Serpro do RS faz até treinamento contra incêndios, mas não tem PPCI e nem "habite-se"

Os mesmos problemas que afligem o governo estadual do RS,  são vivenciados pelo governo federal no RS, porque também os prédios federais apresentam inúmeras irregularidades e não são interditados pela prefeitura de Porto Alegre e pelo Corpo de Bombeiros - ou pelo Ministério Público Federal, que agiu na UFSM, Santa Maria.

. É caso emblemático o Serpro, o Serviço Federal de Processamento de Dados, 5 pisos, 7 mil m2, onde trabalham 320 profissionais. O prédio não tem "Habite-se" da prefeitura e nem Plano de Prevenção e Combate a Incêndios aprovado pelos Bombeiros. O mais curioso é que o Corpo de bombeiros ministra cursos para os Brigadistas da BCI (Brigada de Combate a Incêndio) do Serpro. A responsabilidade direta pela irregularidade, no Serpro, é dos gestores da área de GL (Gestão Logística), ex-sindicalistas ligados ao grupo Articulação, do PT. O PT manda no Serpro há dez anos, mas o prédio tem 40 anos.

5 comentários:

Anônimo disse...

"habite-se" no céu!

Romulo disse...

Nem a PROCERGS- Cia de Processamentos de dados do RGS tem Habite-se, além disso, a Brigada de incêndio da Procergs está desativada.

Se pegar fogo na PROCERGS, o Estado do RS fica acéfalo, inoperante, até um prazo de difícil previsão de retorno .

Romulo disse...

Nem a PROCERGS possui habite-se,aliás neste caso como a maioria dos prédios publicos .

A PROCERGS é detedora da salvaguarda do banco de dados do Estado do RS.Possui uma Brigada de Incêndio, porém desativada ( de que adianta então)

Em caso de incêndio na Procergs, o Governo do RS pára totalmente....fica acéfalo por tempo de difícil previsão de retorno .
Reina o mesmo pensamento dos proprietários da Boate Kiss..."NÂO VAI DAR NADA".......mas eu pergunto: ATÈ QUANDO E QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS????

Anônimo disse...

Auditório do prédio C da ESPM também não possui habite-se e os Bombeiros nada fazem.

Anônimo disse...

O "habite-se", no caso da Serpro, não é meramente uma folha de papel? É ela que evita incêndios e mortes?

Não sei se o jornalista conhece a Serpro, seus equipamentos de proteção e combate contra incêndio, suas equipes de segurança. Não sei. Apenas penso que, se há uma brigada de incêndio, com treinamento pelos Bombeiros, não é isto mais útil que a referida folha A4, timbrada?

Santa Maria tinha, vencida, mas tinha. E deu no que deu.

E não torne essa uma briga partidária. Isto é um dever de cidadania, pouco importa quem está gerenciando o referido órgão.