STJ mantém bloqueio dos bens do deputado gaúcho do PT, Zé Nunes

Em decisão relatada pelo ministro Sérgio Kukina, o Superior Tribunal de Justiça rejeitou o agravo de instrumento interposto pelo deputado Zé Nunes (PT do RS) e por seu chefe de gabinete Zelmute Oliveira Marten,  contestando decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul que determinara a indisponibilidade de bens de ambos.

A decisão do tribunal gaúcho refere-se a uma ação movida pelo Ministério Público Federal quando Zé Nunes era prefeito de São Lourenço do Sul e Zelmute Marten o secretário municipal de turismo. 

O MPF denunciou os dois por improbidade administrativa, enriquecimento ilícito e desvio de recursos públicos quando da realização da 24ª edição do festival Reponte da Canção, em 2008. 

7 comentários:

Anônimo disse...

O editor não tem o link do julgado?

Anônimo disse...

Se uma justiça fraquinha destas já vai petralha para a cadeia, quando a lei endurecer de fato vai ter que ter cadeiões inteiros só para petralhas!

Anti comunista disse...

É petista, é ladrão!!!!

Anônimo disse...

Cada enxadada, uma minhoca?

Justiniano disse...

Quando do impeachment da Dilma, esse pessoal do PT de São Lourenço mandou ônibus com custo da prefeitura para Brasília.

Anônimo disse...

Foi vereador em dois mandatos e prefeito duas vezes. É conhecido no município de São Lourenço do Sul como grande produtor de laranjas.

Unknown disse...

Ele não tem nada no nome!