No seu novo livro de poemas, o vice Michel Temer avisa: "Eu não sabia/Juro que não sabia"

Os amigos e companheiros gaúchos do vice Michel Temer, querem que ele lance em Porto Alegre o seu mais novo livro de poemas, intitulado Anônima Intimidade, Topbooks, 166 páginas. São 121 poemas. O maior amigo do vice no RS é o deputado Eliseu Padilha, que não é dado a poesias.

. Um deles, curto e grosso, diz o seguinte:
- Eu não sabia/Eu juro que não sabia.

. Seus amigos dizem que Temer não se referia a Lula, mas á própria mulher, porque noutro poema o poeta contou:

- Dança/ Requebra/ Solta seu corpo/ Rebola/ Mexe cada músculo.

Nas fotos ao lado, quem é a musa do poema de Temer: Lula ou Marcela, sua mulher?

Um comentário:

Unknown disse...

Nao surpreende forma como vc, jornaleiro, coloca a parte do poema. Pois jornaleiro, nesta patria de tapuias, e assim mesmo. Pesca um pedaco de manifestacao, totalmente fora do contexto, e transforma em AFIRMACAO e capa de jornalao.