Sem cortes de salários e livres de punições, servidores paralisam serviços federais

Seguem as greves de servidores públicos federais, movimento que começou nas universidades. As mais novas paralisações são nos ministérios da Saúde e do Trabalho.

. Os servidores recebem em dia e estão livres de punição.

Leandro & Stormer – a maior comunidade de Traders do Brasil!
Especialista em educação para o mercado financeiro, a Leandro&Stormer oferece diversos cursos, presenciais e via internet, para que você se prepare e comece a ter rendimentos superiores aos da renda fixa. Acesse http://www.leandrostormer.com.br/ e confira!

4 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí, longas folgas remuneradas pelos trouxas contribuintes. As recuperações, nas universidades, são ridículas, um trabalhinho e está encerrado o semestre. Até quando ?

Anônimo disse...

E tudo isto acontece porque estes serviços devem nos dar saúde, pública, educação, segurança e infraestrutura, porém como estes assuntos nem de longe são prioritários ao governo de esquerda, são relegados ao quinto plano, não interessam, assim como não lhes interessa o povo bovino, ignorante e manipulável que se vende por 3 tostões e uma garrafa de pinga. Na verdade , pode haver maior cinismo e amoralidade do que saber que com migalhas em contagotas o povo fica dócil, parado, inerte, vota nos tiriricas e espertalhões da vida, e continua faceiro, incompetente e tão criativo e transcendente intelecto-cognitivamente quanto nosso índios nos últimos 10.000 anos. Talvez por isto as esquerdas tanto se misturem com os índios, deve ser para dar o exemplo ao amontoado de vontades fracas e diluídas que chamam de povo. Isto é somente um povo e desta forma nunca chegará a uma nação.

Arno Edgar Kaplan disse...

Assim fica difícil. Eles ganham para não trabalhar.

Anônimo disse...

Não tem solução pacifica, ou o povo sai da comodidade e vai a rua e bota pra quebrar ou estaremos perdidos.
A safadeza esta institucionalizada, todos só querem se dar bem, ganhar aquilo que os impostos não dão conta, trabalhar ridículas 30h, é o fim dos tempos.
Enquanto isso, 75% de nossa amada população analfabeta funcional assiste passivamente e bovinamente a toda a bandalheira de corrupção e incompetência.Ai o Brasil quebra e a culpa será de Marte, Júpiter....

Tá ruim mas tá bom.

Antonio