Receita gaúcha do ICMS despencou 2,6% reais em maio.

O governo estadual gaúcho não conseguiu marcar crescimento real da sua receita mensal do ICMS, que no mês de maio alcançou R$ 2,5 bilhões brutos, dos quais 25% irão para as prefeituras. O crescimento nominal chegou a 0,9% sobre o mesmo mês do ano anterior, o que significa perda de 2,6% quando o valor é ajustado pelo IPCA do período.

Estes dados são revelados em primeira mão pelo editor.

No acumulado do ano, contudo, o governo registra pequeno ganho real, mas de apenas 0,1% (ajuste pelo IPCA), somando R$ 13,1 bilhões.

A receita do ICMS, a mais importante, não tem avançado e só consegue manter níveis toleráveis porque Sartori emplacou elevação de alíquotas logo no início do governo. 

Apequena retomada do crescimento econômico ainda é muito claudicante para apresentar resultados na arrecadação estadual.