Governo suspende demarcação de terras indígenas no RS

Nesta quinta-feira, pouco depois da reunião que ele e mais oito parlamentares tiveram com o vice Michel Temer, o deputado Jerônimo Gorgen disse ao editor que o governo vai suspender a demarcação e desapropriação de terras indígenas no RS. Produtores que ocupam 100 mil hectares, sobretudo na região
Norte do Estado, estão em pé de guerra.

. O governo já tinha feito a mesma coisa no Paraná.

. Além de Gorgen, estiveram na reunião os deputados Alceu Moreira e Luiz Carlos Heinze.

. O caso da demarcação resultará em suspensão das atuais ações em todo o País, até que a Embrapa e a Funai entendam-se sobre o caso.

9 comentários:

Anônimo disse...

Acho que estão querendo inviabilizar a economia agrícola do Brasil.O que fizeram no Mato Grosso com as famílias foi de uma insensibilidade que não tem tamanho.Cadê os direitos humanos para aquelas famílias que estão debaixo de lona na beira de estradas?Cadê aquele órgãos internacionais que tanto defendem os índios e não defendem aqueles agricultores familiares?

Sergio Oliveira disse...

Não vão demarcar a Rua dos Andradas como área indígena? Tem várias indias, com indiozinhos, instalados ali, vendendo...

FlavioMPinto disse...

O fenomeno Raposa do Sol se aproxima a medida que as desapropriações se aproximam.l Os índios nada fazem pela terra. Apenas a usufruem pois nada sabem fazer.

Anônimo disse...

Essa de que era terra dos índios, mas cara-pálida, todo o Brasil era dos índios. Vamos devolver todo o país prôs índios. Essa gente quer terra para arrendar e não para trabalhar.

Luiz Vargas disse...

Se este assunto for sujeito a cair nas mãos dos antroPologisTas da UFRGS para emissão de laudos é bem provável que as terra produtivas virem taperas improdutivas. Este pessoalzinho, que utiliza uma instituição pública de forma ParTidarizada e PeTralhizada vai dar um jeito de achar "resquícios" de ocupação indígena nestas áreas. Já fizeram isto no passado em relação a área destinada a FORD em Guaíba - o cumpanhero Olívio Truta deixou um terreno baldio tomado de macega - quando a EX-GOVERNADORA YEDA CRUSIUS quis dar um destino que geraria riquezas para o Estado naquela área.
Onde os vanguardeiros do atraso poem as PaTas o que era fértil se torna infértil.

Anônimo disse...

"Índios" de araque...O nome certo dessas demarcações é bem outro: "bolsa indígena" do tipo,campo inútil...
Pelo amor de Deus ainda vão conseguir inviabilizar a agricultura no RS e,em especial, o agronegócio-essencial para o nosso estado-e a agricultura familiar. Nossos campônios ocupam, legitimados, estas terras há mais de um século, pelo menos. Quem sabe não desapropriamos toda a Região da Missões, cedendo aos índios as cidades e os municípios de Santo Ângelo, Ijuí, etc..
Só chorando...De raiva.

Anônimo disse...

Suspendeu devido a intervenção do Governador Tarso Genro do PT.

Anônimo disse...

Suspendeu devido a intervenção do Governador Tarso Genro do PT.

Anônimo disse...

as madeireiras e lafundiários levaram o alcool e agora o crack para o assento dos indios, agora os indios estão a mercê da necessidade da droga e por isso estão deixando os madeireiros e os lafundiários fazerem o que bem querem com suas reservas, tudo em troca da droga.

também se não cooperam, são expulsos e até assassinados no meio do mato, e fica por isso mesmo