publicar isso, né? Ou vai?

Anônimo disse...

Uiuiuiuiui, quanto ódio neste coraçãozinho. Kkkk

Anônimo disse...

Uiuiuiuiui, quanto ódio neste coraçãozinho. Kkkk

Anônimo disse...

QUE HORROR ESSE VOCABULÁRIO FALTA DE RESPEITO PESSOAS SEM CULTURA,SEM CLASSE PARA ESCREVER ESSAS COISAS ABSURDAS.

Anônimo disse...

O pior nao é escrever e sim ser publicado pelo editor. Kkkkkk. Mas que o comentario configura a realidade, configura si. kkkkk