O PT de Rosemary - O Poder de Rosemary

Foto

* A reprodução acima é da capa da Veja desta semana.

Clipping Rogério Gentille, secretário de redação da Folha

SÃO PAULO - Não é da tradição do jornalismo brasileiro tratar da vida privada dos políticos. Diferentemente do que ocorre nos EUA e em outros países, opção sexual, amantes, bebedeiras e uso de drogas não são normalmente considerados como assuntos para reportagens.
O entendimento muda se o sujeito mistura sua vida particular com a profissional. Um prefeito, por exemplo, que nomeie a sobrinha para um cargo público pode acabar virando notícia. O mesmo ocorre com um secretário de Segurança que frequente a casa de um chefe de quadrilha.
Na sexta passada, a PF indiciou, por suspeita de corrupção e tráfico de influência, a assessora Rosemary Noronha. Ex-secretária do PT, foi nomeada no governo Lula para o cargo de chefe de gabinete do escritório da Presidência em SP e rodou o mundo a serviço do Planalto, viajando com o então presidente para 23 países.
Acumulou tanto poder que conseguiu, inclusive, emplacar diretores em agências reguladoras mesmo quando havia resistência no Congresso. Em situação incomum, o Senado aprovou um nome indicado por Rose que vetara quatro meses antes.
Há anos especula-se nos corredores do governo sobre a origem do seu poder, zum-zum-zum que cresceu agora com a ação da PF. Em editorial, o jornal "O Estado de S. Paulo" disse que sua influência "derivava diretamente de sua intimidade com Lula".
Diante da gravidade das acusações da PF, Lula deveria dar explicações sobre sua antiga assessora. Ela tem qualificações para o cargo que ocupava? Quais eram suas atribuições nas viagens e por que ganhou passaporte diplomático? E como conseguiu dobrar o Senado?
Dilma, que a deixou no cargo até sábado, também deveria prestar esclarecimentos. Se a função de Rose era tão importante, por qual razão a presidente simplesmente extinguiu o seu cargo após as revelações da PF?
Sem explicações convincentes, resta uma questão: Lula misturou sua vida privada com a pública?
É muito difícil se estabelecer um valor padrão no mercado internacional de.chifres, dado à alta volatilidade dessa commoditty. No caso do ex-marido da nossa Marquesa de São Bernardo, no entanto, valeu uma assessoria na Infraero e duas sinecuras no Banco do Brasil (Dataprev) e BB Seguros. Justificáveis nesse caso, como a maior autoridade do hemisfério ocidental em chifrelologia logística. Só falta agora o P@ulo Ok@moto aparecer e dizer que quem comia era ele.

OPINIÕES
 Okamoto defenderá Lula: “Fui eu quem comeu”
É muito difícil se estabelecer um valor padrão no mercado internacional de.chifres, dado à alta volatilidade dessa commoditty. No caso do ex-marido da nossa Marquesa de São Bernardo, no entanto, valeu uma assessoria na Infraero e duas sinecuras no Banco do Brasil (Dataprev) e BB Seguros. Justificáveis nesse caso, como a maior autoridade do hemisfério ocidental em chifrelologia logística. Só falta agora o P@ulo Okamoto aparecer e dizer que quem comia era ele.

Falta de transparência
Tem outra diferença em relação a outros países. Aqui os presidentes não têm que prestar contas de nada, pois o sistema possui transparência zero. Por isso tanta corrupção, pois o que a corrupção governamental mais teme e a transparência. Certa vez o finado Pres. Reagan teve que devolver um relógio que ganhara de presente porque o valor excedia o estipulado por lei. Quando Luis Inácio saiu do governo encheu vários caminhões com os carinhos que ele e a esposa receberam enquanto presidente.

21 comentários:

Anônimo disse...

Esse é o grande herói dos petralhas.
Viva o povo brasileiro que paga as contas dessas mordomias todas sem chiar.
Até parece que estão lhe enrab**do e eles estão gostando.
Cadê o "povo unido que jamais será vencido"?
Ou os petralhas podem lhes vencer eles concordam com a sua derrocada?

Anônimo disse...

AGUARDO TAMBEM O POSICIONAMENTO DO SEN SIMON

Anônimo disse...

"Ela tem qualificações para o cargo que ocupava?"

sinceramente?

duvido ate que fale inglês, o que serviria para alguma coisa...

Nélio disse...

E a Muda I, A Inútil, humilhada, nada...

Anônimo disse...

Passaporte diplomático e cartão corporativo para sua provável amante ! Somos uma república de bananas mesmo ! Não tenho nada a ver com as aventuras sexuais do sr. Lulla nem de ninguém, agora, como o meu dinheiro ?
Falta de decoro desse sujeito.
Agora, o pau deve estar comendo naquele ap lá de São Bernardo !

Anônimo disse...

A direitalha esquece fácil o filho bastardo do FHC! O representante de vocês tem comprovadamente telhado de vidro...

Anônimo disse...

Vou comprar uma ratoeira coletiva qos ratões vaõ cairtodosagora nesta..

Anônimo disse...

Vou comprar uma ratoeira coletiva qos ratões vaõ cairtodosagora nesta..

Anônimo disse...

Enquanto vocês, cães, ladram, a caravana passa.

Anônimo disse...

Só falta comentário de PTRALHA pra dizer que é "dor de cotovelo", "invejosos" e outras coisas mais. Agora, de ética eles não falam.

OTORRINGOLARINGOLOGISTA disse...

"RICARDÃO TRAÍDO"?

ERA LULA UM "RICARDÃO TRAÍDO"?

TEM GENTE QUE SE PREOCUPA COM A LINGUA QUE A "MADAME" FALAVA...

ORA,ORA, A LÍNGUA NÃO É SÓ USADA PARA FALAR...LAMBER SELOS,TAMBÉM PARA PROVAR COISAS...É UM ÓRGÃO DE MUITAS UTILIDADES.

DESCONFIADO disse...

SIM, LULA UM RICARDÃO TRAÍDO!

TÁ PROVADO QUE A "MADAME" NEGOCIAVA PRÁ CARAMBA, COM MUITA GENTE...COMO SE VIU, E OUVIU, SE TINHA "MEL NA CHUPETA" NEGOCIAVA.

LULA, COMO SEMPRE, NADA VIA NEM OUVIA.

TEM PRESIDENTE QUE É CEGO!

Anônimo disse...

Tenho informações seguras de Brasilia que o Molusco pagava 4000 Dólares pelos "serviços" de uma figura conhecida da mídia Nacional, ex garota de programa, ex modelo e ex senhora da sociedade.

NEMSEI disse...

RICARDÃO TRAÍDO?

OKAMOTO TERIA INVADIDO A "RESERVA PRESIDENCIAL"?

NESTE CASO O HOMI DE GARANHUNS SERIA UM "RICARDÃO TRAÍDO"!

ISSO VAI DAR NOVELA COM IBOPE ALTO...

Unknown disse...

O Okamoto podera dizer que foi ele que comeu, claro, mas o FHC devera dizer que comeu tambem ne? Jornaleiro neste pais e tao engracadinho, em tese deveria ser imparcial, mas na regra e engajado e parcial. Em epoca rescente, aqui ou la, nao faltaram gestores que comiam, davam, amaziavam, etc., mas por uma razao inexplicavel (ou seria explicavel pelo JABA?) os nobres e honrados jornaleiros, talvez por praticarem as mesmas canalhices, "esqueceram" de divulgar ou comentar os atos, nada republicanos, dos tais gestores. Aqui, inclusive, em epoca bem rescente, teve gestor que "namorava" alguem do mesmo sexo. E como e de praxe, por estas plagas, os jornaleiros nao observaram nada. Coisas de uma atividade, a de jornaleiro, que vive as custas dos favores, do JABA, etc.

Anônimo disse...

A muda, a surda, a humilhada já tinha conseguido nomeação para o seu "amigo" o tal de Merdalhowski

Anônimo disse...

Que horror ! é preciso melhorar o nível de oposição, se não vão continuar perdendo e jamais teremos um debate a altura de nosso País.

Anônimo disse...

Mais impressionante que os lideres petistas são os os pelegos que vem aqui os defender. Porque? por quanto? Para que? Se o FHC tem filho bastardo azar é dele. Se o Lula come a Rose, azar é dela, mas a pelegada do PT dar uma de soldadinho se explodindo por seus lideres chega a ser motivo de pena.

Anônimo disse...

Petralhada dos infernos.

Anônimo disse...

Lula lá!!!!!!

Anônimo disse...

A imprensa brasileira (leia-se globo) não tem o costume de comentar, talvez o de esconder. Como foi o caso que o ex-presidente FHC teve com uma jornalista da empresa, que segundo a Globo e a jornalista restou grávida de FHC. Resultado, a moçoila ganhou um cargo de correspondente da empresa no exterior e uma vultousa pensão alimentícia do assumido pai (FHC)e ninguém ficou sabendo de nada.

Mais tarde (20 anos), por pressão da familia que desconfiou dos traços do suposto filho, pediu para FHC fazer o Exame de DNA e deu negativo. Mais aí já tinha passado 20 anos, o governo de FHC ficou no passado, assim como a pensão paga pelo erário público e a REPERCUSSÃO foi ZERO.

Agora sequer provas ou confissão da infedelidede de lula ou de Rosemary e fazem um ALVOROÇO todo.

Bom éra o finado topete (Itamar Franco), que ficava olhando as pernas das moças de saia e sem calcinha no carnaval (e não comia ninguém) e toda A IMPRESSA MAROM GLACE DIZIA esse é o meu PRESIDENTE MACHÃO.