Finalmente sabe-se que o Minsitério Público tem seu próprio Guardião

Os autos do processo movido em Gramado pelo Promotor Antonio Képez no âmbito do caso do Natal Luz, revelam uma novidade surpreendente.

. É que pela primeira vez o Ministério Público Estadual admite que também possui  e opera um Sistema Guardião.

. Isto está transparente no ofício de 12 de abril de 2011 do Promotor Képez para o Ilmo. Sr. Naldo Valadão, MD Administrador do Sistema Guardião/Web do MP-RS, Porto Alegre.

- O sistema de espionagem bisbilhota celulares, telefones fixos e correspondência pela Internet. 

CLIQUE AQUI para examinar o ofício.

Você se interessa pelo mercado financeiro?
Aprenda a investir com quem tem experiência na Bolsa de Valores: 

Leandro & Stormer, mais de 10 anos de tradição no mercado. 
Aproveite as oportunidades que a bolsa te oferece e acesse http://tinyurl.com/caqrmuh

6 comentários:

Anônimo disse...

É o poder incomparável da nova classe dominante!
Essa aristocracia estatal, formada por concurseiros bem sucedidos,
além de parasitar a sociedade produtiva com salários exorbitantes e privilégios vitalícios, espiona e oprime a população vassala. Mas sempre que pode sai em defesa de "direitos humanos" para a bandidagem.
Esse é o resultado de décadas de hegemonia doutrinária esquerdista dentro e fora do estado.
Bastiat

Anônimo disse...

povo imbecil que vota nessa esquerdalha.

Luiz Vargas disse...

Consta no ofício o nome de dois "policiais militares".
1º- será que realmente são "policiais militares"?
2º- não deveria constar as patentes deste "policiais militares" no referido ofício?
Este ofício mostra uma objetividade sem igual no pedido para os grampos e uma total subjetividade em relação a aqueles que receberão o resultado destes grampos.
O quarto poder pode espionar qualquer um, inclusive eu e você.

Anônimo disse...

E viva o parasitismo estatal!

Anônimo disse...

A partir de agora vou ficar em dúvida se eu acredito no MP ou na bandidagem...Eu não sei mais quem é quem?ou se estão juntos?Qual o interesse do MP possuir um guardião?Já não é de hoje que o MP está em débito com a sociedade.

Anônimo disse...

Policiam e julgam, só lhes faltam a chave da cadeia.