Maduro reage, irado, à deportação do seu "tesoureiro" Alex Saab

O ditador do governo narco-comunista da Venezuela, Nicolás Maduro, reagiu irado contra a deportação, que chama de sequestro. CLIQUE AQUI para ler reportagem de El País.

O empresário Alex Saab, importante aliado do ditador venezuelano Nicolás Maduro, foi extraditado de Cabo Verde, na África, para os Estados Unidos (EUA) no sábado, informou a agência de notícias AFP.

O empresário foi acusado de lavagem de dinheiro em 2019, em Miami, e preso durante uma escala de avião em Cabo Verde, em junho de 2020. Saab é apontado como um dos responsáveis por um esquema de corrupção no programa de alimentos subsidiados pelo governo esquerdista venezuelano. Ele e o sócio, Álvaro Pulido, teriam transferido cerca de US$ 350 milhões para contas que controlavam nos EUA e em outros países.

Nenhum comentário: