Artigo, José Paulo Cavalcanti Filho - Não roubarás

…Sem tornozeleiras eletrônicas. Mas vedado, a esses, exercer qualquer atividade profissional. Não é casa só de pernoitar. É para ficar dentro dela. Sem poder sair. Nem mesmo para ir a missa – como se deu, semana passada, com presos libertados por Toffoli. Aqui para nós, duvido muito das orações de católicos que nunca tiveram vergonha em desrespeitar o sétimo mandamento (“não roubarás”). Mas essa é outra história…

Pessoa de Moraes, autor de livros como Sociologia da Revolução Brasileira (1965) e Tradição, Transformação no Brasil (1968), era sociólogo, professor da UFPE e uma grande figura. Talvez fosse levemente excêntrico, é justo dizer. Mas nesse relato interessa é que, encerrando programa que tinha na TVU, dirigiu-se para a câmara e disse, com voz embargada, “O Brasil precisa de Pessoa de Moraes”. Dia seguinte, não resisti e lhe passei telegrama (naquele tempo não havia internet) dizendo: “Escusas, amigo, mas o Brasil precisa mesmo é de pessoas de moral”. Brigou comigo. Por três dias. Saudades dele. Saudades de um tempo em que, aproveitando título do manifesto de outro Pessoa, o Fernando, se brigava Por causa da moral.

Pensei nessa historinha ao ler, nesta semana, os jornais italianos. Com notícias sobre uma Operazione Labirinto, movida pelo Ministério Público (Guardia di Finanza) de lá. Sim, amigo leitor, não é só por aqui que operações policiais ganham nomes sugestivos. Com esse Labirinto, no caso, se referindo às catacumbas da Roma antiga, que confundiam quem caminhasse por elas.


Nessa operação foram presos 12 políticos e empresários.

CLIQUE AQUI para ler tudo. O artigo é do blog de Carlos Brinckmann.

2 comentários:

Anônimo disse...

O autor do artigo generalizou, parecendo querer colocar a culpa da roubalheira dos políticos brasileiros (e em especial dos políticos petralhas que assaltaram os cofres públicos como nunca antes neste país) na população, de um modo geral, afirmando que esta é corrupta por natureza, e de quebra esculachou todo o trabalho feito pela operação Lava-jato e o Juiz Moro. Deve ser um esquerdista fazendo trabalho de desinformação.

Anônimo disse...

Procurador questiona competência de Moro para investigar Lava Jato:

Ao analisar as '10 medidas contra a corrupção', do Ministério Público Federal, o procurador Celso Três afirmou que o juiz Sérgio Moro não é competente para investigar a multiplicidade de delitos a que se propõe na operação Lava Jato; "A Lava Jato está na Justiça Federal mercê de olímpica ginástica de conexão probatória com outros delitos (lavagem de dinheiro transnacional) e agentes federais (ex-parlamentares). Na sua essência, seria da Justiça Estadual", diz; Celso Três foi o procurador da República que investigou o escândalo do Banestado, em cujo caso também atuou Sérgio Moro, e no qual calcula-se que US$ 134 bilhões de dólares saíram do país ilegalmente....

ENGRAÇADO QUE SÓ AGORA O NOBRE PROCURADOR SE MANIFESTA só depois que investigaram todo o PT e, agora que chegava a vez investigar o PMDB e PSDB.......