Visita do Papa mostrou uma Dilma Rousseff isolada, desconsiderada e arrogante. O contraste com o abraço popular ao Papa foi oceânico.

Joaquim Barbosa ignora Dilma e cumprimenta apenas o Papa.
CLIQUE AQUI para examinar a afronta.


A jornalista Eliane Cantanhêde, da Folha, escreve na sua coluna de hoje que o  encontro com o papa Francisco no Rio foi a grande chance de Dilma Rousseff aparecer bem desde que a economia derrubou 8 pontos de sua popularidade e as manifestações lhe roubaram outros 27. A visita do Papa Frederico expôs novamente o perfil autista das autoridades brasileiras, sobretudo da presidente Dilma Rousseff. Em momentos diferentes, ela demonstrou estar isolada (na pista da Base Aérea do Galeão, chegou a ficar perdida, sozinha), desconsiderada (o presidente do STF, Joaquim Barbosa, cumprimentou o Papa e não fez o mesmo com Dilma) e imperial (arrogante, sorriu e relaxou poucas vezes). Leia o texto de Eliane:

No mínimo, ela (Dilma)  ganhou uma excelente foto, num dia em que as pessoas foram às ruas felizes por receber o papa - e não só para reclamar.

Nesse momento de profunda descrença nos partidos e muita crença na chegada de um papa que simboliza ruptura e humildade, o contraste só pode ter sido proposital: com o mesmo voluntarismo de sempre, Dilma não foi à reunião do diretório do PT por um motivo pueril, numa clara provocação, e foi ao papa com um discurso político e fora de lugar.

Digamos que Francisco foi Francisco, Dilma foi Dilma. Um foi o papa despretensioso, que dispensa ouro, capas de veludo e pompas para se colocar cada vez mais próximo do povo.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

27 comentários:

Anônimo disse...

POR ENQUANTO O PAPA SÓ MOSTROU SIMPATIA.
NO GALEÃO ESTAVA UM BANDO DE CORVOS DO PT E DO PMDB.
VIMOS O GILBERTO CARVALHO COMPRIMENTANDO EFUSIVAMENTE O PAPA, PARECE QUE ESQUECEU O CASO CELSO DANIEL.
VIMOS O PRESIDENTE DO SENADO RENAN CALHEIROS, A TERRORISTA, QUE PARECE QUE ESQUECEU SEUS ATOS DE SEQUESTROS E MUITO MAIS E, MAIS UM PUNHADO DE URUBÚS.
NO DISCURO, A PRESIDENTA INCOMPETENTA, DISSE QUE A CLASSE MÉDIA QUER MAIS E MAIS, SENDO QUE A CLASSE MÉDIA QUER TRABALHO, TRANSPARÊNCIA E NÃO CORRUPÇÃO. MAS, ISTO NÃO É AGENDA DO PT.
VAMOS VER DE QUE LADO FICA O PAPA: DO LADO DOS CUBANOS COMUNISTAS OU DO LADO DOS CRISTÃOS HONESTOS TRABALHADORES.
AMANHÃ DIRÁ.

Anônimo disse...

Se o Papa quiser levantar a Igreja Católica no Brasil, deve expulsar os padres comunistas-cubanos que estão empesteando a Igreja.
Não é por acaso que a comunidade católica diminuiu com a criação do PT-comunista-cubano, pelos padres cubanos-comunistas à 20 anos atrás.
Não esqueçamos que foi a igreja que criou o partido nazista na Alemanha.

Anônimo disse...

Mas que discurso surrado, nojento desta Dilma.
É de doer os ouvidos.
Totalmente desconectado com o proposito da vinda do Papa.

Anônimo disse...

A Dilma é comunista. Comunista não tem religião....portanto....ela estava deslocada do ambiente natural que vive....Lula, Zé Dirceu, Genoíno e outros.....Eles só chamavam O Senhor quando estavam em apuros durante a ditadura....depois disso...estão com a vida mansa....

Nádia disse...

Achei a atitude de Joaquim Barbosa para com a presidente (gostando eu dela ou não) extremamente descortês e mal educada. Uma pessoa pública não pode agir desse jeito com a(o) chefe da nação. Ele está a cada dia mais arrogante.

Há uma diferença entre puxar o saco e ser polido. Correto. Como se deve ser numa cerimônia pública com o chefe máximo da nação.

Esse senhor é uma bomba relógio pronta a explodir. Não confio em seu discernimento.

Sem contar que seu comportamento pode devolver à dilma muito da simpatia perdida. Brasileiro adora vítima e, quase dá pena da situação dela diante do ato dele. Péssima escolha.



´

Nádia disse...

ah, esqueci, o link do vídeo de
Barbosa sendo mal educado é este

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=EB4AHlgtWHg

Anônimo disse...

Triste é ver os petistas, que se dizem marxistas, portanto ateus, tentarem pegar carona na popularidade do Papa. O caso de Dilma foi vexatório: fez um discurso calhorda onde buscou se escorar na popularidade do Papa para tentar promover seu governinho muito pequenininho, cheio de mentiras e totalmente sem sal.

Anônimo disse...

Sinceramente, fiquei com medo que os terroristas fossem fazer algum mal ao Papa.
Imaginem Dilma carabina, Gilberto Carvalho, Renan Calheiros, Governador do Rio....
Cadê a segurança do Papa, que deixou-o totalmente vulnerável perto dos comunistas cubanos.
Podia ter sido assaltado, roubado, sequestrado.....

Anônimo disse...

Acho que o Barbosa foi pedir perdão do pecado de ter feito um "rolo" para comprar um imóvel nos EEUU e com isso pagar menos impostos.
Isso poderia ser chamado de roubo, ou roubar é somente quando parte de um pobre?
Quanto ao discurso da Dilma, foi um discurso de estadista que vai ser reeleita no próximo ano, queiram ou não

Anônimo disse...

Aqueles que estão aqui falando mal de Joaquim Barbosa, vou informá-los que o protocolo diz que só a autoridade que está sendo recepcionada deve ser cumprimentada. Joaquim foi o único que cumpriu o que diz o protocolo, todos os outros são ignorantes, inclusive a presidanta que nunca lê nada.

Anônimo disse...

Ao analfabeto anticatólico ( anticristão) "Anônimo", às 10:00:

O Nazismo é de Esquerda, ou seja, é marxista-socialista-comunista! O próprio Adolph Hitler declara que o Nazismo é socialista!

Agora, o fato de Hitler ter conseguido unir os alemães em torno dele e do seu partido ( e aí que quem se opusesse!), isto não significa que a santa Madre Igreja foi conivente com o Nazismo!

Leia, a propósito, alguns testemunhos de ilustres judeus, em RECONHECIMENTO e GRATIDÃO à santa Madre Igreja e à Sua Santidade, o papa Pio XII, na salvação de aproximadamente 900.000 mil judeus da morte certa nas mãos dos nazistas:


RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:


1 - Albert Einstein: "Quando aconteceu a revolução na Alemanha, olhei com confiança as universidades, pois sabia que sempre se orgulharam de sua devoção por causa da verdade. Mas as universidades foram amordaçadas. Então, confiei nos grandes editores dos diários que proclamavam seu amor pela liberdade. Mas, do mesmo modo que as universidades, também eles tiveram que se calar, sufocados em poucas semanas. Somente a Igreja permaneceu firme, em pé, para fechar o caminho às campanhas de Hitler que pretendiam suprimir a verdade. Antes eu nunca havia experimentado um interesse particular pela Igreja, mas agora sinto por ela um grande afeto e admiração, porque a Igreja foi a única que teve a valentia e a constância para defender a verdade intelectual e a liberdade moral."

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

2 - Isaac Herzog: "O povo de Israel nunca se esquecerá o que Sua Santidade [Pio XII] e seus ilustres delegados, inspirados pelos princípios eternos da religião que formam os fundamentos mesmos da civilização verdadeira, estão fazendo por nossos desafortunados irmãos e irmãs nesta hora, a mais trágica de nossa história, que é a prova viva da divina Providência neste mundo." [Isaac Herzog, Gran Rabino da Palestina, em 28 de fevereiro de 1944; "Actes et documents du Saint Siege relatifs a la Seconde Guerre Mondiale", X, p. 292.]

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:


Declarações de alguns judeus:


3 - Alexander Shafran: "Nestes tempos duros, nossos pensamentos, mais que nunca, voltam-se com respeitosa gratidão ao Soberano Pontífice, que fez tanto pelos judeus em geral... No nosso pior momento de provação, a generosa ajuda e o nobre apoio da Santa Sé foram decisivos. Não é fácil encontrar as palavras adequadas para expressar o alívio e o consolo que o magnânimo gesto do Supremo Pontífice nos deu, oferecendo vastos subsídios para aliviar os sofrimentos dos judeus deportados. Os judeus romenos jamais esquecerão esses fatos de importância histórica." [Alexander Shafran, Gran Rabino de Bucarest, em 7 de abril de 1944; "Actes et documents du Saint Siege relatifs a la Seconde Guerre Mondiale", X, p. 291-292]

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

4 - Juez Joseph Proskauer: "Temos ouvido em muitas partes que o Santo Padre [Pio XII] foi omisso na salvação dos refugiados na Itália, e sabemos de fontes que merecem confiança que este grande Papa estendeu suas mãos poderosas e acolhedoras para ajudar aos oprimidos na Hungria". [Juez Joseph Proskauer, presidente do "American Jewish Committee", na Marcha de Conscientização de 31 de julho de 1944 em Nova York]

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

5 - Giuseppe Nathan: "Dirigimos uma reverente homenagem de reconhecimento ao Sumo Pontífice [Pio XII], aos religiosos e religiosas que puseram em prática as diretrizes do Santo Padre, somente viram nos perseguidos a irmãos, e com arrojo e abnegação atuaram de forma inteligente e eficaz para socorrer-nos, sem pensar nos gravíssimos perigos a que se expunham." [Giuseppe Nathan, Comissário da União de Comunidades Israelitas Italianas, 07-09-1945]

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

6 -- A. Leo Kubowitzki: "Ao Santo Padre [Pio XII], em nome da União das Comunidades Israelitas, o mais sentido agradecimento pela obra levada a cabo pela Igreja Católica em favor do povo judeu em toda a Europa durante a Guerra". [A.Leo Kubowitzki, Secretario Geral do "World Jewish Congress" (Congresso Judeu Mundial ), ao ser recebido pelo Papa em 21-09-1945]

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

7 - William Rosenwald: "Desejaria aproveitar esta oportunidade para render homenagem ao Papa Pio XII por seu esforço em favor das vítimas da Guerra e da opressão. Proveu ajuda aos judeus na Itália e interveio a favor dos refugiados para aliviar sua carga". [William Rosenwald, presidente de "United Jewish Appeal for Refugees", 17 de março de 1946, citado em 18 de março no "New York Times".

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

8 -- Eugenio Zolli: "Podem ser escritos volumes sobre as multiformes obras de socorro de Pio XII. As regras da severa clausura cairam, todas e cada uma das coisas estão a serviço da caridade. Escolas, oficinas administrativas, igrejas, conventos, todos têm seus hóspedes. Como uma sentinela diante da sagrada herança da dor humana, surge o Pastor Angélico, Pio XII. Ele viu o abismo de desgraça ao qual a humanidade se dirige. Ele mediu e prognosticou a imensidão da tragédia. Ele fez de si mesmo o arauto da voz da justiça e o defensor da verdadeira paz". [Eugenio Zolli, em seu livro "Before the Dawn" (Antes da Aurora), 1954; seu nome original era Israel Zoller, Gran Rabino de Roma; durante a Segunda Guerra Mundial; convertido ao cristianismo em 1945, foi batizado como "Eugenio" em honra de Eugenio Pacelli, Pío XII] 9 -- Golda Meir: "Choramos a um grande servidor da paz que levantou sua voz pelas vítimas quando o terrível martírio se abateu sobre nosso povo". [Golda Meier, ministra do Exterior de Israel, outubro de 1958, ao morrer Pío XII]

(Continua...)

Anônimo disse...

(Continuação da resposta ao anticatólico - anticristão - "Anônimo", às 10:00)

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO DOS JUDEUS À SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E À SUA SANTIDADE, O PAPA PIO XII:

Declarações de alguns judeus:

9 - Pinchas E. Lapide: "Em um tempo em que a força armada dominava de forma indiscriminada e o sentido moral havia caído ao nível mais baixo, Pio XII não dispunha de força alguma semelhante e pôde apelar somente à moral; se viu obrigado a contrastar a violência do mal com as mãos desnudas. Poderia ter elevado vibrantes protestos, que pareceriam inclusive insensatos, ou melhor proceder passo a passo, em silêncio. Palavras gritadas ou atos silenciosos. Pio XII escolheu os atos silenciosos e tratou de salvar o que poderia ser salvo." [Pinchas E. Lapide, historiador hebreu e consul de Israel em Milão, em sua obra "Three Popes and Jews" (Três Papas e os Judeus), Londres 1967; ele calcula que Pío XII e a Igreja salvaram com suas intervenções 850.000 vidas].
Íntegra no site: " Deus lo Vult!


Grato, caro Políbio!

Almirante Kirk

Mauro de Curitiba disse...

Caro Políbio
Permita-me registrar aqui 3 considerações:
1) desprezível e totalmente fora de contexto o discurso eleitoreiro da presidente;
2) incivil a atitude de Joaquim Barbosa com Dilma;
3) não entendi você no blog todo chamando o papa de Frederico ... rs

Anônimo disse...

quem viu o vídeo dela caminhando ao lado do Papa na pista do aeroporto, percebeu as caras e bocas estranhas que essa mulé fez durante todo o percurso...

na boa, ela nao eh normal...

essa mulé eh maluca...

Anônimo disse...

kkkkkkk...
O Joaquim Barbosa não cumprimentou a maria antonieta...
Lucas 16:13- ... não se pode servir à Deus e a mamon...
Ou, como disse uma leitora: "cumprimentou o representante de Deus mas não cumprimentou o representante do capeta..."
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Anônimo disse...

OBRIGADO Anonimo das 12:59!

Quando se é ignorante em PROTOCOLO não se deveria dar opiniões em lugar algum.

Somente agora me manifesto, dizendo que JOAQUIM BARBOSA não ignorou Dilma como pode-se observar claramente, apenas manteve o PROTOCOLO.

Ninguém cumprimenta membro da família quando se recebe visita.

O QUE SE VIU foi o "cordão dos puchas-sacos" pra cima da Dilma.

ESTE JOAQUIM BARBOSA é demaissssss!!


Anônimo disse...

Explicações e dúvidas sobre o apartamento de Joaquim Barbosa:

Explicações e dúvidas sobre a compra do apartamento em Miami por Joaquim Barbosa.

1. A compra por pessoa jurídica (PJ) interessa a quem pretende passar o imóvel mais adiante, sem pagar Imposto de Renda. Em vez de vender o imóvel, vende as cotas da PJ proprietária. Muitos investidores fazem isso, inclusive por questões de herança, para passar imóveis para herdeiros sem pagamento de taxas e tributos. Adquirindo através da PJ, a rigor Joaquim Barbosa estaria recorrendo a um expediente comum de planejamento tributário, perfeitamente legítimo.

2. O que não fica claro é a informação de que o pagamento foi simbólico, de US$ 10,00. Aí não bate. A corretora recebeu os quatrocentos e tantos mil dólares e o pagamento veio de algum lugar. Se foram recursos de Barbosa no Brasil, certamente ele terá como apresentar os documentos da remessa de dólares, que precisa necessariamente de registro no Banco Central. Se recursos que acumulou lá fora (em trabalhos internacionais, no período em que morou no exterior etc.), também não terá a menor dificuldade em comprovar a origem. O importante é que haja uma origem legítima para os recursos e uma explicação legítima para o valor simbólico de US$ 10,00.

3. Por seu histórico, de nunca ter se envolvido em operações suspeitas, Joaquim Barbosa fica com o benefício da dúvida. Agora, é aguardar suas explicações. E não há hipótese para Barbosa se negar a explicar a operação, assim como, na qualidade de mais graduado servidor público do país, não abrir sua declaração de renda.

Anônimo disse...

"Anônimo", às 14:04, exceto a sua infeliz, porque despropositada, menção à Maria Antonieta - uma vítima inocente dos sanguinários revolucionários da genocida e maldita Revolução Francesa -, seu comentário foi muito oportuno e pertinente!

Almirante Kirk

Anônimo disse...

O "Anônimo", às 20:07, cumpre o papel de boçal serviçal a serviço do canceroso Lula - Lula, este, que afirmou que não gosta de pessoas com câncer...

Almirante Kirk

Nádia disse...

Não há protocolo que impeça um olhar, um aceno de cabeça.

Ao chamar os demais de ignorantes, algumas pessoas deveriam se postar à frente do espelho...