Opinião do editor - É hora de cassar homenagem a Marielle, inclusive em Porto Alegre. Toi tudo baseado em premissas falsas.

 Homenagens baseada em premissas falsas vendidas pela renegada esquerda brasileira, com ênfase para o Psol, PT e PCdoB, resultaram até em nominações de ruas no nome de Marielle Franco. E é chegada a hora de cassar tudo isto, inclusive o nome dado a uma das ruas de Porto Alegre num momento de extrema falsidade política, ideológica e policial.

 Ficou claro que Marielle foi assassinada no âmbito de uma disputa por loteamentos no Rio. Uma questão paroquial, ao contrário da narrativa canalha que a esquerda brasileira vendeu durante anos, tentando implicar falsamente a família Bolsonaro e com isto obter dividendos políticos e eleitorais. A farsa foi desmontada com a revelação completa do caso.

12 comentários:

Anônimo disse...

Vai pra puta que te pariu o velho asqueroso. O que temos que cassar é o título de cidadão de Porto Alegre que deram pra ti o velhaco vagabundo.

Anônimo disse...


Calmaí, calmaí... é possível que o Bolsonaro algum dia tenha ouvido falar da Marielle ou dito o nome dela ou pensado no caso.

Então, comprovado isso, ele passará a ser coautor por audição, fonação ou pensação... novas modalidades de crime a serem criadas por Dom Xandão para incriminar o Bozo.

Bozo continua suspeito, apesar de todas as evidências e provas em contrário.

É nóis, mano. Grória adeus.

Anônimo disse...

Os esquerdistas deveriam deixar de aceitar ser instrumento de manipulação da liga da difamação. Essa defesa da criminalidade é coisa dessa gente pra deixar o povo acuado, acovardado, amedrontado, eles gostam de impor medo e terror na população, eles são terroristas.

Anônimo disse...

Esquerdalha filha da PUTA.

Anônimo disse...

Esquerdista não presta nem para morrer! Kkkkk!

Anônimo disse...

Ora, continua sendo um crime político.

O crime foi ensejado pela atuação política da vereadora contra milícias opressoras do povo.

Se formos pela sua ótica (bastante) distorcida, o que fazer das homenagens à gente como Castelo Branco, Costa e Silva e tais.

Deixa quieto e aceita.

Anônimo disse...

Enfia essa tua opinião miserável no cu o velho sem vergonha!

Anônimo disse...

NO BRASIL PODE-SE MACULAR A HONRA DE QUEM TEM COMO BEM SE ENTENDER, ESSE MECANISMO É NORMAL NO PT E TEM FUNCIONADO MUITO BEM!!!

foraladrao disse...

Depois que descobriram que os cumpanheirus mandaram passar o rodo na ilustre desconhecida. A famigerada vai voltar a ser ignorada como sempre foi.

Anônimo disse...

Polibio, como diria a filosofa contemporânea Frozen: Let it go, let it go....

Anônimo disse...

Se não foi Bolsonaro que mandou matar, e até os pinguins da Patagônia sabiam que não foi, então o caso perdeu a graça.
Aliás, ilustre quem que morreu?

Anônimo disse...

A turma de otários que acreditaram em picanha barata continua postando.

Se até a compra do arroz, prometida pelo descondenado e nomeado está mal contada, quando chegar a vez da picanha vai ser um "abraço".