P55, negócio de R$ 1,7 bilhão para Rio Grande, já está no litoral do RS

Já está no litoral de Rio Grande, RS, o casco com quatro torres da P-55, que dentro de 40 dias receberá os equipamentos que a transformarão na maior plataforma semissubmersível brasileira para exploração de petróleo.

. O casco construído em Pernambuco, 17 mil toneladas, 94 metros de largura e 16 de altura, será içado no Estaleiro Rio Grande para os serviços em dique seco.

. A P-55 custará R$ 1,7bilhões à Petrobrás, apenas para o ERG. Ela começará a operar em junho na Bacia de Campos, podendo extrair 180 mil barris por dia.

- Rio Grande já entregou a plataforma P53. No momento, constrói a P51.

CLIQUE na foto para ver melhor. A foto é da RBS TV e está disponibilizada no Google em matéria do portal G1. O rebocador da foto é apenas um dos quatro navios envolvidos na operação de atracação. 

Um comentário:

Anônimo disse...

A RBS deveria fazer uma reportagem sobre os Filipinos, taiwaneses e singapurenses que trabalham nas plataformas. Aquelas que o lulla diz que é para "gerar empregos para os brasileiros".