Ministro Peluso poderá julgar todos os 37 réus do Mensalão esta tarde no STF

- A sessão desta tarde (14h) do STF, que você poderá acompanhar ao vivo na TV Justiça (é só clicar na imagem da TV ao lado, acima, à direita) tem tudo para ser histórica, porque votará o ministro Cezar Peluso, que se aposentará na semana que vem. Este será seu último voto na Corte. A seguir, no artigo de Merval Pereira, em O Globo de hoje, você perceberá que o ministro poderá não se limitar a julgar os tres donos da DNA, Pizzolato e João Paulo Cunha, mas julgar todos os 37 réus, mesmo que o ministro relator não tenha feito isto ainda. Leia:

Merval Pereira, O Globo
É provável que tenhamos ainda hoje a definição dos votos sobre as acusações contra o deputado federal petista João Paulo Cunha, que precisa de quatro votos em cinco para ser absolvido (já recebeu os votos absolutórios dos ministros Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli) ou apenas mais dois votos para ser condenado pela maioria do Supremo Tribunal Federal.

Digo que é provável porque não se sabe qual a extensão do voto de Cezar Peluso. Se optar, como é o mais provável, por dar seu voto integralmente antes de se aposentar em 3 de setembro, poderá tomar boa parte da sessão de hoje.

O ministro Peluso tem o direito de antecipar o voto, não só pelo regimento interno do Supremo, mas pela decisão do plenário no primeiro dia de julgamento, cuja maioria decidiu que cada um votaria da maneira que quisesse.

O fato de todos até agora, inclusive o revisor, terem aceitado adotar o procedimento proposto pelo relator Joaquim Barbosa, não quer dizer que Peluso seja obrigado a fazer o mesmo. Ele pode simplesmente dar voto integral sem nem pedir autorização excepcional ao presidente do Supremo, prevista no regimento interno.
É provável que Peluso já saiba o que a maioria de seus pares acha, e por isso a atitude que tomar estará respaldada por essa maioria.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Happy Hour é na Bier Markt!
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452.
São 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina e cardápio diferenciado.

CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass.

9 comentários:

Anônimo disse...

Se Peluso realmente optar por antecipar seu voto, entrará para a história não só do STF, mas também, do Brasil.

Merecerá de todos os brasileiros honestos e decentes as mais altas honrarias. Indo além, merecerá dos movimentos sociais uma condecoração como mártir e patrono do fim da impunidade !

Desejo a ele a sobriedade e lucidez necessárias para que se lance na lembrança desta nação como o mais importante voto deste julgamento, que pode acabar com anos e anos de uma dinastia mentirosa do lulopetismo.

Anônimo disse...

Se votar para condenar ou absolver todos os 37 réus o Processo será anulado.

Anônimo disse...

merdal...

Anônimo disse...

Os petraia pira

Anônimo disse...

O povo não tá vendo, mas esse julgamento está totalmente fora dos parâmetros da normalidade!!!

Esses caras que não são políticos e não tem o crivo da imunidade política. Eles deveriam estar sendo julgados pela justiça comum, o que não está ocorrendo, no fim isso tudo não valerá de nada!!!

Anônimo disse...

E depois da sentença, até a execução vai levar mais uns 20 anos luz, hehehehehehehehe, mais alguns recursos infringentes de revista contra a sentença, lá vão ir mais uns 10 anos e esse pessoal quando for vir a ser condenado a alguma coisa de fato e de concreto, já estarão descançando em baixo da terra há muito tempo!!

Anônimo disse...

Esse julgamento está mais para um circo teatral arquitetonicamente bem armado!!

Anônimo disse...

E ai, vão usar do Supremo só para isso agora, e os outros processos tudo parado, tudo por causa desse mensalão que não vai dar em nada!!

O povo quer mais agilidade no julgamento dos processos, vamos lá, vão se mecher e trabalhar de verdade!!

Anônimo disse...

Parece que tem muito petralha apavorado por aqui.
Eu assisti o voto do Peluso e acho que ele adotou a decisão mais ética, coisa estranha para petralhas, mas foi super ético consigo e com os demais colegas ministros do STF.
Certamente ele poderá dormir com a consciência tranquila na sua aposentadoria.
Já, por outro lado, talvez tenha sido até, prejudicial aos petralhas que ainda vão ser julgados pois, ele é extritamente técnico e não sujeito a pressões políticas, daí alguns petralhas que poderiam levar seu voto de absolvição não poderão contar com o mesmo.
Temo, ainda, pela provável ligeireza na designação do seu sucessor, ainda mais se for o José Eduardo Cardozo, um dos três porquinhos da Dilma, (quem não lembra?);
Acho até se a designação cair nessa pessoa, um militante petista, a sociedade deveria obrigar os caras-pintadas a voltarem as ruas.
Também acho que o Senado jamais deveria aprovar uma indicação desse tipo; seria uma total desmoralização com aquela casa.
Só que dos que hoje tem maioria, tudo se pode esperar.