Pressão de Lula teve efeito adverso: STF marcou para 1o de agosto o início do julgamento dos 40 bandidos do Mensalão

- A reportagem a seguir é de Gustavo Santos, do portal Terra de hoje. A notícia dá conta da definição do cronograma do julgamento do Mensalão, o mais horrível sistema de corrupção política de compra de votos de parlamentares e eleitores para beneficiar o PT e o governo Lula, resultado da ação de uma organização criminosa liderada pelo ex-chefe da Casa Civil e ex-presidente do Partido, Zé Dirceu. Os 40 quadrilheiros serão julgados a partir do dia 1o. Este foi o resultado adverso das chantagens feitas por Lula sobre o ministro Gilmar Mendes, tentando adiar o julgamento e livrar a sua própria cara, dos seus companheiros, do Partido e do governo. O julgamento durará um mês, será transmitido ao vivo por rádios e TVs. Em plena campanha eleitoral, o efeito político das sessões será devastador para o PT.

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaram nesta quarta-feira o cronograma para o julgamento do mensalão. O processo terá início no dia 1º de agosto com a leitura do relatório do ministro Joaquim Barbosa, seguida pela sustentação oral do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. O relatório de Barbosa tem 122 páginas.

A primeira fase do julgamento, entre 1º e 14 de agosto, será dedicada à defesa dos 38 réus. Em um esforço concentrado, os ministros definiram que os advogados terão cinco horas por dia para apresentarem seus argumentos. Dessa forma, serão cinco defesas por dia, uma vez que cada um terá uma hora para a sustentação oral.

No dia 15 de agosto começa a segunda fase, com os votos dos 11 ministros do Supremo. As sessões serão realizadas às segundas, quartas e quintas. O primeiro a falar será o relator. Com um problema crônico na coluna que o impede de ficar por muito tempo sentado no plenário da Corte, Barbosa garantiu que estará presente a todas as sessões. "Não há com o que se preocupar", disse o ministro.

O voto do relator será seguido pelo do ministro revisor, Ricardo Lewandowski. O ministro terá de apresentar, na prática, um segundo voto (que pode, inclusive, ser completamente diferente do de Barbosa). Mesmo ausente da sessão administrativa de hoje, Lewandowski avisou que vai liberar seu voto até o final de junho, garantindo o início do julgamento em agosto.

A proposta, aprovada por unanimidade pelos ministros, foi apresentada pelo decano do tribunal, ministro Celso de Mello. Ela prevê, ainda, a manutenção no funcionamento de outros órgãos do Judiciário.
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá o horários das sessões alterado para a partir das 20h, às terças, quartas e quintas.

LEIA toda a matéria do Terra. 

11 comentários:

Anônimo disse...

Isto é cortina de fumaça e teatro armado.

Ao meu ver já estão absolvidos. A maioria dos Juizes foram colocados por Lula e Dilma. Sem contar que os afilhados de Lula vão pedir vista ao processo e o resultado deste Julgamento vai la para 2013.

Anônimo disse...

Foi o tiro no pé do Lulla ! Agora, se desejam provar que são juízes e não militantes políticos, sá falta mandar o Zé e a gangue em cana !

Anônimo disse...

Nenhum vai ser preso...o chefe de quadrilha zé dirceu, já tá absolvido, quem duvida...? o que acho estranho é que só os 40 ladrões estejam sendo processados. Pq o Ali Babá tá fora do processo..?

Anônimo disse...

O PT e o PTB serão os maiores prejudicados nestas eleições, pois ficarão 2 meses com mídia negativa sobre seus malfeitos quando estão no Governo

Anônimo disse...

Muito bom que seja marcado o julgamento. Mas não pensem que o STF vai condenar alguém sem provas. A mídia, principalmente os Reinaldos, Mervais e Políbios, podem condenar, axincalhar mas, quem vota, sobre FATOS E PROVAS, são os Ministros do STF, sem qualquer pressão de quem quer que seja. Espero que este julgamento, traga de volta a Satiagaha que pegou o financiador deste esquema, o Daniel Dantas.

Ah, não esquecer que, o processo que envolve a Lista de Furnas (já declarada autêntica) vai deixar o Cerra, FHC, Aécio entre outros, no ôlho do furação.

Estou ansioso pelo julgamento.

Anônimo disse...

Vem cá e o Processo da Privatização do Banco Economico que fazem 17 anos que está no STF, quando vai ser julgado. Seria porque o principal acusado é José Serra do PSDB.

E o Mensalão do PSDB de Minas Gerais que faz mais de 10 anos que está no STF quando vai ser julgado. Seria porque o principal acusado é Senador Azerado do PSDB.

Será que estão esperando "prescrever" os Processos.

Anônimo disse...

Sr. PTRALHA das 11:50!

MENSALÃO foi para corromper nossos legisladores, eleitos para representar a população.

Para VOCE, que é a favor da compra de votos, só vê o teu partido corruptor no poder.
Saudações ao teu cumpanheiro Palloci.

Anônimo disse...

O STF tem que condenar todo mundo sumariamente sem julgamento, como se fazia nos bons tempos em que o PP éra governo higemonico.

Chega de passar a mão por cima de tudo e de todos. Não precisa julgar ou ouvir ninguém, larga na mão do Ministro de confiança que é condenação na certa.

Luiz Vargas disse...

O PeTralha Daniel oPTou pelo anonimato. Não adianta se esconder como "anônimo" por que o estilo das falácias que colocas continua o mesmo.
Tu é CC PeTralha federal, estadual ou municipal????

Anônimo disse...

Luiz Vargas está certo tem mais é que mandar Gilmar Mendes julgar essa Ptzada que é condenação na certa.

Melhor ainda é os militares voltarem para o poder para que nós da direita voltemos a ter nossos diereitos de volta. Quem deu direitos para esses pobres viajarem de avião e comprar carro financiado. Só pode ser obra dessa gentalha do Pt. Voltem militares, voltem nossos direitos. Fora esses erqueopatas.

Anônimo disse...

Gostaria de pedir ao Ptista Luis Vargas que pare de se gabar e patrulhar os outros.

Deixa o PP, PSDB ou o PMDB voltar ao poder que vc vai ver como se governa o estado. Tem que privatizar tudo.