terça-feira, 25 de outubro de 2011

Jorge Pozzobom, líder do PSDB: "Este governo do PT está perdido"

O editor procurou o líder do PSDB, Jorge Pozzobom, para saber por que razão o governo gaúcho tem dado mostras de imobilismo. O assunto foram os anúncios para o Dia do Servidor.

Mas o governo anunciou o contra-cheque verde para o funcionalismo. Agora, contra-cheque vem pela Internet.
É um ganho para a oposição, porque desta forma o Secretário da Educação não grampeará mais o seu jornalzinho do PT.

E a decisão de pagar prêmios para quem permanecer mais tempo em atividade no serviço público?
Somos a favor, mas queremos critérios objetivos. Afinal, o benefício não pode contemplar apenas companheiros da estrela.

Quantos servidores poderão receber o benefício?

Ninguém sabe. Este governo está perdido: ele anuncia obras, programas e benefícios, mas só depois é que trata de verificar como fará a coisa.

E-mail: jorge.pozzoabom@gmail.com

4 comentários:

Anônimo disse...

pozzobom....Quem???

Anônimo disse...

Esse governo é confusão desde o primeiro dia, muito fraco, a cara do governador, que só pensa em politicagem e não tem o menos interesse em governar.

Rogério T. Brodbeck disse...

O projeto que reajusta a gratificação de permanência se, por um lado, incentiva os servidores a permanecerem na ativa, por outro, paralisa a saudável renovação de quadros. Ou seja, os servidores que ganham essa gratificação só se aposentarão quando a chamada "expulsória" os atingir, ou seja, aos 70 anos (civis) porque, caso contrário, ao se aposentarem antes, perderão dinheiro. Isso é mais um embuste do governo para não pagar salários dignos ao funcionalismo.

Anônimo disse...

Este incentivo é fajuto. O básico dos servidores é muito baixo, 50% sobre valor irrisório é quase nada. Tem servidor que receberá de gratificação de permanencia valor inferior ao que gastará de passagem para locomover-se ao local de trabalho. É mais uma do enrolador. No mérito o projeto é correto.