Opinião do editor - Sartori faz e sabe o que terá que fazer para driblar a herança maldita deixada por Tarso Genro, PT.

O editor recebeu dezenas de e-mails, opiniões de leitores e mensagens por torpedo, reclamando da falta de apoio aos brigadianos e policiais civis, no que seria uma posição de apoio incondicional ao governo. O editor sempre defendeu que brigadianos e policiais devem ser as categorias mais bem remuneradas do governo e que além disto precisam contar com condições de infraestrutura que lhes permita exercer suas funções de modo competente e eficaz.

O editor não admite atraso ou parcelamento salarial em circunstância alguma, a não ser que haja acordo com os trabalhadores em situações específicas.

Não é o que está havendo no RS.

No setor privado, quando a empresa não consegue mais pagar seus empregados, ela simplesmente fecha as portas.

Isto não pode ocorrer no Estado, porque Estados não quebram.

A situação adversa por que passa o governo do RS deve ser atribuída única e exclusivamente ao governo demagógico, populista, reacionário, empreguista, carguista e incompetente do sr. Tarso Genro, do PT, eleito com propostas aventureiras pela maioria dos gaúchos e apoiado por uma maioria servil de deputados estaduais e  de gananciosas corporações, que só pensam no seu próprio bem e não no bem público, mas que agora pagam a culpa pelo que reivindicaram sem medir custos. Tarso deixou uma herança maldita sem precedentes para seu sucessor, Ivo Sartori. Ainda que ele, Sartori, fôsse o melhor gestor público do mundo, mesmo assim não teria como reequilibrar as contas públicas em apenas meio ano, até porque a sociedade gaúcha, ela mesma está dividida em relação aos remédios amargos que precisam ser e serão adotados, sem o que esta situação de lamúrias, choros e ranger de dentes não será resolvida de modo permanente. Os ajustes que o governador do PMDB está implementando de acordo com o timing que a conjuntura política permite, serão pontuais para minimizar o caos no curto prazo, mas terão que se transformar em reformas estruturais para que a gestão pública tenha eficiência sustentada.

O editor sabe do que está falando.

Quem tem algum tipo de neurônio no próprio cérebro, também está farto de saber de que ajustes e reformas trata este texto.

São os mesmos que o Rio Grande ouve falar desde o Relatório Sayad, encomendado há 30 anos pela Fiergs.

O que ainda falta ao governo é explicitar o que pretende fazer de modo claro, quantificado e de acordo com cronograma capaz de ser acompanhado e apoiado pela sociedade gaúcha.

24 comentários:

Zarathustra disse...

Você sabe muito bem, Políbio, que o Ivo Sartori é um político de aldeia,incapaz para as funções de governador. O Tarso não pode ser usado como bode expiatório da mediocridade do pemedebista.

RICARDO disse...

O que está faltando para o governador vir à público e expor como está a real situação do Estado, dando nome aos bois, que o deixaram nessa situação? Dizer que Judiciário e Legislativo recebem em dia e que o Executivo não tem de onde tirar para honrar todas despesas ( segurança, saúde ). Tá perdendo tempo em por na mesa a atual situação do Estado.

Lucaspsb disse...

Sartori está fazendo uma coisa boa com o ajuste fiscal. Mas acho que ele precisa vir mais a público, pela TV e rádio, não só por redes sociais. Os vídeos dos pronunciamentos dele são de longe os mais populares do governo. Sartori precisa aparecer mais, ou será tragado pela RBS e seus comunistas de DCE.

Anônimo disse...

Ta louco????

Anônimo disse...

Agora essa direita fascista galinha vai comecar a ver o q eh bom vao começar a correr como cadelinhas no cio kkkkk comecou o desespero deles

ssr1963 disse...

É o mesmo que iria acontecer com o Aécio, caso tivesse ganhado as eleições.

Anônimo disse...

ABAIXO DA MEDIOCRIDADE FOI O DESGOVERNO ATRASO GENRO, QUE CONSEGUIU QUEBRAR O ESTADO PELA SEGUNDA VEZ, PARA SEGUIR O MAU EXEMPLO DO "CUMPANHÊRO" OLÍVIO DUTRA.

A DIFERENÇA ENTRE SARTORI E TARSO É ESTA:

1) SARTORI MOSTRA A VERDADE PARA DEIXAR CLARO A REAL SITUAÇÃO DO ESTADO PARA OS AJUSTES FUTUROS INDISPENSÁVEIS (PRIVATIZAÇÕES E EXTINÇÕES DE ESTATAIS, CONGELAMENTO DE SALÁRIOS, AUMENTO TRANSITÓRIO DE IMPOSTOS E ETC...).
OU SEJA, É RESPONSÁVEL E TRANSPARENTE, ALÉM DE ESTRATEGISTA HÁBIL.

2) TARSO GENRO, BEM AO CONTRÁRIO, SÓ SABIA PEGAR EMPRÉSTIMOS IRRESPONSÁVEIS, CONCEDER AUMENTOS SALARIAIS INOPORTUNOS E ALTAMENTE QUESTIONÁVEIS, CRIAR ESTATAIS DESNECESSÁRIAS PARA APARELHAMENTO POLÍTICO E DIZER QUE O RIO GRANDE CRESCIA A TAXAS ACIMA DO RESTO DO BRASIL EM PERÍODOS DE ESTAGNAÇÃO DA ECONOMIA NACIONAL.
OU SEJA, FOI POPULISTA, ESTELIONATÁRIO E LEVIANO. E DEIXOU A CONTA PARA SARTORI PAGAR.

AGORA, É TODA A POPULAÇÃO GAÚCHA QUE TERÁ DE PAGAR A FATURA PARA QUE A ESQUERDALHA GAÚCHA ARROTE A GRANDEZA DO MUNDO IMAGINÁRIO QUE ELES CRÊEM TER CRIADO NO RIO GRANDE DELIRANTE DE SEU TRÁGICO PERÍODO.

Anônimo disse...

FUI policial Civil p/mais de 30 anos(hoje aposentado). Desde que entrei p/a força, ouço jornalistas, políticos e as pessoas, em geral, afirmarem que os policiais ganham mal, não tem estrutura, etc.,etc e etc. Pois as condições nunca melhoraram e todas as vezes em que há um protesto semelhante ao atual, se põem contra. Digam como os policiais devem reivindicar. Abaixando a cabeça e deixando a coisa rolar. Já houve parcelamentos em ocasiões anteriores, mas nunca numa proporção como a atual. Receberemos a última"prestação" dois dias antes da nova data para pagamento. E as nossas obrigações? Já a partir de amanhã avisarei para os credores, que sou bom pagador, mas quem deveria me pagar, não é! Desgraçadamente votei neste infeliz, pois não restava outra alternativa contra o comunismo, que aprendi como funciona, desde os bancos da antiga Escola de Polícia. Evidente que o ex-governador não é uma pessoa séria e de boas intenções, mas o atual não pode alegar desconhecimento anterior das condições financeiras do Estado. Sartori, deixe de choro e vai governar e honre seus compromissos com quem mantém a máquina pública estadual, ainda, funcionando. E estas velhacarias sempre acontecem nos governos do PMDB, será um item do programa partidário? Com os líderes que tem, não é de duvidar!

leonardo lucas disse...

Trinta anos e a culpa é somente do último governo?

Anônimo disse...

Se não tivesse mesmo dinheiro, Sartori teria exonerado CCs do governo petista e extinguido estruturas criadas por Tarso, a exemplo da AGDI. Não só mantém esses cabides de emprego, com salários altíssimos, como nomeou outras centenas de CCs. Sartori não é um líder, não é um gestor e não está preparado para o cargo de governador. É uma decepção para seus eleitores.

Anônimo disse...

Estados quebram sim...!!!Sugestão de leitura "Ascenção e Queda das Grandes Potências - Paul Kennedy".

Anônimo disse...

O Tarso seria culpado tambem pelo estado raivoso do editor cuidado agosto é mes do cachorro louco.

Anônimo disse...

Está. Faltando saber o que fazer. Ele está perdido!!!!

Anônimo disse...

Políbio. Não adianta aumentar impostos se a maquina pública não sofrer mudanças estruturais e trabalhistas. Muitos ganhando pouco e poucos ganhando muito. O problema estadual e gestão. Colocar pessoas certas nos locais certos. Não políticos que somente querem os holofotes para futuras projeções. E convenhamos como o governo justifica a carência de recursos financeiros e ao mesmo tempo cria uma secretaria para a própria esposa. Então o problema não é dinheiro. Como um soldado PM ganha aproximadamente 2600 e um coronel 15000. Quem combate o crime. O que dizer então dos professores. Infelizmente mais 4 anos perdidos. Ia esquecendo de onde tiraram o secretario da segurança. O dito cujo ao meu ver não entende nada. O legitimo delegado federal de gabinete. Pobre policia dos pobres.

josé paulo Moletta disse...

Prezado Jornalista
O dinheiro para pagar salário de TODOS os funcionários do Estado sai de um cofre só, Portanto o parcelamento dos salários deveria ser para TODOS

Anônimo disse...

Prá esses petralhas que se manifestam aki, defendendo o INCOMPETENTE TARSO GENRO. É de se perguntar... se o tarso genro VOLTAR, caso de
impeachment do Sartori, como elle pretenderia pagar os salários...??? gastou tudo o que tinha e o que não tinha, nos 4 anos dele.

- Assim como no governo federal, o negócio é tirar o governador e chamar de volta o MÁGICO DAS FINANÇAS ESTADUAIS - tarso genro.

Mordaz disse...

A herança maldita foi o uso de todos os recursos do Estado apenas para pagar o funcionalismo impagável. Uma máquina inchada e inoperante que agora chantageia o povo do Rio Grande por mais dinheiro. É insaciável. É antidemocrática e odeia o contribuinte.

Anônimo disse...

Infelizmente, nao esta a altura do cargo falta postura.

Anônimo disse...

LERDO ENGANO. NÃO SABE NÃO. ESTA A PERGUNTAR POR AÍ O QUE FAZER.

Anônimo disse...


Grande Sartori !! Este gringo e esperto.

Ele sabe o que fazer:
Nada. Deixar explodir tudo.

Nada de protelar, negociar, implorar...

Niilismo puro.
Implode com tudo e comeca do zero.

Quem nao gostar, que abra uma banca de cachorro-quente no
Beira-Rio ou na Arena.

Da-lhe Sartori !!!!!!!!

Anônimo disse...

O teu macho ideológico se mandou para o Rio correu como uma cadelinha....tua cadelinha ideológica pode ser presa...teu amante ideológico de Dirceu de novo a polícia pré prendeu e o Brasil si...f
.

Anônimo disse...

A diferença de Sartori e Tarso é que o primeiro faz palestras para empresários dizendo que o Estado está quebrado, ouyn seja, afugentando o empresariado do Estado, ou seja, menos arrecadação e mais atraso de salários. Já o segundo, sempre pregou que o Estado do RS é forte e sempre foi a luta para conseguir recursos,não só para investimento no Estado, mas com pagamento e salários e reajustes dos funcionários, aprovado por maioria na AL. Resultado, sempre pagou em dia e os investimentos vieram. Suas contas foram aprovadas por unaminidade e com louvor pelo TCE, órgão técnico do Estado.Portanto calados blogueiros faschistas.

Anônimo disse...

VAI PRA CUBA QUE TE PARIU, COMUNISTA GOSTA MESMO É DE GEMER NO PAU DE ARARA....100 MILHÕES DE MORTOS E TEM FDP QUE GOSTA E APÓIA.

Adilson Minossi disse...

Esse Sartori é um gringo frouxo como o lageano que governa Santa Catarina. Deveria ir à televisão e dizer que quem detonou as finanças do estado foi Tarso Genro, petista velhaco que nada fez e torrou todo o dinheiro do estado, incluindo os depósitos judiciais. E o nosso Judiciário de araque também nada faz.
Duvido que os juizes, promotores e procuradores do estado não estejam recebendo sua grana integral. Duvi..de...o...dó!!!!
Seja macho, Sartori, bota a boca no trombone.
Tarso, poeteiro onanista, onde estiveres saibas que vais queimar no fogo do inferno por toda tua canalhice. E deves enfiar no r... todos teus livros sobre bandidos russos que tanto endeusas....