Miguel Reale: “O povo bestificado assiste atônito à destruição da República”

Miguel Reale Júnior, no Estadão, depois de reiterar os motivos para o impeachment de Dilma Rousseff, faz uma forte denúncia contra o STF:

“Sem haver nenhum princípio inspirados da possibilidade de uma maioria simples do Senado anular a determinação de 2/3 da Câmara de se instalar o processo, foi-se além dos limites de interpretação para, em criatividade livre, contrariar a clareza dos textos constitucionais e legais”. Ele se pergunta: “Como confiar no Supremo diante de um construtivismo constitucional dessa grandeza?” E conclui:

“O povo bestificado assiste atônito à destruição da República. O ano novo começa velho”.

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo. 

13 comentários:

Diogo Zaddor disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKK... Sensacional a charge!!!
O detalhe é que a Justiça, desta forma aí, é o PT infiltrado.
E sabe quem "está a caminho" desta "região" aí do PT? O Motubo...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Alberto disse...

Infelizmente é a pura verdade...

Anônimo disse...

Políbio, não te parece que o STF brasileiro apresenta o mesmo comportamento que o supremo tribunal da Venezuela ...??? sendo assim estamos nas mãos desse partido campeão da ÉTICA E DA HONESTIDADE, PRÁ NÃO DIZER COISA PIOR...!

Façanha, o advogado do povo disse...

Perfeito. Reale Jr. produziu o atual Código Civil, como Napoleão Bonaparte criou o Code Civil francês. "Realmente", sem trocadilho, o STF descaradamente pôs-se a legislar, e faz tempo!

Anônimo disse...

Nesse artigo Reale reconhece que o sonho do golpe acabou.
Chora, coxinha!!!
Dica de ano novo: coxinhas, procurem um candidato mais competitivo para 2018. Assim vocês evitam o papelão de pedir recontagem de votos, pedido de impeachment sem base legal, cassação da chapa petista no TSE, evitam o tiro no pé que foi apoiar o Cunha, apoiar o Nardes, apoiar o Kim Kataguiri, apoiar o Temer, apoiar o Aécio...

Anônimo disse...

Políbio, um 2016 de muita luta para todos. Falando aqui do RJ, te digo uma coisa, nada muda se não mudarmos e fazermos mudar. Sejamos um voto atrás de outro e façamos muitos votinhos no meio do caminho. É o que nos resta. Deixamos tudo ir muito além. Somos culpados e talvez tenhamos sido os primeiros ratos a pular do navio, ainda cheio de luzes e música. É que vimos a parede de gelo que tínhamos pela frente. Demais, é luta renhida, pois o Brasil não existe mais. É só um território que essa gente conquistou. Subverteram a História e tal qual alguns socialistas hegelianos acreditam, apagaram o passado, na construção dialética do futuro. Leia-se dialética - eles falando com eles. A nova ordem das esquerdas, de certa forma também serve ao grande capital do terceiro mundo. Irmãos de propósitos. Abraços a todos os gaúchos.

Anônimo disse...

Qual o partido de Miguel Reale? Resposta: PSDB, ou seja, tá explicado. Só que ele não fala pelo povo ele fala pelo partido dele.

Anônimo disse...

QUALQUER BRASILEIRO TEM O DIREITO E O DEVER INTERPOR MANDATO DE SEGURANÇA JUNTO AO SUPREMO!
"Barroso omitiu a expressão “e outras eleições” na leitura do Regimento da Câmara, induzindo, ou supostamente induzindo os demais membros (exceto Tofffoli e Gilmar Mendes) a pensar que havia um vácuo legislativo regulando a eleição das comissões, MAS COMETEU ERRO MAIS GRAVE AINDA AO LEGISLAR, o que não cabe ao Judiciário, sendo competência exclusiva dos parlamentares. A ADPF tem um rito legal expresso em Lei, e este rito não foi cumprido, foi amputado pelo pleno, foi ignorado pelos ministros. É ILEGAL, na primeira reunião, prevista meramente para avaliar a admissibilidade da ADPF, que o pleno faça julgamento de mérito. Há um rito, há um prazo de dez dias para as partes serem ouvidas, há pedido de dia do ministro relator para o julgamento de mérito. No entanto, o ministro Lewandowsky, já com o ministro Gilmar Mendes tendo se retirado do plenário sem assinar a ata, após colhidas as assinaturas , Lewandowsky VAI SORRATEIRAMENTE AO MINISTRO TEORI E PROPÕE A ESTE, QUE CONCORDA (sem o conhecimento dos demais ministros, mas isso não importa) DE ESCREVER NA ATA QUE HOUVE JULGAMENTO DE MÉRITO, e ficariam valendo as imposições de Barroso, o que seria julgamento definitivo. Acontece que isto é ILEGAL E INDEFENSÁVEL. Além da solução que nosso querido consultor Dr. Jorge Béja propõe, e isto proponho eu, agora, também na TI é que desde agora, todo brasileiro que puder, interponha mandado de segurança no STF quanto às fraudes na sessão, a fraude de Barroso, que está documentada até nas redes sociais, e a FRAUDE DE LEWANDOWSKY em transformar uma apreciação de liminar em julgamento de mérito, que também foi filmada pelas redes sociais, e está documentada em documentos transcritos por jornalistas, PROPONHAMOS A ANULAÇÃO DAS SESSÕES DE 16 E 17 DE DEZEMBRO, por terem sido VICIADAS e levantar a SUSPEIÇÃO do ministro BARROSO e do ministro LEWANDOWSKY, já que FRAUDARAM AS SESSÕES E A ATA. Desta forma, Barroso e Lewandowsky FICARIAM IMPEDIDOS DE CONTINUAR O PROCESSO. Qualquer brasileiro em posse de seus direitos legais pode interpor mandado de segurança junto ao supremo."

SÓ POR ESSES CRIMES COMETIDOS PELO TEORI, O BARROSO E O LEWANDOWSKY JÁ SERIAM MOTIVOS PARA COLOCAR ESSES FDPTAS NA CADEIA, O IDEAL MESMO ERA ENFORCAR ESSES BANDIDOS PETRALHAS EM PRAÇA PÚBLICA!

272 DEPUTADOS QUE FORAM ELEITOS PELO POVO NÃO PODEM TOLERAR UMA DECISÃO INCONSTITUCIONAL DE MEIA DÚZIA DE "MINISTROS" PETRALHAS!

E O QUE AS FFAA ACHAM DESTA DECISÃO DE UM TRIBUNAL QUE RASGOU A CONSTITUIÇÃO? TÃO LOUQUINHOS PARA SAIR ÀS RUAS PARA APOIAR ESSE GOVERNO LADRÃO?

Anônimo disse...

A Justiça não segura mais a balança e a espada.. agora roda a bolsinha...

Anônimo disse...

Jà li livros do Reale - burro, escreve mal.
Faminha se deve a apadrinhamentos burgueses.

Anônimo disse...

Polibio, mas como os mortadelas com tubaína apreciam teu blog! Parabéns, editor, pelo teu espaço democrático! Assim sabemos como que esses imbecis bolivarianos são iludidos. A batata delles está assando!

Anônimo disse...

MAS SAI DAI PELEGAO COMUNISTA VERME NAZIPETISTA FDP

Roberto disse...

Independente de o autor do Artigo ser ou não do PSDB, realmente caminhamos para a implementação do "bolivarianismo" em nosso "Patropí". Estamos f*****s e mal pagos com este STF!