Artigo, Merval Pereira - Cadeia para Zé Dirceu desperta os instintos mais perversos do PT

* Clipping O Globo deste domingo.

A condenação do ex-ministro José Dirceu a uma pena que implica regime de prisão fechada desencadeou uma onda de protestos por parte dos seus seguidores que está revelando os instintos mais perversos de um grupo político radicalizado, que se vê de repente atingido por uma mancha moral de que dificilmente se livrará na História.

Além do território da internet, onde tudo é permitido e muitos espaços pagos para uma propaganda política ignóbil, lê-se na imprensa tradicional, que os petistas tentam desqualificar, mas à qual recorrem para dar legitimidade às suas teses, ora que é preciso rever a pena dada a Dirceu por corrupção ativa e formação de quadrilha porque nesse último item houve uma suposta divisão do plenário do STF, ora que os juízes do Supremo não têm estatura moral para condenar um herói nacional, que colocou a vida em risco na luta pela democracia.
Ou que a condenação de Dirceu, Genoino e Delúbio não significa que os poderosos estão sendo alcançados pela Justiça, pois eles não seriam tão poderosos assim.
Fora a patética tentativa de transformar os membros do núcleo político petista em meros mequetrefes, ou simples ladrões sem intenções políticas de controlar o Congresso, é espantoso que tentem ainda agora, depois de mais de três meses em que foram revelados os detalhes do golpe armado de dentro do Palácio do Planalto, fazer de Dirceu um herói nacional, intocável por seu passado político de resistência à ditadura.
Um conhecido intelectual orgânico petista teve o desplante de escrever que enquanto Dirceu lutava contra a ditadura, os ministros do STF viviam suas vidas burguesas à sombra do governo ditatorial, seguindo uma vidinha medíocre que acabou levando-os ao Supremo.
Outro, citando um artigo do historiador Keneth Maxwell, comparando o julgamento do mensalão ao dos inconfidentes pela Alçada criada por d. Maria, assumiu a absurda comparação como fato.
CLIQUE AQUI para ler tudo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Merval - vamos ser mais claros?

Conta pra patuleia quem foi de verdade Pedro Caroço, o guerrilheiro de festim. O cara nunca deu um tiro na vida e nunca correu perigo de verdade.

Zé Dirceu é um baita fake que só "ficava de olho na butique dela". O resultado mais concreto em sua existência é alguém de nome Zeca Dirceu, só isto. O resto é enganação.

Conta pro povo, Merval, conta!

Sds

Anônimo disse...

Esses são os mesmos que matara, sequestraram, fizeram justiçamentos durante o regime militar.
Ou seja, continuam não valendo nada.
Não prestavam durante o período de exceção e não prestam agora, durante o estado de direito.
Em resumo, são lixos humanos !

Anônimo disse...

Presos políticos que vão acabar como políticos presos!!