ENTREVISTA - A Anvisa não enxerga que 45% do cigarro vendido no Brasil já vêm do Paraguai

Edson Brum, Deputado Estadual PMDB da região do Vale do Rio Pardo

A Anvisa adiou a audiência pública para discutir o fim do cultivo do tabato e da fabricação de cigarros?
Sairia dia 21, em Santa Cruz do Sul, mas nessa data teremos a Expoagro-Afubra, justamente a feira da cadeia produtiva do tabaco.

Não teremos mais cigarros no Brasil?
É o que parece querer a Anvisa, ignorando que 40% dos cigarros vendidos no País já chegam pelo Paraguai. Onde está a Anvisa que não vê isto?

Tudo isto?
Ora, o nosso cigarro paga 85% de impostos.

Como o senhor acha que anda o debate?

Errado. Tem que dividir a discussão e separar produção de tabaco, fabricação de cigarros e exportações. Você sabia que 85% do tabaco são exportados? São 400 mil famílias vivendo nesse entornio em todo o Brasil, 100 mil das quais somente no RS.

CLIQUE na foto para examinar carteiras de cigarros paraguaios, devidamente submetidos ao marketing do consumidor.

6 comentários:

Fernando disse...

De alguém que nada tem contra os fumantes e gosta de um bom charuto.

Seguindo esta lógica, já que o Paraguai manda toneladas de maconha para o Brasil, que tal então liberar a maconha no Brasil de uma vez?

A Bolívia manda cocaína, não querem liberar o pó também?


Deputado, ótimo dividir a discussão. Separar produção/fabricação/exportação. Mas este seu argumento de que a maioria já vem contrabandeado é completamente nonsense.

Fernando Martins

Anônimo disse...

AGORA NÃO TENDO IMPOSTO DOS CIGARROS, O BRASIL ARCA COM AS DESPEZAS DOS DETONADOS FUMANTES E O PARAGUAI FICA COM O LUCRO.

SÃO BURROS OU ESTÃO LEVANDO PROPINA.

O QUE VOCÊ ACHA?

Anônimo disse...

TODAS AS DROGAS TRIBUTADAS

Liberadas ou não, todas as drogas são consumidas destroem a saúde dos usuários, e o pais,todos nós pagamos as contas.

Liberadas para venda,tributadas como o ALCOOL e CIGARROS, pelo menos o país teria algum recurso para atender os destruídos e:

- Menos gasto com o crime e traficantes que ficariam sem serviço

- MENOS CORRUPÇÃO,muitos políticos e funcionários talvez ganhem propina para que o negócio continue clandestino,sem impostos,rendendo muito mais,sem controle, e por isso não fazem leis para liberar,legalizar o que já existe de qualquer maneira, e é impossível proibir,terminar.

-LEGALIZAR É SOLUÇÂO MELHOR PARA A SOCIEDADE,PIOR PARA OS CORRUPTOS, E TRAFICANTES.

Anônimo disse...

TODAS AS DROGAS TRIBUTADAS

Liberadas ou não, todas as drogas são consumidas destroem a saúde dos usuários, e o pais,todos nós pagamos as contas.

Liberadas para venda,tributadas como o ALCOOL e CIGARROS, pelo menos o país teria algum recurso para atender os destruídos e:

- Menos gasto com o crime e traficantes que ficariam sem serviço

- MENOS CORRUPÇÃO,muitos políticos e funcionários talvez ganhem propina para que o negócio continue clandestino,sem impostos,rendendo muito mais,sem controle, e por isso não fazem leis para liberar,legalizar o que já existe de qualquer maneira, e é impossível proibir,terminar.

-LEGALIZAR É SOLUÇÂO MELHOR PARA A SOCIEDADE,PIOR PARA OS CORRUPTOS, E TRAFICANTES.

EDUSOLAR disse...

Na minha opinião o Fumo não deveria existir, as famílias que trabalham na lavoura são contaminadas por venenos que alteram o sistema nervoso dos agricultores, francamente eu não entendo, só quem se beneficia com este flagelo são as empresas de fumo, os hospitais lotados com câncer provocado pelo veneno, os laboratórios e claro o governo que tem um imposto violento sobre o cigarro. Há só para finalizar, o meu Pai Morreu de efisema pulmonar causado pelo fumo.

Anônimo disse...

De burros eles não têm nada. Faz parte da construção da Ideologia traçada há muito tempo para desestabilizar as pessoas e a economia, para depois tomarem conta do Poder no país.