Fantástico de hoje promete revelações estarrecedoras entre políticos e pedofilia na Amazônia

Desde este sábado a noite, a Rede Globo produz chamadas para a reportagem que veiculará na noite deste domingo no programa Fantástico, na qual quer revelar as relações corrosivas existentes entre líderes políticos e empresariais da Amazônia e a pedofilia. 

. Nas chamadas de sábado a noite no Jornal nacional, um interlocutor da área política trava diálogo com uma cafetina, encomendando uma "bela menina" para seu desfrute. 

O último capítulo do livro de Tuma Júnior: 
Lula e as fotos na Amazônia

A seguir, leia o comentário a seguir, produzido pelo editor, contando o que encontrou no corrosivo último capítulo do livro “Assassinato de Reputações”, no qual o delegado Tuma Júnior narra aquilo que ele intitula “A chantagem contra o presidente da República”. No livro, é narrado todo o escabroso episódio que envolveu o então chefão da Polícia Federal, o gaúcho Luiz Fernando Corrêa, homem de Tarso Genro, seu companheiro da República de Santa Maria, que teria se mantido no cargo porque tinha em seu poder fotos comprometedoras envolvendo Lula. Quem lhe contou tudo foi o ministro Luiz Paulo Barreto, o sucessor de Tarso no ministério da Justiça. Escreve Tuma Júnior, página 506:
- Estas fotos do Lula o Luiz Fernando obteve quando era secretário nacional de Segurança Pública.
. Ele se pergunta:
-Quanto desse tipo de chantagem não terá contaminado o governo Dilma?
. Mais adiante, sempre sem contar o que continham as fotos, todas obtidas durante visita de Lula à Amazônia, Tuma Júnior fornece uma pista instigante:
- Contei ao meu pai, Tumão, o que ouvi. Ele era senador e presidente da CPI da Pedofilia.
. Tumão fez silêncio por alguns segundos, perguntou se era sério o que o filho dizia e se despediu com uma frase de desalento:
- Vamos descansar,  filho.

22 comentários:

Anônimo disse...

Quem se orgulha de ter assediado o menino de MEP, nada a estranhar!

Anônimo disse...

Políbio,

Conheci Manaus pela mão de um "lobista".

Suportei três dias, peguei um avião e NUNCA mais voltei!!

JulioK

Anônimo disse...

A tortura foi a patologia de um regime hediondo:

Juremir

De um documento oficial: “O DOI/CODI de São Paulo deixou a herança de mais de 6.000 vítimas de prisão, todas talvez torturadas, e de mais de 60 mortes. Para esta ação, são considerados 64 casos descritos no relatório oficial da Presidência da República Direito à Verdade e à Memória. Esse relatório foi elaborado a partir da apreciação dos pedidos de reparação de danos formulados por familiares na forma da Lei n° 9.140/95. Consta ali o reconhecimento da prática de HOMICÍDIOS, DESAPARECIMENTOS e TORTURAS pelos agentes do DOI/CODI·SP, nos períodos de comando dos réus USTRA e MACIEL. Para dar a dimensão da gravidade dos fatos, apresenta-se, a seguir, a transcrição de alguns dos casos”.

Basta um caso para dizer tudo.

“SÔNIA MARIA DE MORAES ANGEL JONES

– Há duas versões para a morte de Sônia. A primeira, do primo do pai dela, coronel Canrobert Lopes da Costa, ex-comandante do DOI-CODI de Brasília e amigo pessoal do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, comandante do DOI-CODI de São Paulo: ‘Depois de presa, do DOICODI/SP foi mandada para o DOI-CODI/RJ, onde foi torturada, estuprada com um cassetete e mandada de volta a São Paulo, já exangue, onde recebeu dois tiros.

A segunda, do ex-sargento Marival Dias Chaves do canto, do DOI-CODI/SP, em entrevista concedida à revista Veja, em 18/11/1992. Segundo ele: ‘Antônio Carlos e Sônia foram presos no canal 1 em Santos, onde não houve qualquer tiroteio, e nem ao menos um tiro, apenas a violência dos agentes de segurança que conseguiram imobilizar o casal aos socos, pontapés e coronhadas. Eles foram torturados e assassinados com tiros no tórax, cabeça e ouvido (…) Foram levados para uma casa de tortura, na zona sul de São Paulo, onde ficaram de cinco a 10 dias até a morte, em 30 de novembro. Depois disso, seus corpos foram colocados à porta do DOI-CODI, para servir de exemplos, antes da montagem do teatrinho. Foram sepultados como indigentes no Cemitério de Perus, Sonia com nome falso. Ao final do Auto de Exibição e Apreensão do DOI-CODI, datado de 30/11/1973, porém, encontra-se a ressalva: ‘Em Tempo: Material encontrado em poder de Esmeralda Siqueira Aguiar, cujo nome verdadeiro é Sônia Maria Lopes de Moraes’”.

Ustra é um animal que vive solto.

Protegido pela Lei da Anistia.

Um “herói” do glorioso regime militar implantado como a moralizadora “redentora”.

PS: Romeu Tuma, pai de Tuma Jr não foi Ch da Policia Repressiva também? Tuma Jr já ensaiva por lá e só apertar o elemento que ele vomita algum crimizinho da didatdura Militar.

Anônimo disse...

Caríssimos, no livro de José Neumane Pinto tem passagens de que o lula era um assediador das mulheres de sindicalistas que iriam lá procurar certa ajuda quando um de seus filiados faleciam ou se encontravam com alguma pendencia trabalhista.
No livro ele narra que ele tanto assediava, que tudo indica que a atual mulher dele foi fruto de um desses assédios, diante desses antecedentes nada republicanos e conservadores, não podemos nos furtar do pensamento de que esse salafra deve ter muito bem se envolvido com aquelas farras tipicas daquela região com meninas novinhas por aqueles igarapés estrategicamente bem localizados para que ricos e políticos possam dar vazão às suas fantasias e claro que sempre há um oportunista de plantão para sacar aquelas fotos valiosas...tipico de gente dessa laia.
Nada nos deixará mais admirados se algo assim não o for, está no DNA dessa gente, cuja laia do lula e de seus asseclas...podemos esperar nada diferente.
A dica nos fora dada pela comissão do Tumão.

Um forte abraço.
Carlos Bonasser.

Anônimo disse...

O exercito brasileiro a muito sabe das atrocidades que ocorrem na Amazônia contra as crianças principalmente as meninas índias.Todos os militares para la enviados voltaram traumatizados,o exercito tem se mantido omisso.

Anônimo disse...

O Brasil não aguenta mais políticos que se julgam acima da lei.

Anônimo disse...

O que será que é hein POLIBIO?

Anônimo disse...

Se viessem a Publico todos os desvios de dinheiro e de conduta do Petismo nestes anos todos, as pessoas deixariam, uma boa parte pelo menos de votar no PT por absoluto NOJO.

Anônimo disse...

CORREIO DO POVO

Jovem gaúcho divulga foto considerada racista e perde vaga de estágio:

Prefeitura de Gramado irá rescindir contrato de torcedor gremista

Foto mostra aperto de mãos entre pessoa branca e macaco....

A Prefeitura de Gramado afastou um estagiário após o torcedor gremista publicar em uma rede social, nesta semana, às vésperas do Gre-Nal deste domingo, uma foto considerada racista. Embora o rapaz tenha postado no Facebook a mensagem "Paz no Grenal", ele divulgou, ironicamente, uma imagem que mostra um aperto de mãos entre uma pessoa branca e um macaco.

A foto teve centenas de compartilhamentos no Facebook e causou indignação não apenas entre colorados, mas entre gremistas que se sentiram envergonhados com a atitude do torcedor.

Na sexta-feira, a prefeitura do município da Serra informou a decisão em comunicado postado também no Facebook: " Gramado é uma cidade sem preconceito e que recebe a todos de braços abertos. A Administração do município não compactua com qualquer ato que possa sequer indicar tons racistas, sendo assim, é comunicado o afastamento do cargo de estagiário atuante junto ao Arquivo Público Municipal, de um funcionário popularmente acusado de racismo. O estagiário, que foi contratado no dia 10/03/14 terá seu contrato rescindido enquanto as averiguações legais estiverem tramitando."

Anônimo disse...

Só não venham com a hipocrisia de mostrar fotos de políticos acompanhados de meninas de 15 ou 16 anos como se fosse pedofilia. Pedofilia é sexo ou abuso com CRIANÇAS! Se com 16 as meninas já podem até votar, então por que não podem escolher pra quem vão dar?

Anônimo disse...

O Lula já nos mostrou que não possui nenhuma moral ou ética, e chegou onde chegou por meio de falsidade, mentiras, safadezas, caguetando companheiros e provavelmente até assassinato, pedofilia não seria nada para um tipo como ele!
É lógico que a globo não irá falar nada sobre o Lula, mas se tivesse ligações sobre ele e a pedofilia, possivelmente estaria fazendo chantagem com o PT, como certos blogs e sites alinhados com esse partido - tipo R7 e Paulo Henrique Amorim - fazem a respeito da dívida monstruosa da Globo com a receita e bancos estatais. A toda poderosa tem o rabo preso!
A Globo estaria fazendo estas chamadas e essa reportagem, já como alerta para o PT, para provavelmente nunca cobrar a dívida ou até sumir por passe de mágica, pelos serviços prestados, e deste modo a Globo precisa que o PT continue no poder.
O mesmo se aplica às reportagens que a Globo veiculou sobre a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobrás, inclusive com investigações bem detalhadas, mas nunca colando essa falcatrua ao nome da Dilma.
A Globo chantageia o PT e esse chantageia a Globo, por isso a empresa e o partido estão tão colados como unha e carne, um precisa do outro.

Anônimo disse...

Eu acho que tem tudo a ver, comunista gosta de comer criancinha!

Anônimo disse...

Com os atuais políticos comandando o país o Brasil desce profundamente na escalade moralidade. O mau exemplo dado por essa gente contamina toda a sociedade. Chega de corruptos e criminosos, queremos políticos honestos ou então melhor nada.

Anônimo disse...

O Anônimo das 10:33 é tão palhaço que critica tanto a tortura do regime militar, mas ao final se confessa adepto da tortura, pois finaliza:"....e só apertar o elemento que ele vomita algum crimizinho da didatdura Militar."
Isto nada mais é do que o início da tortura. Se sabe como começa mas não se sabe como termina.
Será que ele gostaria mais da tortura dos comunistas que queriam e ainda querem implantar o regime por aqui?
Vamos ser honestos seus críticos de obras feitas. A tortura do regime militar não pode ser tolerada, mas do mesmo modo pode ser tolerado qualquer atentado contra a liberdade e a democracia.
Vale para todos.

Anônimo disse...

A NAJA, rede Globo, criou tudo que está aí. Com suas novelas destruiu princípios éticos e morais da sociedade ao longo dos anos, 70/80/90.

-Mudou as cabeças dos brasileiros com emprego de socialistas nos anos 70/80/90 em suas folhas de pagamentos, Janete Clair, Franklin Martins e outros autores e atores.
Xuxa foi sua primeira cria.

O efeito está agora sendo mostrado por ela mesma, os seus filhotes de naja, como se para ela isto somente agora é de seu conhecimento e vem trazer ao noticiário.

Ora, quanta hipocrisia!





Anônimo disse...

Prestaria um grande serviço à nação acabando de uma vez por todas com esse vigarista, tão adorado por pessoas que frequentam esse blog.
O sujeito é podre !

Anônimo disse...

Sem quadrilha e sem foro especial, mensalão desaba:

Cristiano Paz, Ramon Hollerbach, Simone Vasconcelos, Vinicius Samarane, José Roberto Salgado, Kátia Rabelo, Jacinto Lamas, João Claudio Genu e Enivaldo Quadrado são personagens quase anônimos e, naturalmente, sem foro privilegiado; réus da Ação Penal 470, foram julgados diretamente pelo Supremo Tribunal Federal, ao contrário de Eduardo Azeredo, que renunciou ao mandato; segundo Gilmar Mendes, todos faziam parte de uma "teia", diferentemente do chamado "mensalão tucano"; mas como existe a teia se não houve formação de quadrilha?; castelo de cartas de Joaquim Barbosa ruiu e recurso à Corte Interamericana de Direitos Humanos se faz urgente e necessário.

Se a lógica mais elementar se aplica às decisões do Supremo Tribunal Federal, os alicerces que sustentaram a Ação Penal 470 desmoronaram de vez na semana passada, quando o caso do tucano Eduardo Azeredo, ex-governador de Minas Gerais, foi remetido à primeira instância.

Como se sabe, Azeredo renunciou ao mandato, perdendo, assim, o foro privilegiado. Será julgado em primeira instância e terá direito a todos os recursos até que seu caso chegue ao STF, configurando o chamado trânsito em julgado.

Como a Constituição estabelece que todos são iguais perante a lei, uma questão central emerge: por que os réus da Ação Penal 470 não foram julgados em primeira instância, podendo também recorrer de eventuais condenações? E não estamos aqui falando de personagens da vida pública, como José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, que, aliás, também não tinham foro privilegiado. Mas de personagens secundários, com vidas distantes da política, como o bancário Vinicius Samarane ou a secretária Simone Vasconcelos. Por que a eles não foi dado o direito de serem julgados em primeira instância? A mesma questão se aplica a nomes como Cristiano Paz, Ramon Hollerbach, José Roberto Salgado, Kátia Rabelo, Jacinto Lamas, João Claudio Genu e Enivaldo Quadrado, entre outros.

Todos esses foram levados ao STF graças à construção da procuradoria-geral da República, que alegou que agiam de forma integrada, numa quadrilha. "O mensalão era uma rede, uma teia, não havia como separar os investigados. Naquele caso, pouco importava ter ou não direito a foro privilegiado", disse o ministro Gilmar Mendes.

Será mesmo? Mas por que será que os réus do chamado "mensalão tucano" puderam ter seus processos desmembrados? Será que Eduardo Azeredo não formava uma "teia" com seu vice-governador Walfrido dos Mares Guia, com seu tesoureiro Claudio Mourão e com o onipresente Marcos Valério?

Os casos tiveram desfechos distintos porque, no início, não foi aceita a imputação de quadrilha aos réus do mensalão tucano. Quadrilheiros eram, apenas, os petistas. Mas o que fazer, agora, que o crime de formação de quadrilha foi derrubado pelo STF, na votação dos embargos infringentes? Como fica a teia?

Se essa rede de criminosos não existe mais e se réus sem direito ao foro privilegiado devem ser julgados em primeira instância, diversos cidadãos brasileiros estão presos ilegalmente. E o STF deveria ser o principal interessado em reverter a ilegalidade numa eventual revisão criminal.

Como isso dificilmente ocorrerá, não resta aos réus da Ação Penal 470 outra alternativa que não seja o recurso à Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos, da qual o Brasil é signatário. Ela estabelece que todo e qualquer réu, num país democrático, tem direito ao chamado duplo grau de jurisdição, ou seja, a pelo menos uma possibilidade de recurso.

Este direito foi subtraído de vários réus porque eles formariam uma "teia", que o próprio STF concluiu não existiu mais.

Isso demonstra que o castelo de cartas construído por Joaquim Barbosa desmoronou na semana passada. E agora, STF?

Anônimo disse...

AO ANONIMO DAS 10:33, ALEM DOS MILITARES NÃO PODEMOS DEIXAR FORA OS QUE CONTRIBUIRÃO E TEM A MESMA PARCELA DE CULPA NESTES FATOS, REFIRO ME A OS INIMIGOS NA TRINCHEIRA TIPO LULA DEDO DURO ENTREGANDO OS COMPANHEIROS E GENUÍNO QUE HOJE POSA DE BOM MOÇO E ATRAVÉS DELE MUITA GENTE FOI TORTURADA E MORTA, TAMBÉM AQUELE BANDIDO QUE ESFACELOU O CÉREBRO DO TEN PAULISTA A CORONHADAS DE FUZIL, NUNCA ESQUECENDO AQUELA BOMBA QUE EXPLODIU NA BANCA DE REVISTA NO CENTRO DO RIO MATANDO INOCENTES E DEIXANDO FAMÍLIAS SEM PAI.


EDUARDO MENEZES

Anônimo disse...

Pois é. Nestes dias todos " festejam" (no mau sentido)os 50 anos da revolução que implantou a ditadura militar. Excluindo as torturas que é fruto do animal humano que está dentro de cada um (sem exceção - é só uma questão de oportunidade). A situação atual é igual ou pior, ditadura igual. Ah! Mas é democrática. Viva a Democracia e durma com um barulho desses.Se puder dormir.

Anônimo disse...

E o Tumão, fez o quê? Omitiu-se? Cadê a valentia?
Sandeman

Anônimo disse...

A GLOBO PARA FAZER A REPORTAGEM REQUENTADA QUE FEZ NO FANTASTICO É PQ TEM BALA NA AGULHA... DE CHUMBO GROSSO CONTRA LULA E O PT.
COM CERTEZA! DEVE TER RECEBIDO OU COMPRADO A PESO DE OURO COPIAS DESTAS BOMBASTICAS FOTOS ENVOLVENDO LULA E A PEDOFILIA.
O PT ESTA CAINDO E A GLOBO JÁ SE PREPARA PARA VIRAR A CASSACA... DETONANDO O SAPO DE VEZ! E ASSIM SE PASSANDO POR "BOAZINHA".
VADE RETRO GLOBO!

Anônimo disse...

E O caso de pedofilia do ex assessor
de Gleise hofmmam ex ministra da casa civil.
Deveria vir a tona.