Sindicalistas bloqueiam entrada de trabalhadores na GM de Gravataí

Em protesto contra a reforma trabalhista que entra em vigor neste sábado, sindicalistas ligados ao Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí  bloquearam o ingresso de trabalhadores ao complexo da GM, esta manhã.

Nesta sexta-feira, centrais sindicais ligadas à CUT, portanto ao braço sindical do PT, realizam protestos em todo o País, mas não chamaram greve geral porque ela não seria obedecida.

5 comentários:

Anônimo disse...

Éram para ter protestado em Brasilia, o que adianta protestar na GM.

Anônimo disse...

Protestam num lugar gerador de empregos, mas não lembram da herança dos 14 milhões de desempregados gerados pelo desastre econômico, roubalheira e corrupção dos governos petralhas defendidos pela pelegada dos sindicatos partidarizados. Esquerda nunca mais.

Anônimo disse...

Não passam de uns fdps que não tem o que fazer.
Basta a brigada mandar borracha nas paletas que eles vão aprender a respeitar as leis.
Cambada de bandidos

Anônimo disse...

É a CUT, um braço do PT, tentando destruir o que dá resultados positivos à economia do Estado .!!!

Anônimo disse...

por que nao vao na CEEE, no SESC, na CUT, estas sim sao empresas inutil