Bancões querem cobrar mais dos lojistas no caso de parcelamentos pelos cartões

Os bancos encontraram uma saída para viabilizar a redução dos juros do cartão de crédito: cobrar uma taxa extra do estabelecimento comercial que vender produtos parcelados sem juros. Pagará mais quem parcelar por um prazo maior. A medida está sendo discutida por Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander com o governo federal. A alternativa passou a ser discutida há dois meses, quando os bancos viram que não teriam como resistir às pressões contra os juros "escorchantes", nas palavras de Guido Mantega (Fazenda).

- A CDL de Porto Alegre já avisou ao editor que é contra a cobrança de novas taxas.

Um comentário:

Anônimo disse...

resumindo, o consumidor otário, como sempre, eh que vai pagar a conta, pois as lojas passarão a não vender mais a prazo sem juros...

tem jeito nao...

todas essas medidas do governo que forçam o mercado a ser bom samaritano, no final acabam estourando no mesmo lugar, no bolso do consumidor ou contribuinte...